conecte-se conosco


Política e Governo

Ferramenta permite calcular gasto anual com locação de veículos em órgãos públicos

Publicado

O Portal de Serviços Corporativos da Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) lançou uma funcionalidade para auxiliar gestores de secretarias e autarquias a tomarem a melhor decisão quanto à locação de veículos ou utilização de aplicativos de transporte de passageiros para deslocamento de servidores no atendimento de demandas administrativas e na prestação de serviços à população.

Na calculadora “Locado ou App?” é possível inserir os dados dos contratos de locação, gasto com combustível, salário do motorista e quilômetro rodado e compará-los com os dos contratos para prestação de serviços de transporte por aplicativo. A análise projeta quanto seria o gasto anual com a locação.

A ferramenta pode ser acessada por toda a população através do site  Serviços Corporativos, no link Deslocamentos  e também por gestores de todas as esferas, não somente do Poder Executivo Estadual, que têm a possibilidade de fazer as consultas dos respectivos órgãos para tomada de decisão ou mesmo para controle da qualidade do gasto público.

No caso do Poder Executivo Estadual, o uso do transporte por aplicativo foi ampliado em agosto de 2019, com o novo contrato firmado pela Seger com a Brazil GO Tecnologia e Serviços – EPP, vencedora da última licitação. De acordo com dados da Gerência de Serviços Corporativos (Gecor) da Seger, em 2019 foram feitas 13.464 corridas, com quilometragem média de 9,82 km e tíquete médio de R$ 23,95. Atualmente, a frota de veículos locados é de 439, no total.

Leia mais:  Governo do Estado inicia trabalho de elaboração do projeto de restauro e modernização do Teatro Carlos Gomes

A ampliação deste serviço – destinado ao deslocamento de servidores no atendimento de demandas administrativas – possibilitará a redução gradual da frota locada. Para efeitos de comparação, o custo do quilômetro rodado do aplicativo ofertado pela empresa vencedora da licitação é de R$ 2,36, enquanto o locado é de aproximadamente R$ 4,80.

Para a secretária de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, a calculadora é um elemento que facilita a convicção do gestor pelo menor custo. “Para cada veículo locado são necessários três contratos diferentes, sendo um de locação, um de abastecimento e o do motorista, com um servidor responsável por cada um deles. Já o transporte por aplicativo substitui essas três contratações por apenas uma. Cabe ao gestor usar a ferramenta para aferir o que é mais vantajoso para seu órgão”, salienta.

publicidade

Política e Governo

Twitter do governador Renato Casagrande é hackeado

Publicado

O perfil ganhou um novo nome: 1inh Network, e fez o primeiro tuíte na página por volta das 18h12

A conta da rede social Twitter, do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, foi hackeado na tarde desta quinta-feira (18). O perfil ganhou um novo nome: 1inch Network, e fez o primeiro tuíte na página por volta das 18h12. 

Por volta das 18h38, o perfil foi recuperado, já com a foto do chefe do Executivo estadual, e os tweets feitos pelos criminosos, apagados.

A reportagem acionou a assessoria do governador para saber se algo já havia feito a respeito da invasão ao seu perfil.

Por meio de nota, a assessoria do socialista se limitou a dizer: “tão logo percebemos que a conta foi hackeada, iniciamos o processo e recuperamos o acesso”.

Leia mais:  ALES vota contra extinção de comarcas; OAB-ES comemora resultado
Continue lendo

Política e Governo

Pesquisa Ipec governo ES: Casagrande tem 52%; segundo lugar tem empate técnico

Publicado

Levantamento foi feito com 608 entrevistados face a face entre 14 e 16 de agosto e tem margem de erro de quatro pontos

Pesquisa Rede Gazeta/Ipec para as eleições para governo do Espírito Santo, divulgada na quarta-feira (17), traz o atual governador Renato Casagrande (PSB) à frente com 52%.

Na sequência, aparecem, empatados tecnicamente, Carlos Manato (PL) com 10%; Audifax Barcelos (Rede), 7%; e Guerino Zanon (PSD), 5%.

Capitão Vinicius Sousa (PSTU), com 2%, também está empatado tecnicamente com os candidatos na segunda posição. No caso de Manato, segundo mais citado, Sousa empata no limite da margem de erro, que é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Aridelmo Teixeira (Novo) e Cláudio Paiva (PRTB) têm 1% cada. Os que dizem que irão votar em branco ou anular somam 11%. A proporção dos que não sabem ou preferiram não responder é de 11%.

Foram entrevistadas 608 pessoas face a face entre os dias 14 e 16 de agosto. A margem de erro é de quatro pontos percentuais. O levantamento tem 95% de confiança. Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

Leia mais:  Governo do Estado inicia trabalho de elaboração do projeto de restauro e modernização do Teatro Carlos Gomes

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo ES-09385/2022.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para governador do Espírito Santo

  • Renato Casagrande (PSB) – 52%
  • Carlos Manato (PL) – 10%
  • Audifax Barcelos (Rede)- 7%
  • Guerino Zanon (PSD) – 5%
  • Capitão Vinicius Sousa (PSTU) – 2%
  • Aridelmo Teixeira (Novo) – 1%
  • Cláudio Paiva (PRTB) – 1%
  • Branco/Nulo – 11%
  • Não sabem/Não responderam – 11%

Senado

A Quaest também fez simulações para a disputa do Senado. O ex-senador Magno Malta (PL) lidera a disputa com 29%, seguido pela senadora Rose de Freitas (MDB), candidata à reeleição, com 22%.

Intenção de voto estimulada para senador pelo Espírito Santo

  • Magno Malta (PL) – 29%
  • Rose de Freitas (MDB) – 22%
  • Carone (Agir) – 5%
  • Erick Musso (Republicanos) – 4%
  • Gilberto Campos Coletiva (PSOL) – 2%
  • Nelson Junior (Avante) – 1%
  • Felipe Skiter (PSTU) – 1%
  • Branco/Nulo – 17%
  • Não sabe/Não respondeu – 18%

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana