conecte-se conosco


São Mateus

Festival Brasileiro da Pimenta-Rosa será realizado em São Mateus

Publicado

O 1º Festival Brasileiro da Pimenta-Rosa será realizado em São Mateus, no norte do Espírito Santo. A iniciativa é do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e da Associação de Produtores e Extrativistas de Aroeira do Espírito Santo (Nativa), com o apoio e patrocínio de diversos parceiros. O Festival vai acontecer nos dias 03, 04 e 05 de junho, na Comunidade do Nativo, em Barra Nova, São Mateus.

A programação abrange demonstrações de processos de beneficiamento e extração do óleo da pimenta-rosa e mel de aroeira; Dia de Campo de boas práticas e agregação de valor; oficina de biofertilizantes, entre outros. O Festival também vai contar com mesa-redonda, debates, palestras, atividades lúdicas, demonstração de produtos, entrega de material didático, abordagens sobre recomendações técnicas da aroeira, entre outras atrações.

A coordenadora de Recursos Naturais do Incaper e organizadora do evento, Fabiana Ruas, ressaltou que o Festival vai proporcionar visitas em áreas de produção e aulas de culinária, além de degustações de produtos da gastronomia local com uso de pimenta-rosa. Haverá ainda a atualização sobre a Indicação Geográfica (IG) Pimenta-Rosa São Mateus e as inaugurações da sede da Associação Nativa e da Unidade Coletiva de Extração de Óleos e Coprodutos da Aroeira e outras espécies.

“Esse é o primeiro evento que nós temos conhecimento no País. Esperamos que seja um marco não só para o Espírito Santo, mas também para o Brasil. O Estado é referência nessa cultura e nós somos procurados por outras instituições do Brasil inteiro e até de fora. Convidamos todos os produtores de pimenta-rosa e os interessados na atividade a participarem do evento. O Festival vai ser uma oportunidade para troca de experiências e contatos, com a proposta de melhorarmos ainda mais toda a cadeia produtiva e unir todos os elos para evoluirmos cada vez mais”, ressaltou Fabiana Ruas.

Leia mais:  Covid-19: São Mateus vacina público acima dos 60 anos neste sábado

A comunidade do Nativo, em São Mateus, onde está localizada a sede da Associação de Produtores de Aroeira do Estado do Espírito Santo (Nativa), é o berço da pimenta-rosa, segundo Fabiana Ruas. “A Associação já apresentou bons resultados em termos de produtividade e de qualidade do produto final, além de, ao longo dos últimos anos, contar com iniciativas inovadoras para o desenvolvimento de diversos produtos, como óleo essencial, hidrolatos, pomadas e repelentes naturais, entre outros, utilizando produtos e resíduos da matéria prima (pimenta-rosa) produzida pela própria associação”, complementou.   

“O Incaper desenvolve pesquisas e ações em extensão rural e assistência técnica há alguns anos na cadeia produtiva da pimenta-rosa. Há pelo menos 15 anos, nós acompanhamos essa cadeia produtiva. Temos um grupo de trabalho no Instituto da Aroeira (GT Aroeira) e percebemos a maturidade do grupo, semelhante ao período de maturação dos frutos da pimenta-rosa. Nós chegamos a um ponto de maturidade e maturação ideal para realizar um evento como este”, destacou Fabiana Ruas.

Pesquisas e investimentos para pimenta-rosa

O projeto Biomas Mata Atlântica, coordenado pelo Incaper, realizou diversas ações em prol do cultivo da Aroeira, árvore nativa da Mata Atlântica e que tem como fruto a pimenta-rosa. O cultivo e a avaliação da qualidade da pimenta-rosa evidenciaram uma cultura que gera renda e está aliada à preservação ambiental, um dos resultados inéditos do projeto para o País. O projeto foi desenvolvido pelo Incaper, em parceria com a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) – Florestas. 

Leia mais:  Aprovadas mais 14 indicações ao Executivo

“A pimenta-rosa começou a ser pesquisada de fato como cultura agrícola, a partir do projeto Biomas/ Mata Atlântica, que fui coordenadora. Com esse projeto, foi possível a realização de atividades como os cursos, dias de campo e diversas outras, com os produtores rurais e parceiros. Pesquisamos o manejo dessa espécie, como cultivar, plantar, adubar, fazer poda e muito mais, a partir do projeto Biomas”, explicou Fabiana Ruas.  

Outros projetos de pesquisa e desenvolvimento sobre a pimenta-rosa estão sendo conduzidos em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) e a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

O Banco de Projetos da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), com investimento da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), vai contratar o projeto Aroeira do Incaper, com o aporte de cerca de R$ 600 mil. O projeto está em fase de liberação de recurso para investimento de ações na cadeia produtiva da pimenta-rosa.

Confira a programação completa do 1º Festival Brasileiro da Pimenta-Rosa.

publicidade

São Mateus

Oficina de educação ambiental acontece em São Mateus

Publicado

O Grupo de Trabalho responsável pela construção da Política Municipal de Educação Ambiental (PMEA – Decreto nº 13.873/2022), promove na próxima terça-feira (05), às 18h30, no Centro Comunitário Daniel Comboni, a segunda oficina participativa para a construção da política. São convidados os moradores dos seguintes bairros: Alvorada, Aroeira, Ayrton Senna, Parque das Brisas, Vila dos Ventos, Bonsucesso, Colina, São Miguel, Litorâneo, Jambeiro, Villages, Morada do Lago, Nova São Mateus, Novo Horizonte, Santa Tereza (Ponte), Santo Antônio, São Pedro, Vila Nova, Vila Verde e Vitória.

Segundo a organização, as oficinas são espaços para que a população tenha oportunidade de trazer propostas sobre Educação Ambiental. “Os participantes são convidados a refletir qual a Educação Ambiental que eles pensam para o Município. Depois, divididos em grupos por temas, identificam as potencialidades e fragilidades de cada um, a fim de fazer propostas para a PMEA. Até o final do ano, o Grupo, junto aos delegados eleitos em cada oficina, proporá uma minuta de Projeto de Lei que será validada em audiência pública, para então, a Prefeitura, encaminhar à Câmara para aprovação” – detalha Nóslen Motta de Andrade, coordenador do Grupo de Trabalho.

Leia mais:  Covid-19: São Mateus vacina público acima dos 60 anos neste sábado

AGENDA DE OFICINAS

Ao todo o município realizará nove oficinas. A próxima acontece no dia no dia 26 de julho onde serão ouvidos os professores das Redes de Ensino Municipal, Estadual e Privada, a partir das 14h, no Auditório do Batalhão da PM.

Continue lendo

São Mateus

Paulo Fundão: “São Mateus tem tudo para ser o Eldorado do Norte”

Publicado

São Mateus – À espera da assinatura, a qualquer momento, da ordem de serviço para a construção do Complexo de Saúde do Norte, que inclui o novo Hospital Roberto Silvares, o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Fundão, é só gratidão ao governador Renato Casagrande. Ao participar da recepção ao chefe do Executivo Estadual, sábado (25), em Guriri, Paulo Fundão destacou o ambiente de harmonia que voltou a imperar no Município, fruto da convergência dos vereadores e do prefeito Daniel Santana para o desenvolvimento de São Mateus e o bem-estar da população mateense.

Em pronunciamento na sessão de terça-feira (28), o presidente da Câmara reiterou os agradecimentos a Casagrande pela liberação do pacotão de obras para São Mateus, cujo investimento supera R$ 80 milhões, e também o anúncio previsto para esta semana do início das obras do Complexo de Saúde do Norte, com investimento próximo de R$ 300 milhões.

“São Mateus tem tudo para ser o Eldorado do Norte, para ter aquilo a que faz por merecer. Isso é de extrema felicidade pra mim. Desde antes da minha eleição, sempre preguei a união para conseguirmos juntos o desenvolvimento do nosso Município” – enfatiza Paulo Fundão. O presidente da Câmara entende que os investimentos do Governo do Estado demonstram que o Parlamento Municipal trilha o caminho certo, “junto com o prefeito Daniel Santana, chefe do Executivo, em harmonia e convergência em prol da sociedade mateense”.

Paulo Fundão lembra ainda que esse ambiente de tranquilidade construído pela Câmara Municipal na atual legislatura contribuiu decisivamente para o Município registrar um superávit de mais de R$ 50 milhões em 2021 e com estimativa de novo superávit de R$ 70 milhões em 2022. “Tudo isso vai se juntar aos investimentos que o governador anunciou para se transformar em obras em benefício do povo de São Mateus”.

Ao agradecer também a vice-governadora Jacqueline Moraes, os deputados Marcelo Santos, Alexandre Quintino, Freitas, Marcelo Santos e Da Vitória (federal), entre outros, e à senadora Rose de Freitas, Paulo Fundão lembrou que o pacotão de R$ 80 milhões em obras tem conquistas dos vereadores, em articulações diretas com as secretarias estaduais instaladas em Vitória, em benefícios dos mateenses da área urbana e também de comunidades rurais.

“Hoje podemos afirmar categoricamente que São Mateus será um canteiro de obras. Com harmonia entre todos os 11 vereadores, este Parlamento soube lidar com as tempestades e deu a estabilidade política que o Município há muito tempo não via. Passamos por momentos turbulentos, mas Deus nos deu cautela. Tenho orgulho de todos os vereadores. Todos trabalharam para o Município prevalecer acima das divergências. Este parlamento vai deixar um legado” – completou o presidente da Câmara.

COMPLEXO DE SAÚDE

Leia mais:  São Mateus segue em risco alto pelo Mapa de Risco Covid-19

Com ordem de serviço prevista para esta semana, o Complexo de Saúde do Norte terá investimento de R$ 300 milhões e reunirá diversos serviços de saúde, além de um hospital geral com 260 leitos. Nele funcionará um novo Centro Regional de Especialidade (CRE), uma nova Farmácia Cidadã Estadual, o novo Hemocentro Regional e a nova sede da Superintendência Regional de Saúde Norte. Com previsão de conclusão para o final de 2025, será erguido no Km 71 da rodovia BR-101, numa área de 80.822 metros quadrados próximo do CDP.

CONHEÇA O PACOTÃO DE OBRAS PARA SÃO MATEUS

Ao destacar São Mateus como município-polo da região, o governador Renato Casagrande agradeceu ao presidente Paulo Fundão e aos demais parlamentares mateenses pelo apoio ao desenvolvimento. Casagrande reforçou que, com essa compreensão, “quem investe em São Mateus, investe em todo o norte capixaba”.

E mesmo com o pé machucado, o governador mostrou desenvoltura para inflar a autoestima dos mateenses no anúncio do pacotão de obras, que beneficia os quatro cantos do Município de São Mateus. A cereja do bolo foi a autorização para o início das obras de macrodrenagem de Guriri. Mas foram autorizados também repasses para construção de quatro unidades básicas de saúde, reforma e ampliação de escolas, além de obras de calçamento rural e novos equipamentos esportivos.

As obras de macrodrenagem no balneário de Guriri terão galerias de concreto, proporcionando um escoamento mais eficiente das águas pluviais, direcionando-as para o Rio Mariricu. Serão construídos 4.170 metros de galerias de drenagem, além da pavimentação de três avenidas de Guriri, com investimento de R$ 33 milhões.

Também foi assinado um convênio para obras de pavimentação das Avenidas Barão do Rio Branco e Barão de Timbuhy, das ruas Othovarino Duarte dos Santos, Zenor Pedrosa Rocha, Nicanor Motta, Henrique Ayres, Salvador Cardoso, Roberto Arnizaut Silvares, Eugênio Neves Cunha, Wallas Batista de Oliveira, Américo Silvares, Travessa Silvares e Dr. Ademar de Oliveira Neves e da Avenida Fernando Jogaib, todas localizadas no Bairro Nova São Mateus. Nesta ação, o valor do investimento é de R$ 7,5 milhões.

Leia mais:  Paulo Fundão confia em ajuda de Casagrande para construção de barragem no Bamburral

Além disso, o Município receberá seis caminhões-pipa, no valor total de R$ 2,42 milhões. O Programa de Calçamento Rural deve mudar a realidade de cinco comunidades rurais: Paulista, Nova Lima, Gameleira, Nativo e São Miguel. Além disso, foram assinadas ordens de fornecimentos de cinco pontes rurais e equipamentos agrícolas, além do anúncio do edital para o projeto da Barragem Bamburral. O valor total desses investimentos é de R$ 3,6 milhões.

Por meio do Fundo Cidades, o Governo do Estado vai transferir R$ 7,84 milhões para o Fundo Municipal de Investimentos de São Mateus, para serem aplicados na pavimentação de ruas e avenidas no Bairro Liberdade, bem como na revitalização da pavimentação da Rua Antônio Costa Leal, mais conhecida como Ladeira da Rua 40, no Forno Velho (Cohab); e para a perfuração de poço artesiano em Itauninhas.

O Município vai receber ainda R$ 150 mil para a aquisição de equipamentos, recursos tecnológicos e mobiliários para o polo da Universidade Aberta do Brasil. Ainda na educação, São Mateus terá o repasse de R$ 6,6 milhões, por meio do Funpaes, para reforma e ampliação das escolas municipais de ensino fundamental Dora Arnizaut Silvares (Caic), Herinéa Lima Oliveira e Maria Aparecida dos Santos Silva Filadelfo.

Na área da saúde, o governador Renato Casagrande anunciou o repasse de R$ 5,58 milhões para a construção de quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS), localizadas nos bairros Morada do Ribeirão, Guriri Sul, Aviação e Parque das Brisas.

Na oportunidade, foram assinadas ainda as ordens de serviço para a construção de um Campo Bom de Bola no Bairro Bom Sucesso e uma Praça Saudável no Bairro Vila Nova, além do acordo de cooperação técnica para a revitalização do campo do Bairro Carapina. Esses investimentos estão avaliados em R$ 2,2 milhões.

(Com informações da Secom-ES)

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana