conecte-se conosco


Política e Governo

Governo do Estado lança Nova Rede Abraço e inaugura nova sede do CAAD

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, lançou, nesta quarta-feira (09), a Nova Rede Abraço, uma versão atualizada do Programa Estadual de Ações Integradas sobre Drogas. A solenidade ocorreu na nova sede do Centro de Acolhimento e Ação Integral sobre Drogas (CAAD), no Centro de Vitória, que foi inaugurada na oportunidade.  A organização do Programa Estadual de Ações Integradas Sobre Drogas sustenta-se em quatro eixos: prevenção, tratamento, reinserção social e estudos, pesquisas e avaliações.


Inserida na Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) e coordenada pela Subsecretaria de Políticas sobre Drogas (SESD), a Nova Rede Abraço é um programa do Governo do Estado do Espírito Santo que visa a promover o bem-estar e o cuidado a pessoas com problemas decorrentes do uso de drogas, seus familiares e comunidade em geral.

Na oportunidade também foi inaugurada a nova sede do CAAD: maior, mais moderna e mais eficiente para a realização de acolhimentos. O Centro é a porta de entrada para o atendimento de pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas e seus familiares. O acolhimento é realizado por profissionais capacitados, os quais direcionam o atendimento e encaminham de acordo com as especificidades de cada caso.
“Estamos inaugurando esse Centro de Acolhimento e aproveitando para reforçar a importância de estarmos ocupando o Centro de Vitória. É mais um espaço que ocupamos, trazendo movimento e revitalizando o bairro. Importante também fortalecer o Programa Rede Abraço. Organizamos o programa em nosso primeiro governo. É um programa que tem uma relação com quem milita e trabalha na recuperação de vidas. Estamos em um momento onde debatemos a necessidade de salvar vidas. Vivemos uma epidemia da droga, em que as pessoas vão perdendo a vida aos poucos. Retirar uma pessoa das drogas é um trabalho difícil de ser feito, mas que precisa ser feito por todos. Nossa prioridade é dar atenção a essas pessoas que, às vezes, estão perdidas e com um trabalho técnico e atencioso, podemos dar esperança de um futuro com oportunidades”, afirmou o governador Casagrande.

Para a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, a nova sede do CAAD vai fornecer um atendimento muito melhor para as pessoas que precisam da Rede. “Um acolhimento muito melhor, mas também vai trazer dignidade aos nossos servidores e servidores. Além disso, quero destacar a importância de termos dois outros Centros que serão construídos no interior. São dois municípios do Programa Estado Presente em Defesa da Vida que vão receber esses Centros de Acolhimento para facilitar que essas pessoas possam alcançar a rede, mostrar que a política de drogas do Espírito Santo não é vista apenas como um caso de polícia. A política de drogas é uma questão de saúde, de direitos humanos”, pontuou.

O subsecretário de Estado de Políticas sobre Drogas, Carlos Lopes, completou: “Nesta nova sede temos um espaço mais humanizado para receber as pessoas, mais organizado, e melhor para nossos servidores e servidoras, o que representa o nosso compromisso com a população. O lema da Rede Abraço é ‘Construindo caminhos e acreditando em possíveis’, e é isso que vamos continuar fazendo. Esse é o nosso objetivo, é isso que nos move, por isso que estamos aqui. Desejo que possamos viver um novo tempo nesse espaço, a serviço de melhor atender a sociedade capixaba.”

No espaço são atendidas pessoas com necessidades de orientação ou tratamento em relação ao álcool e outras drogas, por meio de uma equipe multidisciplinar, formada por médicos, assistentes sociais, psicólogos, nutricionista, técnico de enfermagem e monitor de dependência química. Confira mais informações sobre o CAAD 

A secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, destacou ainda que a mudança da sede do Centro de Acolhimento está alinhada ao projeto prioritário de Constituição do Núcleo Administrativo do Governo no Centro de Vitória. “Diante da demanda do CAAD por um novo espaço, nossa equipe buscou imóveis no bairro provenientes de edital específico publicado, tendo em vista nosso objetivo de manter e transferir repartições públicas para essa localidade, contribuindo para a revitalização da região e aproximando órgãos públicos. Vale destacar que os custos de reforma e adaptação do prédio foram arcados pelo locador. Agora, a unidade terá espaço mais amplo e humanizado para atendimento ao público, qualificando assim o serviço prestado”, acrescentou.

Durante a solenidade também foi assinada uma parceria com a instituição de Ensino Superior privada Multivix, para atuação acadêmica no CAAD e serviços na Nova Rede Abraço.

Observatório Capixaba de Informações sobre Drogas

Leia mais:  Governador Casagrande autoriza reforma de três escolas estaduais da Serra

Na oportunidade, foi lançado ainda o Observatório Capixaba de Informações sobre Drogas (OCID), uma ferramenta central e estratégica para a efetivação dos objetivos traçados no eixo “estudos, pesquisas e avaliações” do Programa Estadual de Ações Integradas sobre Drogas, uma vez que é o instrumento de substancialização do esforço contínuo e sistêmico de realização de levantamentos, estudos, pesquisas, avaliações que desenvolvam um olhar minucioso e preciso sobre a questão da droga no Espírito Santo.

O OCID é também plataforma para divulgação de dados que tenham a droga como tema e que advenham de diferentes frentes como educação, saúde, justiça, direitos humanos, segurança pública, bem como os dados de execução da Política Estadual sobre Drogas.

O Observatório pretende abranger dados produzidos pelo Governo do Estado em suas inúmeras facetas, e dados construídos por colaboradores externos, de modo a garantir a diversidade e a pluralidade de olhares. Confira a página do OCID

Edital de Boas Práticas

Ainda durante a solenidade, foram entregues os prêmios aos selecionados do Edital de Seleção de Projetos de Boas Práticas em Direitos Humanos e no Campo das Políticas sobre Drogas. Ao todo, foram contemplados 14 projetos, divididos em três eixos temáticos, com prêmios no valor de R$ 25 mil cada. O edital foi organizado pela SEDH, por meio da SESD e da Subsecretaria de Proteção, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos (SubDH).

Leia mais:  Mais direitos para empregadores de aplicativos de entrega e transporte de passageiros

O edital tem como objetivos apoiar e fortalecer as boas práticas para a promoção da cidadania, do respeito aos direitos humanos e da valorização da diversidade, além da desconstrução de todas as formas de intolerância, discriminação e preconceito. Também visa ao fortalecimento dos fatores de proteção que evitem ou diminuam o uso de drogas e os efeitos nocivos advindos desse uso.

Plano Geral de Reinserção Social

Também como parte da solenidade, foi lançado o Plano Geral de Reinserção Social, voltado para as pessoas com problemas decorrentes do uso de Substâncias Psicoativas (SPAs) acompanhadas pelo CAAD. Seu escopo de atuação prevê ações de execução direta e iniciativas de articulação intersetorial, de conscientização e participação da sociedade como um todo. Confira AQUI a íntegra do documento.

Projeto SAHUV

Durante o evento, ainda foi anunciado o projeto “Serviço de Atendimento Humanizado a Vítimas de Violação de Direitos Humanos (SAHUV)”, coordenado pela Gerência de Proteção e Defesa dos Direitos Humanos (GPDDH) e pela SubDH, previsto para começar a funcionar em 2021 no prédio do CAAD.

Entre os objetivos do projeto estão: registrar e atender casos de violação de direitos humanos; fazer encaminhamentos de denúncias aos órgãos, às entidades e equipamentos responsáveis, acompanhando-os até a finalização da demanda; realizar formação em educação em direitos humanos; além de promover, divulgar e fortalecer a rede de proteção e enfrentamento à violência, em conjunto com as diretrizes da SEDH, firmando parcerias com outros órgãos e entidades.

publicidade

Política e Governo

Governo entrega smartphones a PMES e agentes do Detran para fiscalização de trânsito

Publicado

O Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), realizou, nesta terça-feira (19), a entrega de 425 smartphones à Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) e 30 para agentes de fiscalização do órgão de trânsito, provenientes de um convênio assinado em junho de 2019, pelo governador do Estado, Renato Casagrande, que contratou o Sistema Global de Registro de Infrações.

“Um dos pilares do nosso governo é que ele seja 100% digital, diminuindo a burocracia e agilizando os procedimentos. A entrega desses equipamentos faz parte da reestruturação que estamos fazendo em nossas forças de segurança e irá ajudar muito na elaboração do termo circunstanciado, quando o policial pode realizar as ocorrências de pequena gravidade sem a necessidade de ir à delegacia. São pequenas ações como estas que melhoram o trabalho dos nossos servidores e faz com que os serviços públicos se tornem mais eficientes ao cidadão”, disse o governador Renato Casagrande.


Para que os policiais militares e os agentes de fiscalização do Detran|ES possam utilizar o sistema, que engloba o serviço de talonário eletrônico, boletim de acidentes de trânsito e inteligência artificial, foram entregues os celulares que contam com plano de telefonia e internet. Cada linha telefônica terá o custo mensal de R$ 31,86 por mês. Essa é mais uma entrega ligada ao plano de reestruturação das forças de segurança, no escopo do programa Estado Presente em Defesa da Vida.

O acesso ao sistema permitirá que seja feita, de forma digital e mais ágil, a fiscalização de trânsito, com procedimentos como laudo de alcoolemia, despacho de ocorrência, entre outros. Já haviam sido entregues 192 smartphones para o BPTran, 285 para uso dos policiais militares que fazem também o papel de agentes de trânsito e 181 estão emprestados para a Secretaria da Saúde (Sesa) realizar o inquérito sorológico do novo Coronavírus (Covid-19). No total, foram disponibilizados pelo Detran|ES 1.113 smartphones para a fiscalização de trânsito nos municípios capixabas. O convênio prevê ainda que seja entregue o total de 2.000 aparelhos para a PMES.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, destacou a importância dessa entrega e das parcerias realizadas com o Detran|ES. “Já foram grandes entregas provenientes da parceria entre a PMES e o Detran|ES, que agradeço na pessoa do diretor Givaldo Vieira. Recentemente, em dezembro, equipamos o BP Tran com motocicletas, veículos, drones entre outros equipamentos. Agora, estamos melhorando a comunicação e a velocidade nas ocorrências de trânsito. Ainda temos o cerco inteligente sendo construído. Assim o governador Renato Casagrande nos pediu e orientou. Sempre com entregas e investimentos nas instituições”, afirmou Ramalho.

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, pontuou que, além de possibilitar ao agente de trânsito ter acesso aos dados do condutor e do veículo no momento da abordagem, o sistema e os aparelhos disponibilizados também contribuem para orientar as políticas públicas de segurança de trânsito. “Como os dados estatísticos são computados automaticamente, servem de base, de uma maneira mais rápida e fidedigna, para o planejamento da atuação, da fiscalização e também do poder público para a redução de acidentes. Esse sistema moderno, que também está sendo utilizado pelas Guardas Municipais que o Detran já treinou, é mais um passo do Governo do Estado para acabar com o papel nos processos de infrações e penalidades”, frisou Givaldo Vieira.

Força pela Vida

Leia mais:  Notificação eletrônica dá até 40% de desconto em multa de trânsito

A tecnologia contratada pelo Detran|ES e sua estrutura disponibilizadas irão colaborar também para uma melhor eficácia nas ações de fiscalização e educação de trânsito realizadas pelos órgãos que formam o programa integrado “Força pela Vida”, lançado em 2019 com foco na redução do número de mortes de trânsito e pessoas com sequelas permanentes no Espírito Santo.

Redução das mortes no trânsito

Segundo dados do Observatório de Segurança Pública do Espírito Santo, no ano de 2020, foram registrados 741 casos de vítimas fatais no trânsito em todo o Estado, frente as 806 mortes no ano de 2019, o que representa uma redução de 8,1%.

Continue lendo

Política e Governo

Governo inicia Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo

Publicado

O Governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (18), a campanha de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19) no Espírito Santo. Foram disponibilizadas 101.320 mil doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, pelo Ministério da Saúde. A primeira capixaba a ser imunizada foi a técnica de enfermagem Iolanda Brito da Silva dos Santos, de 55 anos, que atua no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, referência no tratamento de pacientes da doença. A solenidade de início da vacinação teve a presença do governador Renato Casagrande e do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, dentre outras autoridades.

“Agradeço à Deus pelo início desta caminhada. Quero parabenizar toda a nossa equipe de Governo e também o Governo Federal, que nos enviou esse primeiro lote de vacinas. Tenho que agradecer também a nossa bancada federal, que tem sido parceira e ajudado na disponibilização dos recursos, assim como a Assembleia Legislativa que votou todas as matérias relacionadas a este tema. O meu obrigado também à imprensa que tem feito um trabalho importante de orientação da população”, afirmou o governador.

Para Casagrande, o dia de hoje é histórico, em que as evidências científicas estão aflorando e sendo exaltadas. A vacinação teve início cerca de duas horas após a chegada das vacinas no Aeroporto de Vitória. 

“Ficamos tristes todos os dias no final da tarde quando são atualizados os dados do painel Covid-19 e verificamos o número de pessoas que perdem a vida. Oramos para que a gente possa ter uma diminuição na perda de vidas. Infelizmente, quase todo mundo conhece alguém que perdeu a vida por causa dessa doença. Ficamos muito felizes que muitas mortes serão evitadas com essa vacina”, pontuou.

O governador destacou ainda a importância da estratégia do Governo do Estado no enfrentamento à doença. “Desde janeiro estamos investindo nos hospitais com a ampliação de leitos e também na preparação do sistema de saúde, com a compra de insumos e equipamentos. Criamos 250 novos leitos da UTI Covid somente aqui no Jayme dos Santos Neves, que é uma referência em todo País no tratamento de pacientes com a doença. Em outros estados vemos pessoas perdendo a vida sem atendimento hospitalar, o que não ocorreu aqui. Muito obrigado aos profissionais de saúde, de coração. Teremos o ano todo pela frente de muita luta e os municípios terão um papel fundamental na vacinação”, ponderou.

O secretário Nésio Fernandes lembrou a importância da ciência neste momento, bem como do planejamento do Governo do Estado. “Nós médicos somos formados para apostar na ciência, nas práticas de cuidados e nas evidências científicas. Confiem nas vacinas, elas salvam. Não possuem ideologias, possuem ciência. Possuem uma expressão de solidariedade, de amor dos trabalhadores da saúde, dos pesquisadores da saúde para com a comunidade. Eis que hoje, a principal medida que salva vidas, que é a vacinação, tem início no Espírito Santo. Esse momento demonstra também que ter planejamento estratégico e ter liderança assertiva, que nos permitiu chegarmos até aqui”, disse.

Primeira imunizada

Leia mais:  Governo entrega smartphones a PMES e agentes do Detran para fiscalização de trânsito

Foi no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves que Iolanda iniciou sua carreira como técnica de enfermagem há oito anos. Casada e mãe de quatro filhos, ela atua também no Hospital Estadual Dório Silva, na Serra, e ficou emocionada ao poder ser imunizada. “Presenciei muitos dias difíceis, mas também felizes porque pude contribuir nos dias de luta. E hoje sou uma das primeiras a viver dias de glória”, disse a trabalhadora da saúde que ainda afirmou “não tenha medo das vacinas”.

Como forma de homenagem a todos os profissionais que estão na linha de frente no combate à doença, foram imunizadas na solenidade: a fisioterapeuta Thaísa Fonseca; o médico Romerson Ribeiro; a enfermeira Eliane Palles; a auxiliar de serviços gerais, Sabrina Bital Martins; e a vacinadora Elizelia Bicalho.

Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19

Com o objetivo principal de reduzir a morbimortalidade causada pela Covid-19, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo terá como população-alvo inicial cerca de 48 mil capixabas. Para alcançar esse objetivo, o Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, estabeleceu como meta vacinal de pelo menos 90% da população-alvo de cada grupo.

Para a primeira etapa da primeira fase, a imunização se dará pelos trabalhadores da saúde (42.273); pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência (2.970); pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas (210) e indígenas aldeados (2.793), em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Secretaria da Saúde (Sesa), Danielle Grillo, destacou que, na segunda etapa da primeira fase da vacinação, serão acrescidos o público idoso acima dos 75 anos não institucionalizados (155.760 capixabas).

“O objetivo é poder imunizar ainda durante a primeira fase toda a população capixaba que pertença ao público-alvo da campanha. Para esta primeira etapa da primeira fase serão atendidos parte dos trabalhadores da saúde, mas com meta de imunização dos mais de 111 mil profissionais do Estado, a depender da disponibilidade dos insumos”, explicou a profissional.

A coordenadora orienta também que a população que tenha sintomas gripais e faça parte do público-alvo aguarde o período de isolamento para comparecer às salas de vacinação. “A recomendação é adiar a vacinação em quatro semanas após o início dos sintomas”, disse Danielle Grillo.

Em relação às próximas etapas de vacinação, a coordenadora ressalta que as informações serão divulgadas pelo Ministério da Saúde. O imunizante a ser administrado será a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, de forma exclusivamente via intramuscular, em esquema de duas doses, com intervalo de quatro semanas.

É previsto que cerca de dois mil profissionais estarão envolvidos no processo de imunização nas 493 salas de vacinação do Espírito Santo. Os municípios também poderão desenvolver estratégias de ações denominadas “extramuro”, ou seja, não apenas realizadas dentro da sala de vacinação na Unidade de Saúde.

Distribuição da vacina no Estado

Leia mais:  Setades realiza primeira ação do Sine Itinerante em Cachoeiro de Itapemirim

As 101.320 doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde da vacina CoronaVac foram encaminhadas à Central Estadual de Rede de Frio da Secretaria da Saúde, em Vitória. A partir desta terça-feira (19), as doses serão destinadas às Centrais Regionais de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus para distribuição aos municípios capixabas, que iniciaram a distribuição aos municípios do interior do Estado. Também nesta terça, os municípios de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra receberão as doses para iniciar a campanha.

O Governo do Estado investiu na compra de 80 equipamentos de refrigeração que serão distribuídos aos municípios capixabas. Além disso, realizou adaptação nos caminhões frigoríficos e furgões das Regionais de Saúde com novo isolamento térmico e climatização, que estão prontas e serão utilizados para a logística de distribuição.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana