conecte-se conosco


Cidades

Força pela Vida fiscaliza Transporte Escolar na volta às aulas

Publicado

Aproveitando a semana de início das aulas nas escolas, o programa Força pela Vida realizou uma operação, na manhã desta quarta-feira (05), para fiscalizar o transporte escolar em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica. Os objetivos das ações integradas são oferecer mais segurança aos estudantes que utilizam vans, além de combater o transporte clandestino e incentivar os profissionais a se manterem devidamente regulares junto ao Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES).

Os pontos de abordagem foram definidos a partir de denúncias recebidas pelos órgãos envolvidos. Durante a operação, de 6h às 7h30, um total de 47 veículos foram abordados pelos agentes e 22 infrações foram registradas por motivos diversos. Dentre eles, motoristas conduzindo sem portar a autorização para condução de escolares e veículo sem ter sido submetido à inspeção de segurança veicular, quando obrigatória.

Em Vitória, foi registrada uma ocorrência criminal e um motorista foi preso por exercício irregular da profissão. Ele foi conduzido para a Delegacia de Trânsito e autuado no artigo 47 da Lei de Contravenções Penais e liberado após ser lavrado Termo Circunstanciado.

Participaram da operação agentes do Detran|ES, da Polícia Militar por meio do Batalhão de Trânsito (BPTran), da Polícia Civil por meio da Delegacia de Delitos de Trânsito (DDT), das Guardas Municipais de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica, bem como da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros (Ceturb-ES), que abordou veículos remunerados de transporte de pessoas, a exemplo de vans intermunicipais.

Segurança dos estudantes

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, afirmou que o Força pela Vida intensifica a fiscalização do transporte escolar e quer cada vez mais retirar os veículos clandestinos de circulação e pediu a participação dos responsáveis pelos estudantes para contratarem serviços regularizados. “O que a gente espera é que os pais se envolvam também na fiscalização contratando veículos regulares, que podem ser checados no site do Detran|ES e a partir de um leitor de QR Code no vidro dianteiro dos veículos que fazem o transporte. Não tem preço mais barato fora do cumprimento da lei que pague a preservação da saúde, da vida das crianças que são transportadas”, afirmou.

Para o chefe da Comunicação do BPTran, Capitão Theotônio, a integração dos órgãos é importante para as ações de fiscalização. “Com a operação integrada nós conseguimos resolver todas as circunstâncias no mesmo local, o que proporciona mais agilidade no desempenho das atividades. A fiscalização do Transporte Escolar é muito importante para verificar as certificações dos veículos e dos condutores e proporcionar mais segurança no transporte dos estudantes, das crianças e adolescentes”, disse.

De acordo com o titular da Delegacia de Delitos de Trânsito, delegado Maurício Gonçalves, a fiscalização tem um efeito educativo, além da punição dos infratores. “Precisamos formar cidadãos conscientes sobre a importância do respeito às normas de trânsito. A fiscalização de vans que atuam no transporte escolar garante a segurança das crianças ao mesmo tempo em que ensina sobre segurança viária. O trânsito envolve vidas, por isso o respeito às regras é, por consequência, respeito à vida”, destacou.

O secretário municipal de Defesa Social e Trânsito de Vila Velha, coronel Oberacy Emmerich Júnior, destaca a importância das fiscalizações para a redução dos acidentes de trânsito. “Temos feito um bom trabalho de prevenção no trânsito, tanto na fiscalização quanto na educação e engenharia de trânsito, tanto que Vila Velha reduziu em 12% o número de vítimas fatais no trânsito em 2019. O trabalho de juntar e integrar as forças para fazer um trabalho preventivo e de abordagens de trânsito é muito bom, principalmente quando se trata de veículos clandestinos que transportam crianças”, falou.

“As operações do programa Força pela Vida são muito importantes, pois despertam na população a preocupação com a segurança no trânsito de Vitória e contribuem para a redução de acidentes na cidade”, destacou o secretário de Segurança Urbana de Vitória, Fronzio Calheira.

O condutor Cleber Vieira, que trabalha com transporte de escolares há dois anos, está com a documentação em dia e aprovou a operação. “A fiscalização é muito importante porque nós temos que estar habilitados certinho para o transporte de crianças, tendo em vista que a gente lida com vida. São crianças, são jovens. Então é muito importante a gente estar com tudo certinho porque tem muita gente clandestina também e tem que ter muito cuidado com isso. É importante ter essa fiscalização, sim, para que ande todo mundo correto”.

Características do veículo de Transporte Escolar regular no Detran|ES

– Possui placa vermelha ou com os caracteres vermelhos, no caso da placa Mercosul, selo de inspeção, contendo QR Code visível pelo lado externo do para-brisa do veículo, pintura de faixa horizontal na cor amarela, com o nome “Escolar” em preto, e em caso de veículo de carroceria pintada na cor amarela, essas cores devem ser invertidas.

– Todo condutor de Transporte Escolar deve portar o termo de autorização do veículo e a autorização do condutor escolar válidos.

– Nos casos de transporte de estudantes com até nove anos, também é preciso verificar a autorização do monitor escolar, que é responsável por auxiliar na locomoção das crianças menores e deve andar sempre no banco de trás.

– Além disso, é possível verificar a legalidade do serviço no site do Detran|ES, informando a placa do veículo, nome ou CPF do condutor. Somente os veículos e transportadores regularizados aparecerão no resultado da pesquisa com a data da validade do credenciamento. Para isso, basta acessar a aba ‘Serviços Credenciados’, à esquerda, e clicar na opção ‘Transporte Escolar’. Caso a ficha não exista, significa que o veículo é clandestino ou que o transportador não está devidamente autorizado para prestar o serviço.

Denúncia

Caso perceba alguma irregularidade no Transporte Escolar, o cidadão deve denunciá-la pelo telefone 0800 022 11 17 ou no e-mail [email protected]. É importante indicar o local onde ocorre a irregularidade, como o nome da escola, para agilizar o procedimento de fiscalização.

Força pela Vida

A operação integrada Força pela Vida realiza operações de fiscalização de trânsito com foco em temas como: Lei Seca, motociclistas, transporte clandestino, transporte de blocos e chapas de rochas ornamentais, irregularidades no transporte escolar e furto e roubo de veículos. O objetivo principal da iniciativa é prevenir acidentes buscando a proteção da vida no trânsito.

Compõem o Comitê Integrado que planeja e executa as operações: Detran|ES; Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp); Corpo de Bombeiros; Polícia Militar; Polícia Civil; Secretaria de Estado da Saúde (Sesa); Guardas Municipais; Departamento de Estadas de Rodagem (DER-ES); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Conselho Estadual de Trânsito (Cetran); Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-ES) e Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros (Ceturb-ES).

Abaixo os dados completos da Operação “Força pela Vida”:

– Veículos abordados: 47

– Autos de infração confeccionados:  22

– Veículos clandestinos: 01

– CRLVs recolhidos: 01

– CNHs recolhidas: 01

– Termos circunstanciados: 01

Leia mais:  'Sensação de enxugar gelo': médicos lamentam aglomerações enquanto UTI's estão lotadas
publicidade

Cidades

Adolescente é resgatado de helicóptero após ter pulmão perfurado por galho de árvore

Publicado

O menino e o pai faziam a poda de uma árvore no sítio da família, em Laranja da Terra, interior do Espírito Santo, quando o acidente aconteceu

Um adolescente de 16 anos foi resgatado por um helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer) após ser atingido por um galho de árvore e ter o pulmão perfurado e as costelas quebradas.

O acidente aconteceu na manhã deste sábado (23) em Laranja da Terra, interior do Estado. Em 25 minutos, a aeronave levou o menino para o Hospital São Lucas, em Vitória, onde ele está internado.

Eles preferiram não gravar entrevista, mas contaram que o adolescente e o pai acordaram cedo e foram cortar os galhos de uma árvore no sítio da família. Durante a poda, um galho caiu em cima do menino.

Segundo informações da polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez os primeiros atendimentos ao adolescente e acionou o transporte aéreo logo em seguida.

O Major Pablo afirmou que acionar o Notaer reduziu o tempo de deslocamento até o hospital: “Um trajeto que uma ambulância demoraria entre 3 a 4 horas para realizar, o helicóptero fez em 25 minutos”.

Ainda segundo a família, as primeira informações da equipe médica do hospital são de que o menino está na chamada “sala de choque” para se recuperar do trauma.

Leia mais:  Governo do Espírito Santo divulga 33º Mapa de Risco Covid-19
Continue lendo

Cidades

Carro vai parar embaixo de caminhão em Nova Venécia

Publicado

Neste sábado (23), por volta de 11h15min, um acidente foi registrado na rotatória da Avenida Guanabara, em Nova Venécia.

Um veículo, Fiat Strada HD WK, de cor prata, registrado em Vila Pavão, desceu o morro que fica ao lado do posto de gasolina e descontrolado bateu na carroceria de um caminhão.

Com o impacto, o para-choques que fica na traseira do caminhão foi arrancado.

No Fiat Strada estava apenas a motorista que sofreu ferimentos em uma das mãos.

Por sorte não havia ninguém no carona, parte que ficou completamente destruída.

A motorista do Fiat Strada, em estado de choque, não soube explicar o que aconteceu.

Leia mais:  Presidente da Suzano entre os CEOs que Melhor se Comunicam com Jornalistas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana