conecte-se conosco


Camisa 10

Flamengo não precifica Pedro e aguarda janela de olho em situação de Gabigol

Publicado

Clube confia em situação financeira sólida para não ceder a qualquer pressão

O Flamengo está respaldado por um contrato até o fim de 2025 com Pedro e ainda tem parcelas a pagar à Fiorentina até o ano que vem pela compra do jogador. Se houver a oportunidade de vender o centroavante, o que o clube não vê como necessário, ela será analisada no meio do ano.

A diretoria tratou o discurso em tom de desabafo do atacante mais como um recado para os críticos que tentam opinar sobre os rumos da carreira. E não como um ameaça de saída, ou de que o atleta está insatisfeito com o clube e com o técnico Paulo Sousa.

No entendimento dos dirigentes, ainda não há necessidade de aceitar a transferência do jogador, que no começo do ano esteve no radar do Palmeiras. Na ocasião, houve uma sondagem para pagar 20 milhões de euros , mas o Flamengo não quis nem abrir negociações, já que confia em situação financeira sólida.

Após marcar um gol na vitória sobre o Altos-PI, Pedro falou sobre seu momento. E mudou sua postura.

– O que será daqui pra frente? Não consigo prever. Uma coisa é certa: minha dedicação e empenho com essa camisa serão sempre íntegros. Pela instituição e seus torcedores, que me abraçaram desde o meu primeiro dia. Tenho meus sonhos e objetivos pessoais. Para realizá-los, não preciso ser antiprofissional. Vou seguir 100% no Flamengo até quando for para ser – afirmou Pedro.

O jogador dá a entender que a continuidade no Flamengo agora é uma incógnita. Tudo vai depender se chegarão propostas, como vai estar a utilização dele no clube nesse cenário. Situação que agora não dá para prever. Se chegar uma proposta ele vai analisar junto com o Flamengo o que é melhor, sem forçar saída, mas também pensando em seus sonhos e objetivos. Que incluem, é claro, ser um jogador que jogue mais, para ser reconhecido no clube e na seleção brasileira.

Leia mais:  Cristiano Ronaldo chega no CT com quatro horas de antecedência

Gabigol tem mais mercado

A oferta do Palmeiras em fevereiro foi vista internamente como vantajosa, mas descartada por se tratar de um rival brasileiro. A outra razão para negar a possibilidade antes e até agora é que o atacante titular, Gabigol, tem sondagens da Espanha e Inglaterra e mais mercado no exterior para que algo concreto chegue na próxima janela. Apesar da operação não ser simples nem barata. Em caso de venda, Pedro teria a sequência que deseja.

Não há por parte do Flamengo um preço estipulado que o faça vender Pedro, apenas uma conta em função do que o clube investiu. A análise do mercado sobre um atleta que custou 14 milhões de euros em 2020 como Pedro indicam a necessidade de venda por pelo menos 12 milhões de euros para que se recupere o valor depois de duas temporadas, e a três anos do fim do vínculo.

No Flamengo, o discurso de que Pedro só sairia pela multa, de cem milhões de euros, é teórico. Na prática, a oferta do Palmeiras já havia sido além do necessário. Como não joga com frequência, Pedro não se valoriza o suficiente para atrair olhares do exterior.

Em sua operação de compra, há R$ 36.758 milhões ainda em aberto para serem pagos à Fiorentina, de um total de R$ 102.641 milhões gastos entre direitos econômicos e intermediação. Se for vendido, o atacante faria o Flamengo economizar três anos e meio de salário, fora o valor devido ao clube italiano, que poderia ser repassado a quem comprar.

Leia mais:  Olimpíadas serão realizadas ‘com ou sem covid-19’, diz vice-presidente do COI

No entanto, a situação financeira do clube permite resistir mais tempo. O Flamengo tem a pagar R$ 181,8 milhões por aquisição de atletas, sendo R$ 87,3 milhões referentes à compra de jogadores no curto prazo (próximos 12 meses a partir de março 2022), e R$ 94,5 milhões parcelados de abril 2023 em diante.

Por outro lado, há R$ 127,6 milhões a receber pela saída de atletas, sendo R$ 57,8 milhões no curto prazo e R$ 69,8 milhões no longo prazo. A balança aponta R$ 29,5 milhões em valores a pagar maior que a receber.

A diretoria diz que há reservas para amortecer essa lacuna, mas o objetivo não é usá-las, mas sim preservar esse “colchão” para momentos de crise ou para oportunidades únicas de investimento.

Hoje, o décifit total do clube no primeiro trimestre de 2022 é de R$ 63,6 milhões, mas o momento inicial da temporada é sempre o de menor aporte financeiro.

Fato é que Pedro ainda não deu o retorno esperado em campo que justifique o alto investimento. Com a valorização do euro, a operação que custaria R$ 64 milhões passou para R$ 87 milhões em 2020. Com as comissões e luvas, chegou a R$ 102 milhões. É o atleta mais caro do elenco rubro-negro, porém reserva, com menos da metade dos minutos jogados por Gabigol.

publicidade

Camisa 10

Lane Matos vence mundial de futvôlei na Áustria

Publicado

Contemplada pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), a jogadora de futvôlei Lane Matos, ao lado da parceira Rayana Servare, conquistou o World Challenge 2022, campeonato mundial da modalidade, no último domingo (26), na cidade Graz, Áustria.

Lane Matos, que já acumula seis títulos de campeã brasileira, fez bonito mais uma vez e subiu ao topo do pódio mundial, trazendo mais um ouro para as terras capixabas. “Obrigado a todos aos nossos patrocinadores, incluindo o Bolsa Atleta, torcedores, amigos, seguidores e familiares pela torcida e orações”, agradeceu a jogadora após a conquista.

Contudo, o Estado não foi destaque no último fim de semana apenas no futevôlei. Mais bolsistas subiram ao pódio em outras modalidades, como foi o caso do Pan-Americano U-17 Wrestling, que ocorreu em Buenos Aires, na Argentina, e contou com três capixabas medalhistas contemplados pelo Bolsa Atleta: Roger Emerson, de 17 anos, levou a prata na categoria 55kg, estilo livre, e as irmãs Emilly dos Santos, 15 anos, e Stefany dos Santos, 17, trouxeram medalhas de bronze nas categorias de 53kg e 61kg, estilo livre feminino, respectivamente.

Leia mais:  Taça Verão: campeonato promete agitar o esporte nas manhã de domingo em Linhares

“O papel da Sesport para essas conquistas foi de fundamental importância. A gente tinha técnica, treinava bastante, mas não tínhamos apoio para estar nas competições. Quando os meninos foram contemplados com a Bolsa, deu-se um começo grandioso para que a gente conseguisse chegar até as conquistas de hoje”, destacou o técnico dos lutadores, Vinicius Silva.

Taekwondo

Já em terras brasileiras, o bolsista Fellipe Almeida Rabello foi campeão brasileiro de taekwondo, pela primeira vez, em Florianópolis. Ele enfrentou outros 17 competidores de sete estados na chave em que disputou, sendo que a vitória veio contra Gustavo Noia Ramos, do Rio de Janeiro. Agora, a dedicação vai estar concentrada no Open, na Argentina. “O benefício que recebo da Sesport me dá possibilidade de participar dessas e outras competições e trazer mais títulos para o nosso Estado”, disse o atleta.

Também no Brasil, Bruno Conde foi campeão de karatê no Open Nacional, que foi realizado em Brasília, Distrito Federal. “Estou feliz em continuar a fazer e evoluir no esporte que tanto amo e, mais ainda, pelas pessoas que estão comigo na minha trajetória”, comentou Bruno Conde.

Leia mais:  Empresário revela que foi contra volta de Schumacher à F1 com 41 anos: "Michael falhou"

Bolsa Atleta

O edital atual do programa Bolsa Atleta está beneficiando 151 atletas e paratletas de alto rendimento, 30 a mais que o ano anterior, alcançando um recorde no número de bolsas concedidas. O auxílio financeiro mensal varia conforme a categoria do atleta no edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico). O investimento total da Sesport no programa é de R$ 2,3 milhões.

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além da aquisição de material esportivo.

Continue lendo

Camisa 10

Campeonato Municipal de Futebol Amador prossegue em Jaguaré

Publicado

Campeonato segue para terceira rodada; Prefeitura faz homenagem a ex-secretário Jairo Meira, que dá nome ao troféu de campeão

O Campeonato Municipal de Futebol Amador de Jaguaré, realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria de Esportes, teve prosseguimento neste domingo, 26, com quatro partidas nas categorias Principal e Aspirante. O destaque da rodada ficou por conta do clássico entre JP e Cruzeiro, que terminou com a vitória do Cruzeiro por 2 x 0 sobre seu grande rival. Na categoria Aspirantes, o JP venceu por 2 x 1.

O campeão do Municipal deste ano vai receber o Troféu “Jairo Meira”, uma homenagem ao radialista, desportista e ex-secretário de Esportes de Jaguaré falecido no dia 23 de maio. Na opinião do prefeito Marcos guerra, uma homenagem justa ao ex-secretário.

“O Jairo Meira foi um ícone no município. Poucas pessoas se envolveram tanto na promoção dos esportes em Jaguaré enquanto uma forma de resgate e de oportunidades para os jovens. Então o grande campeão do Campeonato Municipal deste ano vai ter o privilégio de levantar o troféu que leva o nome desse incansável batalhador pelo esporte”, ressaltou Marcos Guerra.

Além do clássico do Giral, pela segunda rodada, outros resultados foram:
Juventus 3×1 Flamengo (Aspirante Juventus 4×1 Flamengo);
Boa Vista 1×1 Grêmio Seac (Aspirante 1×0 Grêmio Seac) e
Santa Luzia 2×0 Santa Cruz (Aspirante Santa Luzia 2×2 Santa Cruz).

Leia mais:  Mbappé recusa Real Madrid e renovará com PSG, confirmam jornais da Europa

A próxima rodada será realizada no Estádio Conilon, na quarta-feira, 29, com o confronto entre as equipes do Estrela e Cruzeiro. O jogo entre os aspirantes começa às 18h30 e o jogo principal, às 20h. O campeonato começou no dia 12 de junho, com um jogo em Água Limpa. Na ocasião, pela categoria Principal, o time da casa, Santa Cruz, foi derrotado por 2 x 1 pela Flamengo, de Fátima. Na disputa entre os aspirantes, houve empate em 0 x 0. O complemento da primeira rodada foi realizado no dia 19 e apresentou os seguintes resultados:

JP 1×2 Juventus (Aspirante JP 0x1 Juventus);
Santa Luzia 0x0 Estrela (Aspirante Santa Luzia 3×0 Estrela);
Flamengo 0x1 Cruzeiro (Aspirante Flamengo 0x0 Cruzeiro) e
Grêmio Seac 2×1 Santa Cruz (Aspirante Grêmio Seac 2×0 Santa Cruz).

Regulamento

A competição é disputada por 9 equipes do município, divididas nas categorias Principal e Aspirante, com confrontos únicos entre todos os participantes. Ao final dessa fase classificam-se 4 equipes para as semifinais do campeonato. Na fase semifinal o primeiro joga contra o quarto colocado e o segundo joga contra o terceiro em jogos de ida e volta.

Leia mais:  Olimpíadas serão realizadas ‘com ou sem covid-19’, diz vice-presidente do COI

O time campeão receberá o troféu Jairo Meira e medalhas aos atletas e dirigentes. O vice-campeão receberá troféu e medalhas. O regulamento também prevê medalhas para o artilheiro e para o goleiro menos vazado do Campeonato Municipal de Futebol Amador. Com os resultados desse domingo, 26, a tabela de classificação ficou assim:

Jairo Meira

Nascido em Nova Venécia, Jairo Jair Manoel Meira foi um grande incentivador esportivo no município. Chegou em Jaguaré no início da década de 80. Entre suas realizações, criou uma empresa de sonorização e publicidade, a JVC Publicidades, especializada em sonorização de rua. Jairo também foi diretor da Rádio Ativa por cerca de seis anos.

Jairo era da opinião que “a boa organização municipal na área esportiva dá a muitos jovens a possibilidade de crescerem com dignidade, disciplina e responsabilidade”. Com base nesse pensamento, ao assumir a Secretaria de Esportes a convite do prefeito Marcos Guerra, Jairo se dedicou em liderar uma equipe que tinha – e tem, como meta organizar e multiplicar eventos e competições esportivas.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana