conecte-se conosco


Segurança

Governo do Estado firma parceria com TJES para implantar Processo Judicial Eletrônico e integração com Delegacia On-line

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, se reuniu, na tarde desta terça-feira (11), com representantes do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES) para firmar parceria que permitirá a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) e a integração com a Delegacia On-line da Polícia Civil (DEON). Para desenvolver o projeto de modernização tecnológica e aquisição de equipamentos de informática e softwares, serão disponibilizados recursos da ordem de R$ 16.383.795,00.

Em sua fala, o governador destacou a importância da parceria entre os Poderes Executivo e Judiciário capixaba. “A modernização do sistema vai agilizar o andamento dos processos, ao mesmo tempo em que a integração com a DEON permitirá que nossos policiais tenham mais tempo para atuar diretamente na proteção da sociedade. É mais uma forma de oferecermos um serviço mais eficiente e economizando recursos públicos”, pontuou Casagrande.


“Certamente a renovação do parque tecnológico do Tribunal de Justiça, além de ser importante para o Poder Judiciário, é também de grande importância para o Poder Executivo no que diz respeito, por exemplo, às Varas da Fazenda Pública e às Audiências de Custódia, assim como para toda a sociedade. Trata-se de um grande avanço”, avaliou o presidente do TJES, desembargador Ronaldo Gonçalves de Sousa.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, salientou que o Governo do Estado tem o compromisso com a transformação digital e a oferta dos serviços públicos de maneira moderna e dinâmica. “Esta iniciativa está em ascensão na Administração Pública Estadual, que tem buscado alternativas e feito investimentos para ampliar a eficiência da administração pública. A parceria com o Tribunal de Justiça é mais um passo dado em direção à modernização e à prestação de serviços de qualidade à população capixaba”, disse Hoffmann.

O sistema DEON atualmente integra todos os registros eletrônicos de Boletim de Ocorrência lavrados pela Polícia Civil (PCES), Polícia Militar (PMES) e Corpo de Bombeiros Militar (CBMES) e outros órgãos conveniados, como Guardas Municipais e Polícia Rodoviária Federal (PRF), numa única base de dados, integrada ao sistema de inquérito eletrônico. Com isso, forma-se uma base de dados totalmente integrada, possibilitando o cruzamento de informações e otimizando o trabalho dos agentes de segurança pública. 

A integração do sistema DEON com o Poder Judiciário Estadual trará ainda mais avanços, pois, são mais de 1,3 mil procedimentos de flagrante de delito feitos por mês na plataforma e mais cerca de 1 mil procedimentos nos crimes de menor potencial ofensivo. Todos são enviados fisicamente à Justiça, consumindo tempo dos policiais, deslocamento de viaturas, gastos com papel e impressão, além de toda burocracia e carga administrativa que envolve os registros de entrada e saída dessa documentação.

Com a integração, as medidas judiciais (busca e apreensão, prisão etc.) poderão ser apreciadas com mais agilidade, pois toda parte de tramitação física que envolve a movimentação de documentos e processos passará a ocorrer em poucos segundos entre a Polícia Civil e o Poder Judiciário, permitindo que o Estado ofereça serviços mais eficientes à sociedade, assim com a economia aos cofres públicos.

Oferta de Serviços Públicos Digitais

Leia mais:  Vendedores de fogos poderão ter que repassar dados de clientes à PM

O Estado do Espírito Santo ficou em quinto lugar no ranking nacional de Oferta de Serviços Públicos Digitais, criado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC), que reúne órgãos públicos do segmento de Tecnologia da Informação (TI).

Esse ranking leva em consideração dois pilares: Eficiência na Máquina Pública e Oferta de Serviços Digitais. No primeiro, o Espírito Santo atingiu a 3ª colocação com 95,3 pontos, numa escala que vai de 0 a 100. No segundo, o Estado alcançou a quinta posição com 87,3 pontos, com a nota máxima podendo chegar a 100.

publicidade

Segurança

Após “noitada” em boate, empresário tenta fugir sem pagar a conta e acaba na delegacia

Publicado

Homem de 44 anos foi preso pela Polícia Militar. A confusão aconteceu em Vila Velha

A confusão começou durante a madrugada desta quinta-feira (10), em uma boate localizada no bairro Parque das Gaivotas, Vila Velha. O empresário, de 44 anos, foi detido pela Polícia Militar e levado na manhã de hoje para o DPJ do município.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o homem chegou ao estabelecimento com dois amigos. Na hora de ir embora, ao receber a conta, não aceitou fazer o pagamento. A PM informou ainda que o homem ficou agressivo, bateu a mão no balcão e deixou uma funcionária assustada. Mesmo com a presença de seguranças do local, ela acionou a polícia. 

Os amigos do empresário pagaram a conta e foram embora. Ainda assim, segundo os policiais, ele insistiu em dizer que não pagaria a consumação e tentou fugir do estabelecimento. Foi quando os militares deram voz de prisão. O homem resistiu e acabou detido.

Os policiais relataram também que homem estava alcoolizado e por conta da resistência a prisão, bateu com a cabeça no chão e precisou ser encaminhado ao hospital antes de ir para o DPJ. Os funcionários da boate estiveram hoje cedo na delegacia, porém preferiram não falar sobre o que aconteceu.

A Polícia Civil informou que o suspeito assinou um termo circunstanciado por outras fraudes e foi liberado após assumir o compromisso de comparecer em Juízo. A Casa de Entretenimento não quis se posicionar sobre o ocorrido e se limitou a dizer que o fato não foi de grande proporção. Nós não conseguimos fazer contato com o o homem que causou a confusão.

Leia mais:  Conceição da Barra: Polícia Militar Ambiental detém homem com motosserra em área particular
Continue lendo

Segurança

Com apoio da cadela Kira, PM de Barra de São Francisco apreende drogas e dinheiro

Publicado

Durante patrulhamento tático, com apoio da cadela Kira, policiais do 11º BPM localizaram pontos utilizados por criminosos como esconderijos de entorpecentes.

Na ocasião foram apreendidos dois menores responsáveis pelo tráfico e encontrado 25 buchas de maconha, 15 pedras de crack e R$ 70,00 em dinheiro.

Os infratores e os materiais encontrados foram conduzidos para a 14º Delegacia Regional de Barra de São Francisco.

Leia mais:  Novo prédio da Delegacia Regional de Cariacica é inaugurado
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana