conecte-se conosco


Política e Governo

Governo do Estado investe mais de R$ 10 milhões em obras de infraestrutura e reforma de escolas em Vila Velha

Publicado

O Governo do Estado autorizou, nesta quarta-feira (01), a execução de obras de infraestrutura e a reforma de escolas em diversos bairros de Vila Velha. Serão investidos R$ 10.049.101,00 nas intervenções. Os convênios e ordens de serviço foram assinados pelo governador Renato Casagrande, durante solenidade virtual, transmitida ao vivo pelas redes sociais. As obras fazem parte de uma série de investimentos que estão sendo feitos pelo Governo na primeira cidade do Espírito Santo.

“Estamos aqui dando sequência aos investimentos em Vila Velha. A cidade está recebendo e receberá outras importantes obras. Estamos com mais de 40 escolas com obras em execução ou em fase de planejamento. Vários outros convênios também estão sendo realizados até pela importância e pelo tamanho de Vila Velha. Os investimentos também se destinam para a área social, como o repasse de 112 mil cestas básicas para os alunos da Rede Estadual”, afirmou o governador.

Casagrande também citou outras obras fundamentais no município canela-verde, como nas áreas de saneamento e macrodrenagem, além da expansão da Terceira Ponte, implantação do sistema aquaviário e o Portal do Príncipe. “São investimentos robustos que irão melhorar a qualidade de vida dos moradores de Vila Velha”, pontuou o governador.

O evento virtual contou com a participação da vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes; dos secretários de Estado da Educação, Vitor de Angelo, e de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente; do diretor-presidente da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), Carlos Aurélio Linhalis (Cael); do prefeito de Vila Velha, Max Filho; de deputados federais e estaduais; além de vereadores e lideranças do município.

Infraestrutura

Por meio da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), o Governo do Estado autorizou o início das obras de implantação de rede de drenagem e pavimentação nas Ruas Antenor Pinto Carneiro, Jaime Coutinho, José Pinto da Silva, Professor João Cardoso e Reginaldo Leão, na Barra do Jucu. O projeto prevê 8.268 metros quadrados de pavimentação com blocos de concreto; 1.605 metros de drenagem; 248,32 metros quadrados de sinalização; 3.051,60 metros quadrados de calçada cidadã, com dois metros de largura e acabamento com ladrilho hidráulico e rampa de acesso. O investimento total é de R$ 1.151.771,04.

Leia mais:  Agora é lei: dia de Nossa Senhora da Penha é feriado estadual

“A recuperação das vias proporcionará a diminuição considerável de partículas de poeira, minimizando as doenças respiratórias; maior segurança no trânsito, tanto para motoristas, quanto para pedestres; e o crescimento econômico dos bairros”, destacou o secretário de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente.

Também foram assinadas ordens de serviço para a implantação de rede de drenagem e substituição de pavimentação no bairro Barramares, nas Ruas Dom Américo (da ES-388 até a Rua São Judas Tadeu) e Atlanta. Um investimento total de R$ 3.969.088,53.

“Os serviços são de extrema importância, pois atualmente as condições de tráfego nessas ruas são muito precárias, problemas esses agravados nos períodos chuvosos. A ação proposta beneficiará a população de Barramares como também as comunidades das adjacências, oferecendo infraestrutura básica às pessoas residentes e às que transitam diariamente no local”, afirmou o secretário Marcus Vicente.

O Governo do Estado assinou, ainda, convênios junto à Prefeitura de Vila Velha, no valor total de R$3.185.535,18, para a realização de obras de drenagem, esgotamento sanitário e pavimentação nas Ruas Antonio Almeida Filho, no bairro Praia de Itaparica, e Casemiro de Abreu, no bairro Cidade da Barra.

“A requalificação urbana, por meio de vias bem pavimentadas, é muito mais do que uma simples melhoria para os veículos. A questão é mais ampla: trata-se na verdade de melhoria da mobilidade, da segurança de motoristas e pedestres e de atrativos para o desenvolvimento da região”, explicou Marcus Vicente.

Reforma de escolas

Por meio da Secretaria da Educação (Sedu), foram assinadas as ordens de serviço para reforma da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Padre Humberto Piacente, em Alecrim, e da Escola Estadual de Ensino Fundamental (EEEF Dante Michelini), no bairro Planalto. As intervenções somam o valor total de R$ 1.742.796,28.

Leia mais:  Governo do Estado entrega produtos e serviços de fomento ao turismo capixaba

Na EEEFM Padre Humberto Piancente, o projeto da obra contempla a substituição de todo o piso cerâmico e de telhas danificadas, pintura interna e externa, reforma dos sanitários, construção de banheiros para Pessoas com Necessidades Especiais (PNEs), demolição e reconstrução da escada da entrada do auditório, construção de uma escada no 1º pavimento ligando as salas de aula ao refeitório, pintura de esquadrias metálicas e esquadrias de madeira, pintura do muro, demolição da calçada existente e reconstrução no modelo de calçada cidadã, construção de reservatório de incêndio, demolição e reconstrução da casa de gás e reestruturação geral das instalações de prevenção e combate ao incêndio.  Além de substituição pontual de aparelhos elétricos no bloco escolar e execução de instalações elétricas.

Já o projeto da EEEF Dante Michelini contempla: reforma da calçada no entorno de toda a escola, atendendo às normas de acessibilidade e calçada cidadã, adequações no sistema de combate ao incêndio através de novos extintores, substituição de aparelhos elétricos e instalação de circuitos para o sistema de iluminação de emergência.

“O Governo tem dado grande importância para a Educação, tanto para a Rede Estadual, como para as municipais, com ações de regime de colaboração. Estamos anunciando, hoje, obras de reforma de duas escolas importantes de Vila Velha. Quero cumprimentar os diretores e toda equipe escolar das unidades escolares, que tanto almejam essas intervenções. A regularização das unidades, com relação ao combate e prevenção às situações de incêndio é uma das prioridades das intervenções que estamos fazendo na rede física das escolas”, ressaltou o secretário da Educação, Vitor de Angelo.

publicidade

Política e Governo

R$ 445 mil direcionados por Majeski para reforçar trabalhos em hospitais

Publicado

Dos R$ 445 mil direcionados pelo deputado estadual Sergio Majeski (PSB), por intermédio de emendas parlamentares, para reforçar os trabalhos em 11 instituições com atuação na saúde pública do Espírito Santo em 2021, R$ 330 mil estão com os termos de fomento assinados entre o Governo do Estado e a instituição beneficiada com o repasse do recurso.

São R$ 180 mil para o Hospital Concórdia (Santa Maria de Jetibá), R$ 30 mil para o Hospital Rio Doce (Linhares), R$ 30 mil para a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Vitória), R$ 30 mil para o Hospital Santa Casa (Vitória), R$ 25 mil para o Hospital Santa Casa (Cachoeiro de Itapemirim), R$ 25 mil para o Hospital Infantil (Cachoeiro de Itapemirim) e R$ 10 mil para Fundação Clínica Carmem Lúcia (Vila Velha).

“Mesclamos o direcionamento dos recursos com as emendas para contemplar instituições que oferecem serviços relevantes à sociedade. Sempre é importante lembrar que o dinheiro é público, do próprio cidadão. Além dos hospitais, também estão em nossa prioridade escolas, Apaes e Pestalozzis, por exemplo. Indicamos o repasse e rotineiramente vamos às instituições para verificar as estruturas e conferir o atendimento que é ofertado às pessoas”, destaca Majeski.

Para efetivar na totalidade os recursos direcionados pelo deputado Majeski às instituições que oferecem serviços em saúde, falta o Governo do Estado assinar os termos de fomento para o repasse de R$ 115 mil aos hospitais Padre Máximo (Venda Nova do Imigrante), Madre Regina Protmann (Santa Teresa), Nossa Senhora da Penha (Santa Leopoldina) e São Brás (Itarana).

Leia mais:  EDP na mira da CPI da Sonegação por cobrança de conta sem medir consumo
Continue lendo

Política e Governo

Secult debate participação na 4ª Conferência Nacional de Cultura

Publicado

A Secretaria da Cultura (Secult) já está participando das articulações para a realização da 4ª Conferência Nacional de Cultura, com previsão para ser realizada em dezembro de 2022. As etapas municipais e estaduais devem ocorrer entre fevereiro e junho do próximo ano, e as discussões vão girar em torno de atualizações do plano nacional de cultura e os rumos do setor no pós-pandemia.

O secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura reuniu-se com a presidente do Fórum Nacional de Secretários e Gestores de Cultura das Capitais e Municípios Associados, Ana Cristina de Castro, em Curitiba, para tratar da participação dos dois fóruns na organização da 4ª Conferência Nacional de Cultura. Ana Castro é presidente da Fundação Cultural de Curitiba, no Paraná, que tem status de secretaria.

Durante a reunião, os presidentes conversaram com o secretário nacional da Economia Criativa e Diversidade Cultural, Aldo Valentim, visando a acertar detalhes da composição da 1ª Câmara Temática para a Conferência Nacional, da qual Fabricio Noronha será titular e Ana Castro suplente.

Ambos participam na condição de representantes do poder público e seus nomes serão ratificados na próxima reunião plenária do Conselho Nacional de Políticas Culturais, prevista para ser realizada nesta quarta-feira (1º).

A Conferência Nacional de Cultura reunirá, como nos anos anteriores, agentes culturais de todo o Brasil para debates das políticas culturais. Nas três edições anteriores, a conferência chegou a ter representantes de 26 estados.

Leia mais:  100 novos leitos de UTI’s para o ES. O repasse anual chegará a R$ 14 milhões
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana