conecte-se conosco


Cidades

Força pela Vida combate mistura de álcool e direção em blitze na Grande Vitória

Publicado

“Eu que ando de moto todos os dias e pego estrada para estudar me assusto com o tanto de imprudência que existe no trânsito. E tenho medo de ser atingido por alguém embriagado, como infelizmente é rotina acontecer.” O relato é do universitário de Santa Maria de Jetibá Uerick Rafael Nogueira, que conduzia um dos 212 veículos que foram abordados pelos agentes que realizaram, na noite dessa quinta-feira (10), a operação Força pela Vida com foco na Lei Seca em pontos dos municípios de Vitória, Serra e Vila Velha. Uerick transitava corretamente, mas a operação constatou, em outras pessoas, a mistura de álcool e direção, além de outras irregularidades. 

Com a colaboração de servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), da Polícia Civil, da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Espírito Santo (Ceturb-ES) e das Guardas Municipais, 107 testes de bafômetro foram efetuados, tendo resultado em três multas por alcoolemia (duas por recusa e uma por constatação). No total, foram aplicadas 52 multas por motivos como a condução de veículo sem estar devidamente licenciado e a de dirigir com a carteira de motorista suspensa. 

Além disso, três pessoas foram presas e liberadas após assinatura de termo circunstanciado junto à Delegacia de Delitos de Trânsito. Duas por violar a suspensão ou a proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor (art. 307 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB) e uma por permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança (art.310 do CTB).

O comandante do BPTran, coronel Glariston Fonseca, avaliou a operação como mais uma ação em prol da vida no trânsito. “Todos os esforços do BPTran são direcionados para a redução de acidentes, e por conseguinte, de vítimas. Neste sentido, a fiscalização com foco na Lei Seca tem um papel fundamental. As penas são severas, podendo culminar na suspensão do direito de dirigir por 12 meses, mas muito além da punição, a consciência da sociedade é essencial. Não podemos aceitar que uma pessoa ingira bebida alcoólica e dirija sob a sua influência, pois este veículo se torna uma arma em potencial”, disse.

O diretor geral do Detran|ES Givaldo Vieira reforçou que o programa Força pela Vida é imprescindível para que o Espírito Santo continue a perseguir a redução de acidentes com vítimas fatais de trânsito. “Temos de nos indignar, sempre, com a perda de vidas nas vias. São situações, que, na maioria das vezes, podem ser evitadas. E é por isso que somamos esforços nestas operações de fiscalização e vamos ampliá-la para inibir condutas erradas, como é a mistura de bebida e direção. A presença das forças nas ruas é fundamental para que todos percebam a necessidade de uma mudança de atitude e cobre isso de familiares, vizinhos, amigos”, salientou Givaldo Vieira.

O delegado titular da Delegacia de Delitos de Trânsito, Maurício Gonçalves, asseverou, ao analisar os resultados da operação, que dirigir sob efeito de álcool é uma atitude perigosa que pode provocar a morte de pessoas. “Ainda há motoristas que não se conscientizaram do risco. Por isso, ações com foco na Lei Seca, como esta, são de extrema importância para que possamos garantir a segurança no trânsito e preservar vidas, acima de tudo.”

Combate à clandestinidade 

Com foco na fiscalização do transporte clandestino de passageiros servidores da Ceturb também abordaram veículos em um dos pontos onde ocorreram a operação Força pela Vida. Segundo o diretor-presidente da Ceturb, Raphael Trés, a importância deste tipo de fiscalização é garantir a segurança do cidadão. “Tanto o transportado quanto os demais motoristas e passageiros que transitam pelas vias são beneficiados, pois transporte regularizado significa veículos mais conservados e menos acidentes nas ruas”, explicou Trés.

Educar para proteger vidas

Abordada em Vitória, a nutricionista Gilsiane Mendonça da Silva, que saia de um bar com o marido e estava em condição regular, destacou que a fiscalização é importante para inibir quem bebe e dirige. “Fiscalizar é fundamental para evitar acidentes, para trazer mais segurança às ruas e rodovias”, salientou Gilsiane, após conversar com agentes de educação de trânsito.

Na mesma linha de pensamento, o secretário de Segurança Urbana de Vitória Fronzio Calheira afirmou que o programa integrado reúne as forças dos órgãos envolvidos para mostrar que estão juntos em um trabalho de educação para corrigir os comportamentos no trânsito que podem vir a ameaçar vida alheias. “Ações como essa são importantes para aumentar a segurança do cidadão e resultar na redução de acidentes e consequentemente salvar vidas”, frisou.

Já o diretor do Departamento de Trânsito da Prefeitura da Serra, Marcos Viana, entende que ações integradas fortalecem, de fato, a fiscalização. “Quem ganha com a integração de forças para educar e fiscalizar os atores do trânsito é a população, que se sente bem mais assistida”, revelou.

“A integração das forças policiais e fiscais são primordiais para busca de um comportamento mais responsável e seguro no trânsito. Essa integração torna o trabalho mais efetivo e ao final, o que se deseja é diminuir o número de vítimas de acidentes no trânsito”, enfatizou o secretário de Defesa Social e Trânsito, coronel Oberacy Emmerich Júnior.

Força pela Vida

Esta foi a décima operação integrada Força pela Vida desde o último dia 05 de julho, quando o programa foi lançado. O objetivo principal da iniciativa é prevenir acidentes buscando a proteção da vida no trânsito. Compõem o Comitê Integrado que planeja e executa as operações: Detran|ES; Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp); Corpo de Bombeiros; Polícia Militar; Polícia Civil; Secretaria de Estado da Saúde (Sesa); Guardas Municipais; Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Conselho Estadual de Trânsito (Cetran); Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-ES) e Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros (Ceturb-ES).

Abaixo os dados completos da Operação “Força pela Vida” dessa quinta-feira (10):

Veículos abordados: 212 

Testes de alcoolemia: 107

Autos de infração: 52

Autos de alcoolemia: 03

CNHs recolhidas: 05

Presos/detidos: 03

Leia mais:  Detran emite novo documento eletrônico que unifica Licenciamento e Propriedade do Veículo
publicidade

Cidades

Após Justiça manter suspensão das aulas presenciais no ES, pais voltam a protestar em Vitória

Publicado

Os manifestantes se reuniram na frente do TJES, onde colocaram cadeiras escolares, com balões pretos amarrados, além de faixas e cartazes

Um grupo de pais de estudantes voltou a se manifestar, nesta quinta-feira (22), em Vitória, a favor do retorno das aulas presenciais no Espírito Santo. Os manifestantes se reuniram na frente da sede do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), na Enseada do Suá, onde colocaram carteiras escolares, com balões pretos amarrados, além de faixas e cartazes pedindo a volta das aulas.

Na última terça-feira (20), a juíza Sayonara Couto Bittencourt, da 4ª Vara da Fazenda Pública de Vitória, concedeu uma liminar que considerava como atividades essenciais as aulas presenciais e permitia o retorno delas em todos os municípios, mesmo os classificados no risco extremo e alto, onde essa atividade não está permitida.

No entanto, o governo do Estado recorreu, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e, na quarta-feira (21), o desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa, presidente do TJES, suspendeu a decisão da magistrada.

A manifestação desta quinta-feira é promovida pelo Movimento Pais Pela Educação ES, que, na última segunda-feira (19), já havia realizado um protesto semelhante, dessa vez em frente à sede da Assembleia Legislativa. Segundo Bárbara Campos Fernandes, que faz parte do movimento, o ato teve início por volta das 15 horas e durou cerca de duas horas e meia.

“Hoje o intuito foi mostrar nossa indignação com o Tribunal de Justiça, que derrubou a liminar que a juíza deu, permitindo o retorno às aulas. Vamos realizar uma nova manifestação no sábado (24), a partir das 9 horas, quando sairemos em carreata da frente da Praça do Papa”, disse.

Leia mais:  Seag disponibiliza cartilha sobre prevenção do novo Coronavírus na colheita do café 2021
Continue lendo

Cidades

Suzano lança programa de Mudanças Climáticas na Cadeia de Valor focado nos fornecedores  

Publicado

Primeira etapa do projeto contará com a parceria do CDP 

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, acaba de lançar o Programa de Mudanças Climáticas na Cadeia de Valor, cujo foco será engajar os fornecedores na mensuração, transparência de dados, definições de metas e avaliação de riscos e oportunidades relacionados às mudanças climáticas. 

Como parte da estratégia de Mudanças Climáticas, a Suzano possui metas de longo prazo que preveem a captura de 40 milhões de toneladas equivalentes de carbono da atmosfera e a redução, em 15%, das emissões específicas das operações nos escopos 1 e 2 até 2030. E embora já capture da atmosfera mais CO2 (carbono) do que emite com suas operações, a Suzano entende que é necessário um amplo esforço colaborativo para que se possa superar os desafios impostos pelas mudanças climáticas. Dessa forma, é natural e primordial envolver os fornecedores neste esforço. 

 “Reduzir as emissões de gases do efeito estufa é essencial para o planeta e acreditamos que é nosso papel olharmos além das nossas operações. Por essa razão, auxiliaremos nossos parceiros na identificação de oportunidades para conseguirem resultados ambientais ainda mais expressivos”, afirma Viviane Danemberg, Gerente Executiva de Suprimentos da Suzano. 

Como parte desta iniciativa e com o objetivo de apoiar os fornecedores nessa jornada, foi firmada parceria com o CDP, uma organização internacional independente que fornece o maior e mais completo sistema de avaliação de impacto e divulgação de dados ambientais.  

O projeto Mudanças Climáticas na cadeia de Valor foi lançado no dia 16 de abril. A primeira etapa é o engajamento de parceiros para que acessem a plataforma do CDP e reportem os dados relacionados a clima. O mapeamento dessas informações é essencial para que as empresas possam medir o impacto de suas atividades e, posteriormente, estabelecer metas para melhorar seu desempenho. Para além da mensuração de impactos, o programa também possibilitará a ampliação do conhecimento no tema dentro da cadeia de valor, com consequente amadurecimento da gestão de emissões e da estratégia climática por parte dos fornecedores. 

“Essa parceria ressalta o compromisso da Suzano em ser agente protagonista e transformador no desenvolvimento de soluções sustentáveis​, que contribuam para solucionar os desafios da sociedade. Temos certeza que nossos parceiros estarão ao nosso lado no combate à crise climática”, complementa Cristiano Resende de Oliveira, Gerente Executivo de Sustentabilidade na Suzano. 

Além desta iniciativa, a Suzano também está desenvolvendo outras ações voltadas para práticas sustentáveis na cadeia de fornecedores, que serão divulgadas no decorrer de 2021.  

Sobre a Suzano 

A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br 

Leia mais:  Tecnologia inédita no País vai mostrar lotação em tempo real dos ônibus do Sistema Transcol
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana