conecte-se conosco


Política e Governo

Governo faz entrega de cestas básicas arrecadadas no programa ES Solidário

Publicado

O Governo do Espírito Santo realizou, nessa quinta-feira (09) e sexta-feira (10), a entrega de donativos arrecadados por meio do programa ES Solidário. Foram entregues 336 kits com cesta básica e itens de higiene em Vitória e mais 750 em Vila Velha. Até o sábado (11), a previsão é de que sejam entregues 1500 cestas nos dois municípios.

Por meio do ES Solidário, o Governo do Estado recebe e repassa doações a pessoas que enfrentam dificuldades por causa das consequências do novo Coronavírus (Covid-19). A demanda está sendo levantada com a ajuda dos municípios e também de coletivos sociais.

A ação de entrega dos donativos teve a participação da Vice-Governadoria do Estado, da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) – que coordena o programa –, da Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) e do Corpo de Bombeiros Militar.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, explicou que está sendo preparada uma plataforma para também envolver coletivos, associações e outros grupos para que as doações cheguem de forma cada vez mais eficaz às pessoas mais necessitadas.


“Nós estamos preparando essa plataforma, que é por onde vamos conseguir conversar com os coletivos, igrejas e associações de moradores para que possamos, todos juntos, identificar e ajudar as famílias que mais precisam. Por essa plataforma vamos conseguir uma maior participação da sociedade civil, que pode ajudar com doações que podem ser entregues na sede do Corpo de Bombeiros. Estamos contando também com participação das empresas. Esse é um trabalho que estamos construindo para abranger o maior número de famílias possível”, destacou.


A vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, enfatizou que as prefeituras devem se organizar para receber as doações do ES Solidário. “É importante que os municípios se organizem, pois todas essas doações entregues de forma voluntária serão repassadas ao município através de locais como os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) através do Banco de Alimentos, então é importante ter um cadastro atualizado das famílias que mais precisam”, disse Jaqueline Moraes.

O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES), Carlos Wagner, também deu ênfase a essa necessidade, passando um recado às prefeituras: “Você que é prefeito, você que é secretário de Ação Social dos municípios, organize seu município para que o Governo do Estado tenha condições de dar esse aporte que tem dado, como o que aconteceu hoje no município de Vitória”, reforçou.

Como doar

Leia mais:  Outdoor de apoio à cloroquina em Vitória é trocado por recomendação para tratar malária

As cestas básicas, kits de higiene pessoal e de limpeza podem ser entregues em uma das 17 bases operacionais do Corpo de Bombeiros em todo o Estado ou nas unidades de Defesa Civil nos municípios. É possível também fazer doações em dinheiro por meio de Documento Único de Arrecadação (DUA) ou depósito em conta bancária do Governo do Estado, além da doação de serviços comuns, bens móveis ou imóveis, licenças de softwares e o comodato a favor de órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, enquanto perdurar o estado de emergência em saúde.

Saiba mais informações sobre como doar em: https://coronavirus.es.gov.br/ESsolidario

publicidade

Política e Governo

Governador anuncia expansão das obras de pavimentação da ES-388 em Vila Velha

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, neste sábado (31), a publicação do edital do segundo trecho das obras de pavimentação da Rodovia ES-388, em Vila Velha. Será contemplado o trecho que vai do entroncamento da ES-060 na Barra do Jucu até o bairro Santa Paula II, com extensão total de 5,2 quilômetros. Casagrande também visitou as obras de pavimentação já em andamento na rodovia no trecho entre Xuri, em Vila Velha, e a BR-101 em Amarelos, em Guarapari.


A obra está sendo executada pelo Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES). Estão sendo implantadas pista dupla e simples no trecho de 17,5 quilômetros da via que liga duas importantes zonas rurais da Grande Vitória, com destaque também para o turismo.


“Com a ES-388, uma nova Vila Velha vai surgir para essa região. A rodovia será importante ainda para os municípios de Viana e Guarapari, sendo uma ligação da Rodovia do Sol até a BR-101, onde teremos uma ferrovia que vai até o sul do Estado. Quando melhoramos a infraestrutura de uma cidade e do Estado, melhoramos a qualidade de vida da população, gerando emprego e renda para as famílias. Com essas ações reduzimos a desigualdade que hoje assola o nosso País. Daqui a alguns meses voltaremos para conferir de perto a mudança na realidade dos moradores”, afirmou o governador Casagrande.

O diretor-presidente do DER-ES, Luiz César Maretto Coura, explicou que as obras da ES-388 estão sendo realizadas em duas partes. “O trecho rural já está bem encaminhado e, agora, publicaremos o edital para a pavimentação do trecho urbano que vai garantir à população trafegar por uma via mais segura e confortável”, comentou.

O prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, falou sobre a importância das obras para o município. “A Região 5 é a menina dos olhos da nossa administração e o governador está trazendo muito desenvolvimento para esse local. Com a ES-388 teremos mais empregos e consequentemente, mais renda. Vamos capacitar as pessoas dessa região para que as empresas que vierem a se instalar aqui possam contratar os moradores locais”, anunciou.

A vice-governadora Jacqueline Moraes lembrou a parceria do Governo do Estado com os municípios. “Vou repetir uma frase da Bíblia: ‘Quem semeia justiça, colhe o fruto do amor’. É isso que estamos fazendo, olhando com amor e com carinho porque o nosso governador Renato Casagrande decidiu semear a justiça em sua caminhada por todo o Espírito Santo. Assim vamos colhendo resultados positivos. E que Deus continue abençoando as nossas vidas”, frisou.

Também participaram da solenidade, os deputados estaduais Rafael Favatto e Dr. Hércules; o diretor presidente da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), Carlos Aurélio Linhalis, o Cael; além de vereadores e lideranças da região.

Leia mais:  Outdoor de apoio à cloroquina em Vitória é trocado por recomendação para tratar malária
Continue lendo

Política e Governo

Prefeito de Barra de São Francisco vai coordenar movimento de apoio à reeleição de governador

Publicado

Dando prosseguimento à intenção manifestada no dia seguinte à sua eleição em novembro passado, o prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) anunciou na noite desta quinta-feira (29) que vai coordenar um movimento político na região Norte do Estado em apoio à reeleição do governador Renato Casagrande (PSB) em 2022.

O atual chefe do Executivo de Barra de São Francisco apoio à candidatura do socialista em 2014, quando não se reelegeu, e em 2018 e chegou a ser líder do governo na Assembleia Legislativa, como deputado estadual, em 2019. “Esse movimento é de grupo e não um movimento pessoal.

O governador tem apoiado muito a nossa região e vamos trabalhar juntos para que isso se amplie ainda mais. Vamos começar reunindo vereadores e lideranças da região Noroeste, em Barra de São Francisco, para lançarmos um manifesto conjunto de apoio, mas também para discutir participação no Governo e garantir aporte de recursos públicos na nossa região”, disse Enivaldo.

Em 2014, o governador Renato Casagrande, como candidato, venceu a disputa em apenas sete municípios: na Grande Vitória, em Castelo, onde nasceu, e na região Noroeste, em Alto Rio Novo, Barra de São Francisco e Ecoporanga, graças à liderança de Enivaldo.

Já em 2018, com Enivaldo deputado e candidato à reeleição, Renato Casagrande teve uma grande vantagem de votos na região Noroeste, consolidando a influência do atual prefeito de Barra de São Francisco, cidade onde o socialista teve 72% dos votos.

Para Enivaldo, “o governador Renato Casagrande, além de prestigiar o interior do Estado, demonstra competência na condução do Estado não apenas do ponto de vista financeiro, com equilíbrio fiscal e administrativo, sem deixar de investir em obras. E durante a pandemia demonstrou sua liderança, conduzindo a política no Estado com equilíbrio e bom senso, mantendo o controle da situação e ainda criando reserva para apoiar a retomada econômica”. E concluiu: “Hoje, o Espírito Santo tem um fundo de R$ 250 milhões para emprestar a custo baixíssimo para os pequenos empreendedores, enquanto São Paulo, com aquele tamanho todo, só disponibilizou R$ 100 milhões. Isso é resultado de capacidade de gestão e condução política”.

Leia mais:  Casagrande e outros 17 governadores vão ao STF para evitar convocação à CPI da Covid
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana