conecte-se conosco


Política e Governo

Governo do Estado inicia obras de reforma do Saldanha da Gama

Publicado

O Governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (4), as obras de reforma da antiga sede do Clube de Regatas Saldanha da Gama, localizada no Centro de Vitória. A novidade foi anunciada pelo governador Renato Casagrande em transmissão ao vivo pelas redes sociais. Nesta primeira etapa, serão realizadas as seguintes intervenções no imóvel: conserto dos telhados, lavagem do prédio, retirada de infiltrações, recuperação de rebocos, trocas de esquadrias, portas, janelas, peças sanitárias, pisos, entre outras.

O objetivo do Estado é transformar o prédio na futura sede da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), que atualmente funciona em salas alugadas de um edifício na Mata da Praia. O projeto para o espaço conta ainda com museu virtual e espaço gastronômico, ambos abertos ao público, integrando assim cultura, inovação e turismo.

“Estamos dando início a reforma do Saldanha da Gama, visando resgatar a nossa história e seguir com o projeto de revitalizar o Centro de Vitória. O local tem uma paisagem linda e que já foi frequentado por muita gente. É um prédio histórico. Em uma negociação com a Prefeitura, recebemos o prédio do Saldanha e vamos transformar na sede administrativa da Fapes, além de construir um museu virtual contando a história do local, de Vitória e consequentemente de parte do Espírito Santo. Também teremos um café para que as pessoas possam vir e desfrutar dessa paisagem”, afirmou o governador.

A secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, lembrou que a propriedade da antiga sede do Saldanha para o Estado foi regularizada em dezembro. “Agora, o imóvel poderá ser reformado para sediar mais uma repartição pública estadual, fortalecendo assim o projeto prioritário de constituir o Núcleo Administrativo do Governo no Centro de Vitória”, destacou.

O diretor-presidente da Fapes, Denio Rebello Arantes, enfatizou a satisfação em fazer parte desse momento importante para o próprio órgão e também para o Governo do Estado. “A aquisição do Saldanha da Gama tem sido fruto de uma longa articulação junto à Secretaria da Gestão e Recursos Humanos. Nós, da Fapes, estamos muito felizes pela conquista de uma sede própria, tendo, ao mesmo tempo, a oportunidade de proporcionar a recuperação de um monumento histórico e importante ponto turístico da Capital capixaba. Muito obrigado, governador”, declarou.

“Quem passar pelo Saldanha vai notar que a empresa responsável pela reforma já está no imóvel, iniciando a limpeza do local. Neste primeiro momento, iniciamos com o trabalho de manutenção do espaço, com investimentos em torno de R$ 1 milhão, e num segundo momento instalaremos os equipamentos e o que mais for necessário para a ocupação da Fapes e funcionamento do museu”, ressaltou o diretor-presidente do Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES), Luiz Cesar Maretto.

História

Leia mais:  Governo do Estado participa de evento nacional sobre concessões e parcerias

O Forte São João foi construído, no início do século XVIII, para ser uma fortaleza e proteger a ilha de Vitória de invasões estrangeiras. Em 1931, foi oficialmente comprado pelo Clube de Regatas Saldanha da Gama e passou a ser espaço aberto à prática de esportes, festas e solenidades. Hoje, o Saldanha da Gama é a única construção com características de fortificação existente na Capital.

publicidade

Política e Governo

Casagrande tenta agendar vacina em Vitória contra covid-19, mas não consegue vaga

Publicado

Nesta sexta-feira, a prefeitura da Capital abriu 5.100 vagas para agendamento de idosos de 60 a 64 anos, mas as vagas foram preenchidas em três minutos

O governador Renato Casagrande tentou, mas não conseguiu fazer o agendamento no site da Prefeitura de Vitória para tomar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. 

Nesta sexta-feira, a prefeitura da Capital abriu agendamento para idosos entre 60 a 64 anos, mas as vagas foram preenchidas rapidamente. Casagrande tem 60 anos e é morador de Vitória.

A assessoria de imprensa do governador confirmou que ele tentou fazer a marcação nesta sexta-feira, sem sucesso, e que Casagrande vai se vacinar seguindo o agendamento no site da Prefeitura de Vitória.

“O Governador irá vacinar seguindo o agendamento no site da Prefeitura de Vitória. Tentou agendar hoje (nesta sexta), porém não conseguiu”, informou por nota. 

Vagas esgotadas em minutos

O agendamento para a faixa etária de 60 a 64 anos, na Capital, começou às 15 horas desta sexta, mas acabou rapidamente. Ao todo, foram disponibilizadas 5.100 vagas. As marcações puderam ser feitas por meio do link agendamento.vitoria.es.gov.br ou pelo aplicativo Vitória On-line.

A Prefeitura de Vitória informou que foram contabilizados 17 mil acessos simultâneos ao sistema. Todas as vagas foram esgotadas em três minutos.

“A plataforma não apresentou instabilidade em momento algum. Isto porque a Sub-TI tem realizado alterações no sistema a fim de proporcionar aos usuários melhor navegabilidade, mesmo diante de um volume maior de acessos”, informou a prefeitura.

A aplicação das doses da vacina contra o novo coronavírus na Capital começam neste sábado (10). A vacinação acontecerá em oito unidades de saúde e em três postos volantes.

Neste momento estão sendo imunizados em Vitória, com a primeira dose, idosos com 65 anos ou mais. Também está sendo aplicada a segunda dose em idosos com 75 anos ou mais e trabalhadores da saúde que receberam a primeira dose da vacina Coronavac entre os dias 19 de janeiro e 16 de março.

Leia mais:  Governador assina Ordem de Serviço para reforma do Departamento Médico Legal
Continue lendo

Política e Governo

Governador Casagrande se reúne com Lula. ‘Aceno para 2022 está claro’, diz presidente do PT

Publicado

Segundo a assessoria do governador, a reunião, realizada na última terça-feira (06) foi da executiva do PSB e Casagrande participou apenas do início

Há pouco mais de um mês, o governador Renato Casagrande (PSB) foi anunciado como pré-candidato à Presidência da República para 2022. Especialistas entenderam o movimento como uma estratégia do PSB para ganhar musculatura nas discussões do cenário nacional. 

Afinal, é praticamente unânime a percepção de que o governador está muito mais inclinado à reeleição do que a uma aventura – difícil e arriscada – rumo ao Palácio do Planalto.

A candidatura à presidência é pouco provável. Entretanto, Casagrande não deve ficar de fora das discussões. Ele ocupa o cargo de secretário-geral do PSB Nacional e é uma voz importante dentro do partido. Além disso, ganhou projeção durante o combate à pandemia sendo, por diversas vezes, crítico à condução da crise sanitária pelo governo federal.

Lula e Casagrande

Ao que parece, a jogada do PSB já está surtindo efeito. No início desta semana, PT e PSB abriram caminho para o diálogo, com Lula e Casagrande conversando em reunião virtual organizada pelos dirigentes da executiva nacional das siglas.

Com Lula elegível, o PT ganhou fôlego nas últimas semanas e tem se movimentado no tabuleiro eleitoral sob a direção de seu maior líder. O principal objetivo, segundo integrantes da legenda, é dialogar com os partidos de esquerda e centro-esquerda em busca de apoio, principalmente, para um eventual segundo turno nas eleições.

“Temos que ter posições contrárias ao governo Bolsonaro e, neste sentido, PT e PSB têm muita convergência e, com isso, conseguem apresentar uma agenda comum. Então, o tom da conversa é um pouco isso. Se a gente tem convergência no agora, tudo sinaliza que a gente possa ter uma convergência para 2022. O diálogo foi de extrema importância, e pode render frutos para o futuro e começar a trazer um pouco mais de luz diante do cenário que a gente tem. O aceno para 2022 está claro”, disse a presidente do partido no Estado, Jackeline Rocha.

O governador evitou dar detalhes sobre o assunto. Segundo a sua assessoria, a reunião, realizada na última terça-feira (06), foi da executiva do PSB e Casagrande participou apenas do início do encontro. 

Já o PSB do Estado, informou que “a cúpula do PSB nacional, PT, PDT e outros partidos de esquerda, centro e centro-direita têm estabelecido diálogos no sentido de preparar ações para impedir o projeto de ultradireita de Bolsonaro à reeleição em 2022”.

Para o cientista político Aloísio Krohling, a aliança entre os partidos para as próximas eleições é uma possiblidade clara. Entretanto, apesar de o governador participar das discussões, não deve se colocar como protagonista no cenário nacional. 

“Existe um início de conversa, um movimento de aproximação. Casagrande deve tentar a reeleição, ainda mais que perdeu para Hartung da última vez. Apesar das críticas que se faz a ele na condução da pandemia, tem grande apoio aqui no Estado”, opina.

Leia mais:  Governador apresenta relatório de gestão na segunda (7)
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana