conecte-se conosco


Segurança

Governador Casagrande entrega 94 novas viaturas à Polícia Militar

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, realizou, na manhã desta quinta-feira (21), a entrega de 94 novas viaturas à Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). Os veículos serão destinados aos Batalhões e Companhias Independentes dos municípios de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana e Guarapari. A solenidade foi realizada no Quartel do Comando Geral da PMES, em Maruípe, Vitória.

Os veículos são modelo SUV Renault Duster 2022 e contam com os equipamentos mais modernos disponíveis no mercado, como rádios comunicadores digitais, sinalizadores em led, sirene no compartimento do motor, cofre para transporte de conduzidos e segunda bateria para maior eficiência elétrica. Tudo para auxiliar a sociedade capixaba no patrulhamento preventivo, interação comunitária e repressão criminal.

O investimento total é de R$ 9.192.260,00, sendo cada viatura com um custo unitário de R$ 97,7 mil. As novas viaturas fazem parte do reaparelhamento das forças policiais do Estado, dentro das premissas do Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

Em sua fala, o governador fez um histórico sobre as ações da gestão no combate à violência no Espírito Santo. “Estamos debatendo muito a segurança pública dentro do Programa Estado Presente. Avançamos muito desde 2011, quando éramos o segundo Estado mais violento do País. O Programa Estado Presente integra todas as forças de segurança nas mais variadas esferas e ainda trabalha com a proteção social. A história desse programa não começou hoje, mas há dez anos”, destacou.

Casagrande prosseguiu: “No final de 2014, entregamos um sistema de segurança pública muito mais adequado. Em 2019, pegamos novamente uma situação delicada e estamos recuperando. Você não sai de uma UTI direto para uma maratona. Neste período de dois anos e dez meses temos o menor número de homicídios registrados na história do Espírito Santo. Temos desafios gigantescos pela frente e sabemos que a sociedade precisa de muito mais.”

O governador falou ainda sobre os ataques contra as instituições, como as Polícias Civil e Militar. “Isso mostra o desconhecimento toda complexidade de enfrentamento ao crime. Pessoas que fazem críticas demagógicas em períodos pré-eleitoral, achando que o mundo está começando agora e de que nada foi feito lá atrás ou sendo feito agora. Mas vamos seguir em frente entregando viaturas, contratando novos policiais e apoiando nossas corporações. Nada vai nos intimidar”, pontuou.

O comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus, destacou que esse momento de reconstrução na Corporação. “Essas viaturas representam bem isso. O trabalho de resgate da Segurança Pública do Estado tem sido exemplar, dentro do Programa Estado Presente, que norteia nossas ações. Estamos fazendo o máximo para prestar o melhor serviço à população capixaba, com planejamento e avanço. Concursos públicos, reposição de efetivo, aumento de investimentos em indenizações aos policiais, viaturas e obras em unidades. Só temos a agradecer ao governador por esse olhar com nossa instituição e fazer a nossa parte para dar o retorno dessas ações tão importantes”, disse.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, também falou sobre os investimentos. “A memória até falha se formos buscar o tanto de investimentos que o governador Renato Casagrande vem fazendo nas nossas instituições de Segurança Pública. São muitos! Computação embarcada, novas viaturas e concursos. Com as entregas que estamos fazendo, a frota que foi comprada na primeira gestão está sendo reposta. Estamos tirando da rua viaturas com quase 10 anos de serviço. É inadmissível se deixar chegar a esse ponto. Nós nunca vimos tamanho investimento dentro da Polícia Militar como nessa gestão. Fora o diálogo aberto em todos os sentidos. O passivo é enorme e estamos avançando dia após dia”, afirmou.

Secretário-executivo do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, destacou os resultados do trabalho que vem sendo realizado pelo Governo na reconstrução da Segurança Pública. “Desde 2019, tivemos o melhor resultado de toda a série histórica, dos últimos 25 anos, em decorrência de diversas ações de investimento que realizamos, envolvendo recomposição do quadro efetivo das polícias Civil e Militar, e do Corpo de Bombeiros, equipamentos, infraestrutura, inteligência”, argumentou Duboc.

Duboc disse que a Segurança Pública “entrou na UTI em 2015”, numa referência à falta de investimentos na área, na gestão anterior. Somente no que se refere à entrega de viaturas, afirmou que o número já chega a quase mil, em três anos do atual governo, contra poucos mais de 270 do mesmo período da gestão passada. Ele ressaltou ainda que ações têm influenciado positivamente na capacidade de resposta das agências policiais. “Um exemplo disso foram as prisões, em menos de 24 horas, dos autores de dois eventos muito tristes registrados, recentemente, em Braço do Rio e em Vila Velha, resultado do trabalho integrado da PMES, da PCES e da Guarda Municipal de Vila Velha”, lembrou.

O deputado estadual Luiz Durão, presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, comentou que os investimentos feitos pelo Governo do Estado na área são importantíssimos para garantir a preservação da ordem pública e retomar a tranquilidade dos cidadãos capixabas.

“Os gestores do programa Estado Presente têm uma responsabilidade com a segurança pública nunca vista em outros governos. São feitos investimentos não só em tecnologia, mas em infraestrutura e, principalmente, nos profissionais, que hoje estão muito mais motivados para combater a criminalidade e nos proteger. Segurança é um tema sensível, que requer trabalho árduo e diário. Mesmo pegando o Estado com defasagem de mais de três mil homens na segurança, o governador Renato Casagrande segue fazendo o dever de casa e enfrentando o crime de peito aberto, de frente e com muita coragem, como tem que ser”, destacou o parlamentar.

A vice-governadora Jacqueline Moraes também participou da solenidade e reforçou a importância das ações do Estado Presente na área de proteção social.  “O programa é uma marca deste governo e foi construído com o propósito de priorizar ações e projetos voltados para o enfrentamento e prevenção da violência através da cidadania. Isso é difícil, mas é o nosso desafio. Com a integração das forças de segurança e os projetos sociais, estamos conseguindo levar cultura, esporte, lazer, palestras e orientações com objetivo de reduzir essa cultura de violência tão presente nos dias atuais”, asseverou.

Também estiveram presentes os secretários de Estado, Álvaro Duboc (Economia e Planejamento) e Coronel Aguiar (Casa Militar); o prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo; os deputados estaduais Coronel Alexandre Quintino e Luciano Machado; além de dirigentes de autarquias e órgãos do Estado, vereadores e lideranças da área da segurança pública. 

Leia mais:  Ação rápida da PM e da PC prende suspeitos de terem efetuado disparo em via pública e apreende quatro armas em Pinheiros
publicidade

Segurança

Suspeito tenta invadir casa e morre após receber golpe ‘mata-leão’ em Cariacica

Publicado

Ao perceber a invasão , o dono da residência entrou em luta corporal com o suspeito para evitar um assalto

Um rapaz foi morto, na madrugada desta segunda-feira (06), após tentar invadir uma residência no bairro Oriente, em Cariacica. O dono da casa entrou em luta corporal com o suspeito e deu um golpe ‘mata-leão’ na tentativa de imobilizar o criminoso.

De acordo com testemunhas, tudo aconteceu por volta das 3 horas. O local que foi alvo da invasão é composto por diversas residências. O jovem teria tentado entrar em uma casa que fica nos fundos, onde moram um casal e três filhos.

Ao perceber que alguém estaria tentando entrar no local, o dono da residência atingiu o suspeito com uma paulada. Ao entrar em luta corporal, ele acabou aplicando o chamado golpe ‘mata leão’.

Quando o suspeito desmaiou, ele acionou a Polícia Militar. No entanto, ao observar que ele demorou para recuperar os sentidos, ele acionou também o Samu, que verificou que já não havia sinais vitais.

A perícia foi acionada e o corpo foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. A identificação da vítima não foi informada.

Leia mais:  Sejus investirá R$ 155 milhões no sistema prisional capixaba
Continue lendo

Segurança

Policiais civis e militares do Estado concluem curso de Análise Criminal

Publicado

Agentes das forças de segurança do Espírito Santo concluíram, na última quinta-feira (02), o curso de Análise Criminal, promovido pelo Governo do Estado. A formação é uma iniciativa do Observatório da Segurança Cidadã (OSC/ES), coordenado pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), em parceria com a Escola de Serviço Público do Espírito Santo (ESESP), no âmbito do Programa Estado Presente em Defesa da Vida. O objetivo é capacitar os policiais no campo estratégico e ampliar as ações de inteligência no combate à violência.

Entre os 50 analistas criminais formados nessa primeira edição, estão policiais civis e militares que compõem as Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) e as Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) do Estado. O curso foi realizado de forma híbrida, com aulas virtuais e presenciais, que abordaram desde noções de estatística, passando pelos métodos de análise de dados criminais e suas interpretações, até a aplicação de ferramentas inovadoras em inteligência policial.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, ressaltou que capacitar agentes das forças policiais, ampliar ações de inteligência e investir em equipamentos e infraestrutura são ações realizadas pelo Governo para reestruturar a Segurança Pública no Espírito Santo, no âmbito do Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

“Sob a liderança do governador Renato Casagrande, desde o início da gestão estamos investindo fortemente para ampliar nossa capacidade de resposta à violência e à criminalidade, o que inclui, entre outras ações, tanto a ampliação do nosso quadro de pessoal, que, entre 2015 e 2018, ficou muito defasado, quanto a capacitação dos policiais”, explica Álvaro Duboc. Ele agradeceu ao Instituto Jones dos Santos Neves por ter proposto e elaborado o Curso de Análise Criminal.

A coordenadora do Observatório da Segurança Cidadã (OSC/ES), Bárbara Caballero, celebrou a iniciativa do Governo do Estado. “O curso de Análise Criminal é um projeto pioneiro em todos os sentidos. Com alunos e professores comprometidos, avançamos para além de ensinar o uso de ferramentas tradicionais. Introduzimos também métodos de reflexão em criminologia, como o POP/IARA, que busca a prevenção de crimes e delitos, realizando identificação, análise, resposta e avaliação do problema. Foi uma grande oportunidade para debatermos as questões referentes à criminalidade no Estado e suas respectivas soluções”, destacou.

O diretor-presidente do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Daniel Cerqueira, disse que a expectativa é de que uma nova turma tenha início já no começo de 2022, envolvendo também outros agentes de segurança do Espírito Santo e as guardas municipais.

“Vamos avançar na dimensão qualificadora dos aprimoramentos no âmbito do Programa Estado Presente, formando novas turmas de analistas criminais, envolvendo também as guardas municipais. Além disso, visamos a outras ações de qualificação, com cursos avançados e a participação de grandes especialistas nacionais, abordando o que tem sido usado nos melhores departamento de polícia pelo mundo afora. Estamos realizando ainda um movimento de articulação social e coprodução da segurança pública, com formação direcionada aos Conselhos Comunitários de Segurança. Vamos começar pela Região Metropolitana da Grande Vitória e, em seguida, levar para as demais microrregiões do Espírito Santo”, explicou Cerqueira.

Leia mais:  "Não aguentava mais", disse pai por mensagem após matar família no norte do Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana