conecte-se conosco


Cidades

Governo do Espírito Santo divulga 16º Mapa de Risco Covid-19

Publicado

O Governo do Estado anunciou, neste sábado (1º), o 16º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (03) e o domingo (09). Ao todo, 22 municípios capixabas estão classificados em Risco Baixo, outros 46 estão em Risco Moderado e dez em Risco Alto.


A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril, levando em consideração o coeficiente de incidência da doença. No dia 04 de maio, o Mapa de Risco passou a contar a taxa de ocupação dos leitos de UTI. No dia 18 de maio, a Matriz de Risco Ampliada entrou na terceira fase com a inserção da taxa de letalidade, do índice de isolamento social e a porcentagem da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco. A nova Matriz de Risco Ajustada entrou em vigor no último dia 13, permitindo que todas as cidades capixabas fossem classificadas de forma individual, sem influência do grau de risco dos municípios vizinhos.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Águia Branca, Anchieta, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Colatina, Ibiraçu, Mucurici, Presidente Kennedy, São Gabriel da Palha e Vila Valério.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibitirama, Iconha, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Leopoldina, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Água Doce do Norte, Apiacá, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Brejetuba, Conceição do Castelo, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Irupi, Itarana, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Marilândia, Muniz Freire, Muqui, Pedro Canário, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa e Vila Pavão.

Leia mais:  Concurso, prontuário eletrônico e novo viveiro marcam última Assembleia Popular em Vila Velha
publicidade

Cidades

Sedu realiza reunião de alinhamento das avaliações e metas para 2022

Publicado

A Secretaria da Educação (Sedu), por meio da Gerência de Avaliação (GEA), realizou, nessa quarta-feira (26), a Reunião de Alinhamento 2022. Conduzida pela gerente Endy de Albuquerque Silva e pela subgerente Giselle Peres Zucolotto, foram pontuados os indicadores, as metas e as estratégias do Plano Estadual de Educação (PNE), referente às avaliações externas e índices, o Mapa Estratégico da Sedu e o Decreto Nº 4.889.

A partir disso, a GEA preparou seu plano estratégico para este ano, direcionando os trabalhos a serem desenvolvidos pela equipe e priorizando a garantia da qualidade, além da busca pela equidade na educação.

A reunião foi centrada no Mapa Estratégico 2019-2022, tendo em vista o foco nos parâmetros avaliativos e nos resultados das avaliações educacionais para monitorar o desempenho e analisar o sistema de ensino. A GEA planejou sistemática de assessoramento às avaliações nos âmbitos nacional e internacional e elaborou o cronograma para aplicação das avaliações estaduais.

“Foi um momento criativo, realizado com muito diálogo, aprendizado, trocas de ideias e apropriação das informações para o Planejamento Anual de 2022”, disse a gerente da GEA, Endy de Albuquerque Silva.

Leia mais:  Aberta seleção para 755 vagas em cursos gratuitos do Pronatec
Continue lendo

Cidades

Nuvem impressionante chama atenção em Aracruz

Publicado

Fenômeno foi registrado na manhã desta quarta-feira. Instituto explica a formação curiosa

Quem já assistiu ao filme “Twister” lembra, imediatamente, das cenas que impressionaram nos cinemas em 1996, quando vê a imagem que surpreendeu os moradores de Aracruz, no Norte do Espírito Santo, na manhã desta quarta-feira (26). A nuvem surgiu próximo à entrada ao Estaleiro Jurong Aracruz (EJA) e deixou a população curiosa.  

Mas, o que será este fenômeno da natureza? 

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), em uma primeira análise, a imagem trata-se de um tipo de nuvem popularmente conhecida como nuvem preteleira ou “shelf cloud” (em inglês) e é técnicamente conhecida como “Cumulonimbus Arcus”. 

O Incaper informou, também, que este é um tipo de formação de nuvem que tem aspecto característico de uma longa, baixa e densa camada horizontal, anexada logo abaixo a uma nuvem-mãe (neste caso, uma Cumulonimbus – Cb).

Segundo o Incaper, a nuvem é formada em função das chuvas que devem estar ocorrendo no município no instante em que a foto foi tirada. 

Leia mais:  Tempestade atinge a Grande Vitória e leitores registram pontos de alagamento
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana