About us
Franja cacheada; veja famosas que adotaram o visual – PORTAL JORNAL DO NORTE
conecte-se conosco


Moda e Beleza

Franja cacheada; veja famosas que adotaram o visual

Publicado

Quem disse que cachos e franjas não combinam? Cada vez mais, pessoas famosas e anônimas assumem os cabelos naturais. E quem muda a curvatura dos fios não precisa abandonar a franja. Sejam os fios ondulados, cacheados ou crespos, as franjinhas são sempre bem-vindas.

A modelo Alanna Arrington tem um dos cachos mais admirados no mundo da moda.

Juliana Paes assumiu os cachos.

Juliana Paes é uma das famosas que assumiu os cachos e ficou linda com o visual. A atriz norte-americana Zendaya é outra estrela que representa bem o time das meninas de franja cacheada.

Giovana Cordeiro é atriz e fica linda com a franjinha cacheada.

Zendaya representa as meninas de franja cacheada.

Taís Araújo mostrou o cabelo em selfie.

Lucy Ramos usa a técnica morena iluminada.

Gostou deste visual? Que tal mudar e ficar linda como estas famosas que estão arrasando!

Leia mais:  Looks com t-shirt e maneiras de usar a sua camiseta
publicidade

Moda e Beleza

Conheça os tipos de olheiras e como tratar cada uma delas

Publicado

Escurecimento na área dos olhos está associado a diversos fatores e por isso exige diferentes procedimentos, dizem especialistas

Quando se fala em skincare e prevenção ao envelhecimento facial, a área dos olhos tem sido a maior fonte de angústia estética durante a pandemia. Afinal, são as olheiras que denunciam os primeiros sinais de cansaço e stress causados pela pandemia.

Mas você sabia que nem todas as olheiras são iguais – e existe um tratamento adequado para cada uma delas? É o que explica a dermatologista Pâmela Ribeiro. Segundo a especialista em cosmiatria, área voltada para o tratamento e prevenção de problemas estéticos na pele, existem diferentes fatores para o aparecimento das olheiras.

“No caso de pigmentos e vasinhos arroxeados, o tratamento com luz pulsada é uma boa opção, assim como peeling. Já para profundidade, o mais indicado é o preenchimento com ácido hialurônico”, diz.

A área dos olhos é a mais sensível aos efeitos do tempo, clima e das emoções justamente por se tratar de uma pele mais fina, explica a dermatologista Luciana Garbelini.

“Para se ter uma ideia, a pele do restante do corpo pode vir a ter cerca de 2 milímetros de espessura, enquanto a pele da região dos olhos tem em média 0,5 milímetro. Por isso, essa área está mais favorável ao aparecimento de colorações escuras”, explica.

Quais são os tipos de olheiras?

• Olheiras profundas: são recorrentes em pessoas com o globo ocular naturalmente mais profundo, por questões genéticas, ou por perderem o preenchimento natural devido ao envelhecimento ou perda intensa de peso.

• Olheiras vasculares: podem apresentar tons azulados, arroxeados ou avermelhadas e aparecem devido à má circulação do sangue depois de noites mal dormidas.

• Olheiras pigmentares: geralmente são identificadas pelos tons amarronzados e são mais frequentes em pessoas com excesso de melanina ao redor dos olhos.

• Olheiras mistas: é o tipo mais comum entre as possíveis olheiras, são as olheiras que possuem mais de uma causa e que, muitas vezes, estão associadas ao seu desenvolvimento, como genética, bolsas de gordura ou flacidez, acúmulos de vasos, entre outros.

Leia mais:  Biquíni de oncinha, estilo que conquista as famosas
Continue lendo

Moda e Beleza

Conheça os riscos da banalização da harmonização facial

Publicado

Especialista alerta para precauções que devem ser tomadas ao se optar por tratamentos que prometem rejuvenescer o rosto

A grande procura por procedimentos de harmonização facial, que tem como objetivo corrigir assimetrias e alterações em relação a contornos e ângulos no rosto dos pacientes, chama a atenção de todos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), no ano de 2020, ocorreu um aumento de aproximadamente 50% na procura por esses procedimentos estéticos, em plena pandemia. Isso se dá por diversos fatores, sendo um deles a menor exposição social, o que favorece maiores cuidados com a cicatrização durante o pós-operatório.

Nesses momentos de maior demanda também aumenta o número de problemas relacionados, principalmente quando a tomada de decisão sobre o procedimento é feita de forma brusca, sem pesquisa aprofundada.

“É preciso saber selecionar com qual profissional você vai realizar sua harmonização e discutir com ele suas expectativas e reais possibilidades em atendê-las”, afirma Fábio Ricardo Loureiro Sato, médico especialista em cirurgia bucomaxilofacial.

Expectativas irreais causam frustração nos pacientes

Com o intuito de auxiliar os pacientes que procuram esses procedimentos estéticos, o profissional dá algumas dicas de cuidados:

• O barato pode sair caro

O aumento da procura pelos procedimentos faz com que muitos profissionais migrem para essa área, então é preciso tomar cuidado para não cair em armadilhas. Converse com um cirurgião especializado, analise suas qualificações e fale com outras pessoas que já fizeram o mesmo procedimento com o profissional escolhido. Não acredite em preços muito abaixo do padrão desse segmento.

• É preciso ser realista

Um dos pontos importantes é entender a expectativa que cada um tem em relação à harmonização, compreendendo que, como qualquer tratamento, existem limites. Muitas pessoas possuem expectativas elevadas que não podem ser atingidas e alguns profissionais prometem atingir o que foi idealizado, frustrando a todos diante do resultado. A conversa entre ambos precisa ser franca e realista.

• Tudo o que é demais, sobra

Quando se fala de procedimentos estéticos, é muito comum lembrarmos de casos famosos pelos excessos, que levam a resultados indesejados. De acordo com Fábio Sato, uma das funções do profissional é fazer com que os pacientes saibam os limites dos resultados que podem ser atingidos, pois há quem comece a realizar o tratamento e fique eternamente insatisfeito, querendo sempre mais.

• A pressa é a inimiga da perfeição

Nem sempre é aconselhável fazer todos os procedimentos em um único momento. Hoje em dia é muito comum a chamada harmonização “full face” que visa fazer um rejuvenescimento facial de toda a face através de uma combinação de técnicas (preenchimento, fios, bioestimuladores, bichectomia, lipo de papada, entre outros). Porém, nem sempre ela é indicada a todos os pacientes. “Muitas vezes pequenos procedimentos acabam tendo bons resultados”, afirma Fábio. Além disso, antes de fazer uma nova cirurgia no rosto, é preciso aguardar o resultado final do que foi feito anteriormente, o que pode demorar algumas semanas ou meses.

“A obsessão pela imagem de perfeição leva as pessoas a desejarem algo irreal, descompassado com a realidade. Por isso, consulte sempre um profissional experiente e discuta com eles seus objetivos e possibilidade de tratamento para o caso”, finaliza o especialista.

Leia mais:  Moda praia capixaba ganha espaço em feira internacional
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana