conecte-se conosco


Política e Governo

Governo entrega unidade do Corpo de Bombeiros na Serra e 40 novas viaturas para Corporação

Publicado

O Governo do Estado realizou, na manhã dessa quinta-feira (10), a inauguração da nova sede da 2ª Companhia do 6° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, no bairro Camará, na Serra. Durante o evento, foram entregues 40 novas viaturas leves, que serão distribuídas para todas as regiões do Espírito Santo.

A solenidade contou com participação do governador Renato Casagrande. A nova unidade padrão obedece a um projeto que é adequado aos preceitos de arquitetura sustentável, eficiência energética e qualidades social, funcional e econômica.

Com uma área de 1500 metros quadrados, distribuída por dois pavimentos, o investimento total foi de R$ 2.980.000,00, com recursos oriundos do Fundo Especial de Reequipamento do Corpo de Bombeiros Militar (Funrebom).


A unidade dispõe de sistema de reaproveitamento da água da chuva e da luz solar. O local ainda foi preparado para atendimento ao público, por meio da Seção de Atividades Técnicas (SAT), que é responsável por vistorias e análises de projetos de prevenção a incêndio e pânico.

O primeiro pavimento da construção é dividido em sala de instrução, recepção, almoxarifado, academia, sala de apoio e expurgo. No segundo pavimento existem seis alojamentos e vestiários masculinos e femininos, sala de reuniões, sala administrativa, sala de comando, refeitório e recreação e cozinha.


“Uma sede que dá dignidade ao trabalho dos Bombeiros e que permite que o cidadão seja muito bem atendido. Estamos criando um centro de treinamento na parte de trás da sede aqui no Batalhão da Serra para atender a todos os bombeiros e para que seja uma referência”, afirmou o governador.

Casagrande prosseguiu: “No Quartel do Comando dos Bombeiros estamos criando o Centro Integrado de Gestão de Riscos Naturais, uma obra importantíssima, pois de tempos em tempos temos chuva em excesso ou seca extensa. Em nosso governo passado construímos as bases de Guaçuí, Anchieta e Cariacica. Vamos começar Colatina e São Mateus em breve. Estamos estruturando nossas forças de segurança para que possam exercer sua função com excelência. Agora na pandemia, os bombeiros estão se mostrando ainda mais fundamentais, pois estão fazendo a fiscalização em conjunto com a Polícia Militar e as guardas municipais e elaborando nosso Mapa de Gestao de Risco.”

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, destacou que essa é mais uma ação do Governo dentro do Programa Estado Presente em Defesa da Vida:

“Estamos buscando a reestruturação das Corporações e, mesmo em um ano de pandemia, não deixamos de realizar as entregas, com transparência e a participação de todos. O governador  Renato Casagrande está reinventando a Segurança Pública do Espírito Santo.  Ontem iniciamos os cursos de formação da Polícia Militar, que estavam parados há seis anos, e depois de 27 anos tivemos entrada de oficiais médicos. Tivemos ainda entregas de viaturas, reformas de unidades, investimentos em infraestrutura, com previsão de mais de R$ 400 milhões e é importante contextualizar. A comunidade de Serra terá uma ótima estrutura à disposição agora”, disse o coronel Ramalho.

O secretário da Segurança Pública reforçou ainda a importância da entrega das novas instalações. “Uma unidade como essa aumenta a autoestima dos nossos camaradas que atuam no Corpo de Bombeiros, que sempre estão à disposição para defender e proteger a sociedade. O comando da Corporação está de parabéns por executar o planejamento de forma tão correta, entregando essa bela unidade padrão”, pontuou.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre Cerqueira, também falou sobre os investimentos na Corporação. “Ao assumir o Comando tínhamos a recomendação do governador de fazermos entregas para a sociedade. Em cima disso fomos trabalhando para prestar um serviço melhor aos capixabas. Criamos um programa de expansão dos Bombeiros no Estado e de reforma e melhorias das instalações. Estamos inaugurando a sede nova da Serra, que estava precária. Agora temos uma unidade digna para os nossos militares e temos outras aprovadas pelo governador Renato Casagrande, que estão em fase de projeto. Teremos ainda dez novos postos avançados que serão instituídos no Espírito Santo e aumentarão em quase 50% nossa capacidade operacional, principalmente no interior”, explicou.

Novas viaturas

Leia mais:  Sedu destina mais de R$ 12 milhões para escolas se prepararem para a volta às aulas presenciais

O Corpo de Bombeiros ainda recebeu 40 novas viaturas leves, modelo Ford Ka, em um investimento de R$ 1.640.000,00. Os veículos irão equipar todos os batalhões e unidades da Corporação no Espírito Santo, com uso para funções administrativas.

“Em dois anos de governo já foram entregues quase 150 novas viaturas. Havia seis anos que o Estado não comprava viaturas de Resgate, mas somente este ano 20 novos veículos foram adquiridos. É uma renovação fundamental pensando somente na sociedade e temos que destacar isso”, reforçou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros.

publicidade

Política e Governo

Casagrande tenta agendar vacina em Vitória contra covid-19, mas não consegue vaga

Publicado

Nesta sexta-feira, a prefeitura da Capital abriu 5.100 vagas para agendamento de idosos de 60 a 64 anos, mas as vagas foram preenchidas em três minutos

O governador Renato Casagrande tentou, mas não conseguiu fazer o agendamento no site da Prefeitura de Vitória para tomar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. 

Nesta sexta-feira, a prefeitura da Capital abriu agendamento para idosos entre 60 a 64 anos, mas as vagas foram preenchidas rapidamente. Casagrande tem 60 anos e é morador de Vitória.

A assessoria de imprensa do governador confirmou que ele tentou fazer a marcação nesta sexta-feira, sem sucesso, e que Casagrande vai se vacinar seguindo o agendamento no site da Prefeitura de Vitória.

“O Governador irá vacinar seguindo o agendamento no site da Prefeitura de Vitória. Tentou agendar hoje (nesta sexta), porém não conseguiu”, informou por nota. 

Vagas esgotadas em minutos

O agendamento para a faixa etária de 60 a 64 anos, na Capital, começou às 15 horas desta sexta, mas acabou rapidamente. Ao todo, foram disponibilizadas 5.100 vagas. As marcações puderam ser feitas por meio do link agendamento.vitoria.es.gov.br ou pelo aplicativo Vitória On-line.

A Prefeitura de Vitória informou que foram contabilizados 17 mil acessos simultâneos ao sistema. Todas as vagas foram esgotadas em três minutos.

“A plataforma não apresentou instabilidade em momento algum. Isto porque a Sub-TI tem realizado alterações no sistema a fim de proporcionar aos usuários melhor navegabilidade, mesmo diante de um volume maior de acessos”, informou a prefeitura.

A aplicação das doses da vacina contra o novo coronavírus na Capital começam neste sábado (10). A vacinação acontecerá em oito unidades de saúde e em três postos volantes.

Neste momento estão sendo imunizados em Vitória, com a primeira dose, idosos com 65 anos ou mais. Também está sendo aplicada a segunda dose em idosos com 75 anos ou mais e trabalhadores da saúde que receberam a primeira dose da vacina Coronavac entre os dias 19 de janeiro e 16 de março.

Leia mais:  Sedu destina mais de R$ 12 milhões para escolas se prepararem para a volta às aulas presenciais
Continue lendo

Política e Governo

Governador Casagrande se reúne com Lula. ‘Aceno para 2022 está claro’, diz presidente do PT

Publicado

Segundo a assessoria do governador, a reunião, realizada na última terça-feira (06) foi da executiva do PSB e Casagrande participou apenas do início

Há pouco mais de um mês, o governador Renato Casagrande (PSB) foi anunciado como pré-candidato à Presidência da República para 2022. Especialistas entenderam o movimento como uma estratégia do PSB para ganhar musculatura nas discussões do cenário nacional. 

Afinal, é praticamente unânime a percepção de que o governador está muito mais inclinado à reeleição do que a uma aventura – difícil e arriscada – rumo ao Palácio do Planalto.

A candidatura à presidência é pouco provável. Entretanto, Casagrande não deve ficar de fora das discussões. Ele ocupa o cargo de secretário-geral do PSB Nacional e é uma voz importante dentro do partido. Além disso, ganhou projeção durante o combate à pandemia sendo, por diversas vezes, crítico à condução da crise sanitária pelo governo federal.

Lula e Casagrande

Ao que parece, a jogada do PSB já está surtindo efeito. No início desta semana, PT e PSB abriram caminho para o diálogo, com Lula e Casagrande conversando em reunião virtual organizada pelos dirigentes da executiva nacional das siglas.

Com Lula elegível, o PT ganhou fôlego nas últimas semanas e tem se movimentado no tabuleiro eleitoral sob a direção de seu maior líder. O principal objetivo, segundo integrantes da legenda, é dialogar com os partidos de esquerda e centro-esquerda em busca de apoio, principalmente, para um eventual segundo turno nas eleições.

“Temos que ter posições contrárias ao governo Bolsonaro e, neste sentido, PT e PSB têm muita convergência e, com isso, conseguem apresentar uma agenda comum. Então, o tom da conversa é um pouco isso. Se a gente tem convergência no agora, tudo sinaliza que a gente possa ter uma convergência para 2022. O diálogo foi de extrema importância, e pode render frutos para o futuro e começar a trazer um pouco mais de luz diante do cenário que a gente tem. O aceno para 2022 está claro”, disse a presidente do partido no Estado, Jackeline Rocha.

O governador evitou dar detalhes sobre o assunto. Segundo a sua assessoria, a reunião, realizada na última terça-feira (06), foi da executiva do PSB e Casagrande participou apenas do início do encontro. 

Já o PSB do Estado, informou que “a cúpula do PSB nacional, PT, PDT e outros partidos de esquerda, centro e centro-direita têm estabelecido diálogos no sentido de preparar ações para impedir o projeto de ultradireita de Bolsonaro à reeleição em 2022”.

Para o cientista político Aloísio Krohling, a aliança entre os partidos para as próximas eleições é uma possiblidade clara. Entretanto, apesar de o governador participar das discussões, não deve se colocar como protagonista no cenário nacional. 

“Existe um início de conversa, um movimento de aproximação. Casagrande deve tentar a reeleição, ainda mais que perdeu para Hartung da última vez. Apesar das críticas que se faz a ele na condução da pandemia, tem grande apoio aqui no Estado”, opina.

Leia mais:  Justiça anula PEC da eleição de Erick e proíbe realização de novo pleito
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana