conecte-se conosco


Política e Governo

Governo do Estado entrega obras de reabilitação da Rodovia ES-130 em Pinheiros

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, na manhã deste sábado (24), no município de Pinheiros para a inauguração das obras de reabilitação da Rodovia ES-130, que também corta as cidades de Boa Esperança e Nova Venécia. Em novembro do ano passado, foi inaugurado o trecho Boa Esperança x Nova Venécia com 26,53 quilômetros de extensão. Agora, os outros 16,6 quilômetros foram entregues à população que mora ou trafega pelas vias da macrorregião norte capixaba.

O trecho da ES-130 passou por intervenções de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, além de obras complementares, que foram realizadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Ao todo, foram mais de 43 quilômetros recuperados com investimento superior a R$ 60 milhões.

“É uma alegria estar aqui, nesta região, que devo retornar muitas vezes, pois é importante dar sequência às obras e investimentos. Após nosso primeiro governo, muitas obras ficaram paradas e agora estamos entregando. Quando se dá sequência aos investimentos, temos a certeza de que o trabalho transforma a vida das pessoas. Não apenas as obras, mas também as nossas ações para melhorar a prestação do serviço do Governo do Estado à população, como o SAMU 192, que estamos levando para todos os municípios do Espírito Santo”, afirmou o governador.

Casagrande falou também sobre a relação entre os investimentos e a geração de oportunidades para as pessoas. “Estamos gerando 100 mil empregos só com obras públicas e também atraímos investimentos privados. As pessoas empobreceram durante a pandemia e nós precisamos estender as mãos ao povo capixaba. Nosso Estado é pequeno em tamanho, mas é muito valente e, além de tudo, organizado. Governar em tempos de pandemia é um grande desafio, mas temos tarefas a desempenhar para melhorar a vida das pessoas do nosso Estado”, completou.

O diretor-presidente do DER-ES, Luiz Cesar Maretto, também comentou a importância da obra, que faz parte de um conjunto de intervenções do Governo do Estado na área – a exemplo da obra recém-inaugurada de pavimentação da ES-010, que liga Conceição da Barra a Itaúnas. “A recuperação da Rodovia ES-130 é importante não só para os três municípios, mas para toda a região norte do Estado, por ser de grande importância para a circulação de pessoas e mercadorias”, comentou.

Ainda em Pinheiros, o governador Renato Casagrande assinou um protocolo de intenção para a construção de uma quadra poliesportiva coberta, de alto padrão, no Centro da cidade. O equipamento, que ocupará um espaço de 32,10 por 24,40 metros quadrados, contará também com arquibancada. O investimento previsto é de cerca de R$ 1,8 milhão, feito em parceria entre o DER-ES e a Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport).

“Nós vamos lançar na próxima semana um projeto de R$ 100 milhões para incentivar o esporte em todo o Espírito Santo. Serão 70 ginásios como este que estamos fazendo aqui para atender aos municípios e às comunidades”, antecipou o governador.

O prefeito de Pinheiros, Arnóbio Pinheiro, destacou a parceria do Governo do Estado com os municípios para transformar a vida da população. “O governador veio à nossa cidade para inaugurar essa estrada e dar ordem de serviço para um ginásio de esportes. Isso mostra que ele não se preocupa somente com a entrega de obras, mas com toda população que é atendida por todo esse trabalho”, disse.

“Esta semana estive junto com o governador anunciando uma quadra para a comunidade de Santa Maria, em Marechal Floriano, e agora estamos aqui em Pinheiros. É uma satisfação enorme investir na infraestrutura do esporte, proporcionando saúde e lazer para a população, principalmente, neste cenário pós-pandemia, em que as pessoas sentirão necessidade de retomarem suas rotinas de atividades esportivas”, afirmou o secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu.

Também estiveram presentes na agenda, os prefeitos Renato Barros (Boa Esperança – interino), André Fagundes (Nova Venécia), Bruno Araújo (Pedro Canário) e Jaime Santos (Ponto Belo); o deputado federal Josias Da Vitória; a deputada estadual Raquel Lessa; além de vereadores, secretários municipais e lideranças da região.

Leia mais:  Governo do Estado anuncia as startups vencedoras do Programa Pitch Gov.ES
publicidade

Política e Governo

Ato simbólico marca entrega de mais doses da CoronaVac adquiridas pelo Governo do Espírito Santo

Publicado

O governador Renato Casagrande participou, nesta terça-feira (22), da coletiva de imprensa para formalizar a entrega do segundo lote das doses de CoronaVac, adquiridas diretamente com o Instituto Butantan. O ato simbólico ocorreu na sede da instituição e foi mediado pelo governador de São Paulo, João Dória. A comitiva capixaba teve a presença do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

O Governo do Espírito Santo foi o primeiro do Brasil a concluir a compra de imunizantes contra o novo Coronavírus (Covid-19). Foram investidos R$ 26,5 milhões na aquisição de 500 mil doses que estão sendo disponibilizadas para a população capixaba. Esse quantitativo foi dividido em dois lotes: a remessa de 200 mil doses que foram entregues no último sábado (18) é mais essas 300 mil doses referentes ao evento desta tarde em São Paulo.

Para o governador, as doses adquiridas junto ao Instituto Butantan vão acelerar a imunização dos capixabas. “Fizemos o pedido dessas doses no início da pandemia e agora com o encerramento do contrato do Butantan com o Governo Federal foi possível adquiri-las. Vamos utilizá-las para imunizar os adultos acima dos 18 anos, e desta forma utilizar a Pfizer nos adolescentes e também na aplicação da dose de reforço, junto com as doses da Astrazeneca”, explicou Casagrande.

Em abril, o governador capixaba esteve no Instituto Butantan para conhecer a planta de produção da Butanvac, vacina produzida pelo instituto que está em fase de testes. 

“Naquela ocasião, o Espírito Santo fez a reserva de quatro milhões de doses e assim que o imunizante receber a autorização da Anvisa vamos dar sequência à nossa imunização. Até porque, vamos ter que continuar essa vacinação por algum tempo. Se for preciso que a gente reforce o PNI [Programa Nacional de Imunizações], nós o faremos no ano que vem. Os estudos apontam que teremos que seguir imunizando. Não sabemos ainda qual público, mas se for necessário, saberemos na época em qual público aplicar”, afirmou Casagrande.

O governador de São Paulo, João Doria, comentou sobre a aquisição dos Estados e citou que a vacina da Coronavac é o imunizante mais utilizado no mundo durante a pandemia.

“Serão liberados 2,5 milhões de doses do Butantan a esses estados para que as populações possam ser mais rapidamente imunizadas. Essa vacina é a mais aplicada no mundo e utilizada em 32 países. Aqui no Brasil, o Butantan entregou 100 milhões de doses. Todos os governadores que aqui estão defendem a vida e a ciência e não é de hoje”, enfatizou Doria.

As doses da Coronavac serão utilizadas para dar celeridade à vacinação da população acima de 18 anos no Espírito Santo, juntamente com as doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

“O reconhecimento do Instituto Butantan nos deu segurança para firmar essa parceria e fortalecer a principal estratégia de saúde pública capaz de salvar vidas. Com a compra dessas 500 mil doses da CoronaVac garantiremos doses para toda a população acima de 18 anos e iremos otimizar as vacinas da Pfizer para o reforço dos idosos e a vacinação dos adolescentes. Nossa meta é alcançar plena cobertura vacinal da população capixaba com mais de 12 anos até o final do ano. Convocamos a sociedade para uma proteção coletiva contra a Covid-19. Vacinas funcionam, são seguras e eficazes”, frisou o secretário Nésio Fernandes.

Também estiveram presentes os governadores Camilo Santana (Ceará), Wellington Dias (Piauí) e Helder Barbalho (Pará); O presidente do Instituto Butantan e do Conselho Curador da Fundação Butantan, Dimas Tadeu Covas; a diretora de Projetos Estratégicos do Instituto, Cintia Retz Lucci; o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchtyn; do Pará, Alberto Beltrame, do Piauí, Florentino Neto; e a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização de São Paulo, Regiane de Paula. O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, não pode participar do evento.

Leia mais:  Governo suspende aulas de crianças de até 5 anos nas redes pública e privada por 21 dias
Continue lendo

Política e Governo

Sefaz identifica empresas de fachada que iriam atuar no Estado

Publicado

Auditores fiscais da Secretaria da Fazenda (Sefaz) conseguiram identificar 40 empresas de fachada que iriam começar a atuar no Espírito Santo. A atuação preventiva dos auditores da Receita Estadual permitiu que as empresas fossem reconhecidas antes mesmo da ocorrência de fraudes. 

Segundo o auditor fiscal Luiz Carlos Barros Filho, a identificação foi possível graças a um sistema de cruzamento de dados elaborado pelos auditores fiscais. “Quando uma empresa laranja vai começar a operar, ela mostra uma série de indícios. Geralmente, elas são de setores específicos, têm endereços suspeitos, contabilistas já identificados, entre outros pontos”, frisou.

A maior parte das empresas estaria localizada nos municípios de Vila Velha e Guarapari – seis em cada. Também havia registro de empresas em Vitória, Cariacica, Cachoeiro de Itapemirim, Aracruz, entre outros. Já os setores predominantes para essas empresas eram bebidas, sucata e coágulo de borracha. Todas elas tiveram a emissão de documentos fiscais bloqueada e as inscrições estaduais serão encaminhadas para o cancelamento. 

“É importante lembrar que os contabilistas envolvidos com essas empresas serão responsabilizados. Eles podem perder a licença para exercer a profissão e responder criminalmente pela atuação. Tanto o Conselho Regional de Contabilidade quanto o Ministério Público Estadual estão sendo notificados sobre os envolvidos no caso”, informou o auditor fiscal e subgerente fiscal de Setores Econômicos, Lucas Calvi. 

Antes de terem as inscrições estaduais canceladas, os representantes das empresas são intimados e podem recorrer da decisão. No entanto, a maioria deles sequer atende à intimação, o que confirma os indícios de serem sócios laranjas.  

Em geral, uma empresa laranja movimenta altos valores e emite notas fiscais falsas, simulando operações de circulação de mercadorias. Com isso, o imposto deixa de ser pago aos cofres públicos, lesando toda a população capixaba. 

Leia mais:  Juninho Barbarioli é pré-candidato a vereador e tem como objetivo elaborar projetos sociais e defender interesses dos moradores de Jardim Camburi
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana