conecte-se conosco


Cidades

Fundo Desenvolve Rio Doce reduz ainda mais os juros e oferece condições especiais

Publicado

Iniciativa tem o objetivo de contribuir para que micro e pequenas empresas tenham mais condições para atravessar a crise econômica causada pelo coronavírus

Os gestores do fundo de capital de giro Desenvolve Rio Doce decidiram adotar ações emergenciais para contribuir com a economia de municípios da bacia do rio Doce em virtude da grave crise econômica que atingiu o país em função do covid-19. Além de reduzir ainda mais a taxa, para juros a partir de 0,45 % a.m., o Imposto sobre Operação Financeira (IOF) e a Tarifa de Análise e Abertura de Crédito (TAAC) passam a ser incluídas no financiamento. E, para os contratos já existentes, serão adotadas ações e soluções específicas para ajudar a superar essa fase. As medidas valem até 30 de junho deste ano. 

Criado pela Fundação Renova e gerido pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o fundo é direcionado a micro e pequenas empresas localizadas nos municípios mineiros e capixabas atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG).

As empresas devem ter faturamento anual de até R$ 30 milhões e sede em um dos municípios da área de abrangência da Fundação Renova. Em Minas Gerais são 35 municípios: Mariana, Barra Longa, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Sem-Peixe, Rio Casca, São Pedro dos Ferros, São Domingos do Prata, São José do Goiabal, Raul Soares, Dionísio, Córrego Novo, Pingo d’Água, Marliéria, Bom Jesus do Galho, Timóteo, Caratinga, Ipatinga, Santana do Paraíso, Ipaba, Belo Oriente, Bugre, Iapu, Naque, Periquito, Sobrália, Fernandes Tourinho, Alpercata, Governador Valadares, Tumiritinga, Galileia, Conselheiro Pena, Resplendor, Itueta e Aimorés.

No Espírito Santo participam os municípios de Linhares, Colatina, Baixo Guandu e Marilândia.

As empresas podem solicitar empréstimos com valores entre R$ 10 mil e R$ 200 mil, com pagamento de 12 a 48 meses e até seis meses de carência para a primeira prestação.

“Com essas ações emergenciais, possibilitamos que as micro e pequenas empresas desses municípios tenham mais condições de enfrentar esse momento de dificuldade econômica no país, com a facilitação do crédito ou renegociação dos contratos vigentes, para que não paralisem seus negócios, mantenham postos de trabalho e contribuam para economia local”, diz o especialista da área de Economia e Inovação da Fundação Renova, Roberto Ruggeri.

“Estamos tornando ainda mais acessível e ágil a disponibilização de recursos neste momento de desafios. O BDMG, como banco de desenvolvimento, tem atuado na frente anticíclica deste cenário para minimizar os impactos econômicos e sociais desta pandemia”, afirma Sergio Gusmão, presidente do BDMG.

Para a Diretora Operacional do banco de desenvolvimento capixaba, Maria Emilia Vieira da Silva, esse pode ser o momento ideal para o reequilíbrio financeiro das empresas. “Com a redução da taxa de juros, o crédito fica ainda mais vantajoso para quem procura os financiamentos e as empresas podem, por exemplo, adquirir insumos, honrar pagamentos de fornecedores e, principalmente, manter seus funcionários. Essa é uma das menores taxas do mercado”, explica.

O Fundo Desenvolve Rio Doce é uma ação da área de Economia e Inovação da Fundação Renova, em parceria com o BDMG e o Bandes, estabelecida em cumprimento ao Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC).

Acesso ao crédito

Todas as condições especiais para as empresas solicitantes podem ser consultadas nos bancos.

Em Minas Gerais, as solicitações podem ser feitas pelo site do BDMG (www.bdmg.mg.gov.br) ou presencialmente nos correspondentes bancários, listados no portal. O limite de crédito é calculado em cerca de uma hora. Após esse procedimento, em caso de aprovação, a empresa deve imprimir o contrato de financiamento e enviar a documentação solicitada ao BDMG. Se a documentação estiver correta, os recursos são liberados em até três dias úteis.

No Espírito Santo, as empresas devem procurar os consultores do banco, presentes nas agências Nossocrédito dos municípios citados acima. Depois, a próxima etapa é o cadastro. Com a documentação correta, o processo segue para análise e aprovação. Mais informações podem ser acessadas no site www.bandes.com.br ou pelo telefone: 0800 283 4202.

Sobre a Fundação Renova

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação foi estabelecida por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

Leia mais:  Proposta objetiva desassoreamento de rios
publicidade

Cidades

Governo do Espírito Santo divulga 41º Mapa de Risco Covid-19

Publicado

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (22), o 41º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (25) e o domingo (31). Dos 78 municípios capixabas, 21 estão classificados em Risco Baixo e 53 estão em Risco Moderado. Somente quatro municípios (Bom Jesus do Norte, Guaçuí, Montanha e Muniz Freire) estão classificados como Risco Alto.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.


O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Bom Jesus do Norte, Guaçuí, Montanha e Muniz Freire.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marilândia, Mimoso do Sul, Mucurici, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Valério e Vila Velha.

RISCO BAIXO: Alto Rio Novo, Atílio Vivácqua, Brejetuba, Castelo, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Marechal Floriano, Muqui, Pedro Canário, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, Viana, Vila Pavão e Vitória.

Leia mais:  Vila Velha reduz em 12% número de acidentes de trânsito com vítimas fatais
Continue lendo

Cidades

Detran realiza leilão eletrônico de veículos no próximo dia 04 de fevereiro

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) realizará leilão eletrônico de 400 lotes de veículos, entre carros e motos, no próximo dia 04 de fevereiro, às 9 horas, com critério de julgamento do tipo maior lance por lote. Os lances devem ser feitos, exclusivamente, no portal www.gestaodeleiloes.com.br.

Os veículos em leilão foram removidos e apreendidos em depósitos, sob a guarda do Detran|ES, após cometimento de infrações de trânsito, com a previsão desta penalidade no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e não foram procurados ou reclamados por seus respectivos proprietários dentro do prazo estabelecido por Lei.

Os interessados devem acessar o leilão para visitação virtual e oferta de lances no portal do leilão www.gestaodeleiloes.com.br. Aqueles que preferirem poderão ver presencialmente os bens a serem apregoados. O agendamento deve ser feito pelo site www.agendamento.es.gov.br

Os lotes encontram-se localizados no Pátio Central do Detran|ES, situado no endereço Rua A, s/nº. Campinho da Serra I, Serra, Espírito Santo, CEP 29178-072.

O Edital de Leilão Eletrônico On-line 106/2020, remarcado para o dia 04 de fevereiro, e o link do portal do leilão podem ser acessados no site do Detran|ES aqui.

Em caso de dúvida, o cidadão pode entrar em contato com o setor responsável pelo e-mail [email protected]ãodeleiloes.com.br ou telefone (27)3145-6666. 

Alerta sobre leilões falsos

O Detran|ES ressalta que todos os leilões eletrônicos que realiza podem ser consultados no site www.detran.es.gov.br, na área de Editais de leilão de veículos, e orienta que o cidadão que tiver interesse em adquirir um veículo dessa forma deve acessar a página oficial do órgão, antes de fornecer quaisquer dados pessoais ou efetuar pagamentos em outros sites.

Leia mais:  Vila Velha reduz em 12% número de acidentes de trânsito com vítimas fatais
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana