conecte-se conosco


Entretenimento

Globo toma medida drástica após escândalo com Drauzio Varella

Publicado

Emissora deve promover demissões no ‘Fantástico’ após ataques por não divulgar crimes cometidos por personagem trans que causou comoção

A polêmica do Dr. Drauzio Varella com a transsexual Suzy fez mais vítimas do que esperado no ‘Fantástico’.

Apesar do ‘apoio’ público da Globo ao médico, da justificativa inicial de que não era necessário falar dos crimes cometidos por Suzy e, depois, de pedidos de desculpas em rede nacional (com direito a olhar consternado de William Bonner no ‘JN’), a emissora está promovendo sua caça às bruxas.

Segundo fontes da emissora, entre cinco e seis pessoas serão demitidas do dominical (entre produtores, repórter e editores), no que foi avaliado pela direção da Globo como uma ‘grave’ falha do jornalismo do canal.

O motivo: a edição da série das trans induziu o público a se comover e sentir compaixão, sem revelar o crime gravíssimo cometido pela personagem. Além das demissão, o Drauzio deve se afastar do programa.

Só para relembrar a confusão: Dr. Drauzio Varella provocou comoção nacional ao mostrar a vida e a solidão das detentas transexuais. Ao final da entrevista com a detenta Suzy, o médico encerrou a conversa com um abraço fraternal.

O abraço viralizou nas redes sociais e virou notícia, causa social, rendeu vaquinha virtual para ‘a trans abandonada até pela família’.

O que ninguém sabia era que Suzy foi condenada em 2012, pelo tribunal do júri, a 36 anos e oito meses de reclusão em regime fechado por estupro, homicídio e ocultação de cadáver de uma criança de nove anos. Com a revelação, o médico Drauzio Varella e a emissora  viraram alvo de ataques na mídia e nas redes sociais por não terem revelado o crime cometido pela entrevistada.

Leia mais:  Humorista Rodela morre, aos 66 anos, vítima do coronavírus
O ‘Fantástico’ se defendeu. Drauzio se defendeu. Depois, pediu desculpas à família da vítima. A Globo também fez seu ‘mea-culpa’ no ‘Jornal Nacional’, tentando minimizar o arranhão que o caso provocou na precisão jornalística da emissora.

Arranhão esse que internamente é visto como ‘profundo’ e que pode ainda infeccionar.

Procurada, a comunicação da Globo diz que não houve demissões na equipe.

publicidade

Entretenimento

Marcius Melhem anuncia medidas judiciais contra Dani Calabresa e advogada

Publicado

O ator e diretor Marcius Melhem anunciou nesta sexta-feira (04) que entrou com uma ação na Justiça contra a advogada Mayra Cotta, que representa seis mulheres que o acusam de assédio sexual, para que ela prove as denúncias. Em entrevista exclusiva ao UOL, Melhem também informou que fará uma interpelação judicial a Dani Calabresa, pedindo que ela confirme ou desminta relatos de assédio que teria sofrido, como mostrou reportagem da revista Piauí publicada hoje. A íntegra da entrevista com Melhem, realizada no final da tarde desta sexta-feira (04) por mim e por Dolores Orosco, editora-chefe do Universa, será publicada neste sábado (05).

A primeira acusação a Melhem remonta a dezembro de 2019. A Globo fez duas investigações sobre o caso no início deste ano, que não resultaram em nenhuma condenação formal ao comediante. Melhem tirou licença em abril, para acompanhar o tratamento médico de uma filha, e deixou a Globo em agosto. Foram 17 anos de trabalho. Em nota, na ocasião, a emissora o elogiou, dizendo que “deu importante contribuição para a renovação do humor nas diversas plataformas da empresa”.

Em outubro, a jornalista Mônica Bergamo trouxe na Folha uma entrevista com a advogada Mayra Cotta, representante de 12 mulheres (seis vítimas de assédio sexual e seis testemunhas) que acusam Melhem. Nesta sexta, o repórter João Batista Jr., na Piauí, informa que conversou “com duas vítimas de assédio sexual, sete vítimas de assédio moral e três vítimas dos dois tipos de assédio, o sexual e o moral”.

As acusações atingem, além de Melhem, diferentes instâncias da Globo que lidaram com o caso, aparentemente, sem o rigor necessário. Melhem chefiou a área de humor da Globo nos últimos anos, sendo responsável pela criação de programas como “Zorra”, “Tá no Ar” e “Fora de Hora”, além do quadro “Isso a Globo Não Mostra”, exibido no Fantástico. Mais recentemente, também era responsável pela “Escolinha do Professor Raimundo”. Nenhum destes programas vai permanecer na grade da emissora.

Leia mais:  Michelle Bolsonaro dança com a 1ª dama da África do Sul
Continue lendo

Entretenimento

Cantor sertanejo é preso em flagrante por suspeita de tráfico de drogas

Publicado

Danilo Oliveira Lellis, mais conhecido pelo nome de Dan Lellis, foi preso por suspeita de tráfico de drogas, na última terça-feira. O artista de 23 anos dirigia um veículo próximo ao pedágio no município de Alexânia, no estado de Goiás, quando foi abordado por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Na ação, os policiais encontraram material entorpecente em sua posse e o levaram para a delegacia da cidade, onde foi preso em flagrante. A informação foi confirmada pela distrital em Alexânia, que acrescentou que o suspeito fora levado para uma unidade prisional da região.

Agentes da delegacia local não detalharam a quantidade de material entorpecente que estava com Danilo. Informações preliiminares, no entanto, dão conta que, em posse do artista, havia porcões de skank, e cerca de dez comprimidos de ecstasy, além de um caderno de anotações, com os dizeres “clientes”.

Dan Lellis

A abordagam aconteceu na BR-060, depois que os agentes da PRF que atuavam no local suspeitaram do condutor do veículo. A reportagem tentou contato com a equipe do cantor, através do contato disponibilizado em sua conta nas redes sociais, mas não obteve resposta.

Nas redes sociais, Danilo, que é conhecido pelo estilo “trapnejo” ( uma espécie de mistura entre hip-hop e sertanejo), possui mais de um milhão de seguidores. Em sua página no Instagram, sua última publicação foi há quatro dias.

O artista já se apresentou com nomes consagrados, como Lucas Lucco. Também compôs canções interpretadas por outros artistas do mundo sertanejo, como Gusttavo Lima.

Leia mais:  Brasileira babá da família Kardashian ganha R$ 1 milhão por mês
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana