conecte-se conosco


Mundo Cristão

“Fechar igrejas de forma arbitrária viola a Constituição”, diz Augustus Nicodemus

Publicado

Em um momento em que o fechamento de templos voltou a ser uma pauta de debate, inclusive no Supremo Tribunal Federal (STF), o pastor Augustus Nicodemus Lopes, da Primeira Igreja Presbiteriana de Recife, lembra que o direito de culto é garantido pela Constituição.

O pastor e ex-chanceler da Universidade Mackenzie, de 66 anos, deu uma entrevista à Folha de S. Paulo, que foi publicada na terça-feira (6). Nela, ele abordou sobre lockdown, dízimo, política e a Teologia da Prosperidade, considerada por ele um falso ensino.

“Quando a gente briga para manter igreja aberta dentro das regras sanitárias, é pelo direito de culto garantido pela Constituição”, destacou o pastor, quando foi questionado sobre o fechamento de templos.

“A única maneira de revogá-lo é o estado de sítio, e só o presidente pode declarar um, o Congresso tem que aprovar. Do jeito que está não está bom, é uma coisa que está saindo da cabeça de governadores e prefeitos. Fechar de forma arbitrária é a Constituição sendo violada. O que vem depois?”, questionou.

Nicodemus também tem ressalvas a respeito da eficácia do lockdown como única medida para amenizar o impacto da pandemia. “Minha igreja é de classe média. Quem tem sofrido muito é o pessoal de classes mais baixas”, explicou. “O lockdown fere muito o trabalhador, a diarista. O pessoal das classes média e alta não sentem tanto. Vão fazer como você e eu: home office.”

Ele sugeriu: “Lockdowns causaram o desastre na economia, não vejo como podem ser a cura dela. Talvez se tivéssemos usado desde o início lockdowns verticais e localizados, medidas sanitárias já comprovadas e educado a população para usá-las, quem sabe salvaríamos o mesmo número de pessoas sem destruir seus empregos e sanidade mental no processo”.

Leia mais:  Mais cristãos praticantes estão se desligando da igreja durante a pandemia, revela pesquisa
publicidade

Mundo Cristão

“Os cristãos precisam orar, pois o julgamento de Deus está vindo”, diz Franklin Graham

Publicado

O evangelista apontou que a pandemia é um dos sinais dos fins dos tempos.

O evangelista Franklin Graham, filho do mais maior influenciador de todos os tempos, Billy Graham, disse durante uma entrevista na rádio Todd Starnes que os cristãos precisam buscar a interferência de Deus perante a crise que o mundo vive na política, economia e sociedade.

“O que aconteceu politicamente [nos Estados Unidos] é uma vergonha, o que aconteceu nas últimas eleições. Está errado, mas aconteceu. Eu simplesmente acredito que a única esperança para nossa nação é Deus”, afirmou ele.

Continuando ele alerta aos cristãos para que se ajoelhem e orem a Deus para que Ele intervenha de alguma forma e salve o mundo, ou “nos dê mais tempo porque eu acredito que o julgamento de Deus está chegando.”

Graham achou relevante um fato que aconteceu na quinta-feira passada, que um grupo de legisladores propôs aumentar os juízes da Suprema Corte dos EUA de 9 para 13, adicionando 4 membros para acabar com a maioria conservadora.

Jesus está voltando

Ano passado o evangelista liderou um movimento de oração pelos EUA, intitulado “Decision America Tour”, e deseja fazer outro ainda este ano.

Dentre as preocupações de Graham está a de que o mundo não volte como era antes da pandemia da covid-19, principalmente por causa do controle generalizado dos burocratas aproveitando da situação mundial atual.

“Nós vemos o mundo inteiro, nação após nação fechando. É assustador quando você vê o que está acontecendo. Mas, ao mesmo tempo, eu li as últimas páginas da história. Eu sei o que Deus vai fazer e Seu Filho está voltando; e Ele vai estabelecer Seu reino aqui nesta terra”, disse o evangelista.

Por último, o CEO da Samaritan’s Purse, disse que o trabalho missionário não parou, e precisa continuar nesses tempos sombrios: “Estamos ocupados, mas ao mesmo tempo, aconteça o que acontecer, a Bolsa do Samaritano sempre responderá e faremos em nome de Jesus!”, afirmou Franklin.

Leia mais:  Evangélicos confiam em líderes religiosos e policiais, mas são céticos em relação a jornalistas
Continue lendo

Mundo Cristão

Cego chora e louva a Deus após ter visão recuperada

Publicado

Idoso se emociona e agradece a Deus pela vida do médico que foi instrumento para recuperar a sua visão.

Depois de quase 20 anos sem enxergar por causa da catarata, um senhor das Filipinas, de 65 anos, cego, se emocionou depois de recuperar a sua visão em uma cirurgia de apenas sete minutos.

A operação ocorreu em 12 de março, no International Eye Center, uma clínica que fica na província de Pampanga, após a cirurgia o paciente voltou a enxergar e agradeceu a Deus por poder ver novamente.

Para que a operação fosse possível, o senhor, teve que contar com apoio de doações e também com uma instituição de caridade.

Noel Lacsamana, o médico que o operou disse que: “Foi um momento muito especial. O paciente conseguiu enxergar novamente depois de todos aqueles anos”, e parabenizou o homem que ficou 19 anos sem poder enxergar.

Um agradecimento especial ao Senhor

O paciente apertou fortemente a mão do Dr. Noel, o abraçou, agradeceu a ele e depois olhou para o seu e disse: “Meu Senhor, obrigado por abrir meus olhos”.

Para o homem que estava cego, ver era uma coisa muito distante, mas ele acredita que Deus usou a vida do médico para que ele pudesse voltar a enxergar novamente.

Sua esposa contou que eles ouviram falar do médico por meio de um programa de rádio, e foi através disso que a esperança acendeu em seu coração.

O médico que está a 16 anos na profissão, disse que abriu a sua própria clínica depois de trabalhar em grandes hospitais e que 60% dos seus pacientes são casos de caridade que ele faz para retribuir a bolsa integral que ganhou para estudar medicina.

 

Leia mais:  Pastor critica Eduardo Leite: “Está brincando com as igrejas”

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana