conecte-se conosco


Segurança

Governo anuncia implantação do Giosp no Espírito Santo

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), implantou, nesta sexta-feira (13), o Grupo Integrado de Operação de Segurança Pública (Giosp), em cerimônia realizada no Gabinete do Governador, no Palácio Anchieta, em Vitória. O grupo vai auxiliar nas operações, municiando os policiais que estão nas ruas com informações recebidas nas inteligências de cada órgão.

O Giosp tem como objetivo reunir representantes das Polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Federal, do Corpo de Bombeiros, da Secretaria da Justiça (Sejus), além da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública em um mesmo espaço físico, para troca de informações, em tempo real, sobre a criminalidade organizada no Espírito Santo.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Roberto Sá, destacou que o Giosp é mais um grande passo de estruturação no combate ao crime:

“Essa é mais uma entrega. Já fizemos a entrega da Desarme [Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos], criamos a Divisão de Combate à Corrupção e agora esse grupo para monitoramento inteligente da criminalidade. Com o Giosp, vamos monitorar os líderes dessas organizações que insistem em cometer crimes violentos no Espírito Santo. Eles precisam saber que serão punidos e essa é mais uma ferramenta de combate para aumentar a nossa eficácia”, afirmou.

Leia mais:  Motorista por aplicativo é preso com mais de 10 kg de cocaína

O governador Renato Casagrande lembrou que o trabalho conjunto e a integração entre órgãos fazem parte dos princípios da atual administração. “Tenho tido a alegria em ver o nível de integração, com a participação de tantas instituições importantes na área da segurança. Todo mundo vive as angústias de ter um efetivo baixo e essa integração ajuda. O trabalho estratégico de inteligência é fundamental. Em um mundo com tanta informação, se não focarmos no que desejamos, podemos nos perder. Por isso, um trabalho focado e integrado vai nos trazer melhoras significativas”, apontou.

O secretário de Estado da Justiça, Luiz Carlos Cruz, disse considerar a criação do Giosp um marco para o combate ao crime organizado no Espírito Santo. “A criação do Giosp é um marco importante para tratar de forma integrada a segurança pública com a segurança prisional. Acreditamos que a reunião de forças irá contribuir de forma significativa para a diminuição da criminalidade e dos índices de violência”, pontuou.

publicidade

Segurança

PCES participará de desfile cívico em comemoração à Colonização do Solo Espírito-santense

Publicado

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) participará do desfile cívico em comemoração à Colonização do Solo Espírito-santense, em Vila Velha, na próxima segunda-feira (23).  A solenidade contará com a presença integrantes Marinha, Exército, Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES), Polícias Militar do Espírito Santo (PMES) e Civil do Espírito Santo (PCES), Guardas Municipais, escolas de samba e 78 escolas municipais, entre outros.

O Desfile acontecerá na Avenida Jerônimo Monteiro, a partir das 8h, em Vila Velha, e marca ainda a celebração do aniversário dos 487 anos do município. Representando a PCES, participarão do evento os policiais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), além da Delegacia Regional de Guarapari (SPRM), Departamento de Identificação (DEI), Divisão Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) – Projeto Homem que é homem, Delegacia móvel e a especializada Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Delegacia Especializada em Investigações Criminais (DEIC), DFRV e Gabinete do Delegado-Geral.

O delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda, ressalta que essa é uma data muito importante, que possibilita o agradecimento. “Sou um colono tardio, e só tenho a agradecer a essa terra e povo que me receberam com tanto carinho. É uma honra viver no Espírito Santo. Convido a todos para celebrar a data e, por que não, refletir sobre como podemos contribuir para tornar nosso Estado cada vez mais próspero e seguro”, conta.

Leia mais:  Preso na Grande BH tio suspeito de estuprar e engravidar menina de 10 anos em São Mateus

Continue lendo

Segurança

Prejuízo de R$ 50 mil: suspeitos de furtar e matar gados no ES são presos

Publicado

Segundo a polícia, eles são suspeitos de cometer furtos de gado nos últimos dias, incluindo o de três vacas matrizes de alto padrão

Dois homens, de 34 e 41 anos, foram presos durante uma operação no bairro Jaqueira, em Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo. Segundo a polícia, eles são suspeitos de cometer furtos de gado nos últimos dias, incluindo o de três vacas matrizes de alto padrão, mortas e desossadas no pasto, causando um prejuízo de 50 mil reais à vítima.

Os suspeitos foram presos depois que os policiais receberam uma denúncia anônima informando que o indivíduo de 41 anos estava próximo à casa da ex-companheira dele, dando tiros para o alto e a ameaçando. 

Diante disso, a equipe de policiais da Delegacia de Presidente Kennedy, com o apoio de policiais militares, foi até o local. O delegado titular, Thiago Viana, informou que os policiais realizaram uma campana e observaram que o suspeito estava visivelmente embriagado. 

Segundo eles, o homem estava com a fala alterada, gesticulando e gritando em direção a casa da ex-companheira. Já o suspeito de 34 anos, estava parado ao lado, em frente a um veículo que já estava sendo monitorado pelos policiais civis e militares da região.

Os policiais então se aproximaram dos suspeitos, mas ao perceberem a ação, os homens entraram no carro e fugiram.  Eles foram localizados momentos depois em um outro veículo, na localidade de Jaqueira, 

Leia mais:  Festa clandestina na Serra termina com troca de tiros entre criminosos e policiais

O carro era conduzido pelo homem de 41 anos. Segundo a polícia, o automóvel entrou à direita no cruzamento e tomou rumo sentido Areinha. Foram realizadas buscas pelas ruas, mas o carro desapareceu. 

Em seguida, foi feito contato com um colaborador da polícia, que disse ter visto a namorada do suspeito de 34 anos entrando de moto na casa da mãe dela. Com essa informação, um reforço da Polícia Militar foi acionado e uma viatura foi até a residência. 

Ao chegar no local, os policiais observaram que o portão da casa tinha uma abertura, de onde foi possível ver a namorada do indivíduo de 34 anos em cima de uma moto e o suspeito, o namorado, ao lado dela. Atrás do casal, estava o veículo,  que era monitorado por policiais. 

“Então, naquele momento, o conduzido de 34 anos recebeu voz de prisão, sendo apreendido com ele a chave do veículo Strada, um celular, R$ 535,00 e uma munição calibre 22 intacta”, informou o delegado Thiago Viana.

O outro suspeito, de 41 anos, não estava no local, mas se assustou com a chegada das viaturas e foi visto correndo no pasto que fica em frente à residência. Foi realizado um cerco no pasto e nas casas no entorno e ele foi localizado. 

Na casa da mãe da namorada do suspeito de 34 anos, além do veículo, os policiais militares encontraram uma moto. Ao consultarem no sistema, tudo parecia estar correto, mas foi realizado um contato telefônico com a empresa proprietária da motocicleta e foi informado que o veículo se encontrava em posse da empresa situada no município de Cariacica, se tratando de veículo clonado. 

Leia mais:  Espírito Santo aprimora coleta de dados sobre crimes patrimoniais

Já na residência da namorada dele, foi encontrado outro veículo. Dentro dele, foi apreendido um celular.  

Também foi solicitado aos policiais militares que realizassem o exame do etilômetro no indivíduo de 41 anos, tendo em vista que ele foi flagrado pelos policiais civis dirigindo, depois de ter sido visto completamente embriagado na frente da casa da ex-companheira. O teste indicou que ele estava embriagado no momento em que foi visto dirigindo. 

“Os indivíduos são suspeitos de praticarem diversos furtos nos últimos dias. Sendo o de maior repercussão ocorrido no último dia 10, quando três vacas matrizes de alto padrão foram mortas e desossadas no pasto, causando um prejuízo de cerca de 50 mil reais à vítima, um senhor de 62 anos”, destacou o titular da Delegacia de Polícia de Presidente Kennedy.

Os suspeitos foram autuados em flagrante delito por receptação, sendo o suspeito de 34 anos autuado também por porte ilegal de munição, e o indivíduo de 41 anos autuado também por dirigir sob efeito de álcool.

Os dois foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Marataízes, onde permanecem à disposição da Justiça.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana