conecte-se conosco


Camisa 10

Governo Federal divulga investimento de R$ 84 milhões para o Bolsa Atleta

Publicado

Dos 6.248 atletas contemplados, 4.248 são de modalidades olímpicas e 1.134 de modalidades paralímpicas que disputam vagas em Tóquio 2020

Foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União a lista dos contemplados pelo programa Bolsa Atleta no edital nº 2/2019. Serão patrocinados neste ciclo 6.248 atletas de todo o país que integram os programas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O investimento total será da ordem de R$ 84,2 milhões.

Dos contemplados neste edital, 4.248 são de modalidades olímpicas e 1.134 de modalidades paralímpicas. Do total, 3.517 são homens e 2.731, mulheres. Cinco categorias estão incluídas na lista e a que mais tem representantes é a Nacional, com 4.286 atletas. Na sequência, aparecem a Internacional (949), a Estudantil (383), a Olímpica/Paralímpica (340) e de Base (290).

Entre os contemplados estão diversos atletas de destaque, como a judoca Sarah Menezes, 29 anos, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

“O Bolsa atleta é importante para ajudar nos treinamentos. Tem muitos atletas que usam esse benefício para complementar alimentação, material melhor para a prática esportiva e custeio de viagens. Então esse apoio dá um conforto importante. Eu recebi pela primeira vez aos 15 anos e me ajuda até hoje”, diz Sarah.

O goiano Iranildo Espíndola, do tênis de mesa paralímpico, medalha de bronze por equipe (classes 1 e 2) nos Jogos Rio 2016, também teve seu nome entre os contemplados.

“Eu recebo a Bolsa Atleta desde o início e com certeza sem esse apoio eu não estaria no esporte até hoje. Foi fundamental na questão de treinamento, de aquisição de material e sem isso eu jamais teria chegado onde cheguei”, comentou Iranildo.

O atletismo é a modalidade com o maior número de contemplados: 862. Depois, aparecem a natação (483), o handebol (316), o tiro esportivo (299) e o tênis de mesa (256). Todos os quatro esportes recém-incluídos no programa dos Jogos Olímpicos também contam com bolsistas: caratê (140), escalada (16), surfe (11) e skate (8). O mesmo ocorre com as modalidades recém-incluídas no programa dos Jogos Paralímpicos: parabadminton (38) e taekwondo (3).

No atletismo, Paulo André vai receber o benefício na categoria internacional. O ano de 2019 foi único na carreira do velocista. Durante a temporada, o jovem de 20 anos conquistou um resultado histórico, quando integrou a equipe que brilhou no Mundial de Revezamento, em Yokohama, no Japão, com ouro no 4 x 100m. Paulo André faturou ainda a medalha de ouro no revezamento 4 x 100m e a prata nos 100m durante os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.

“Essa ajuda é realmente importante. Os recursos me ajudam no transporte, na alimentação, na fisiologia e na fisioterapia. Tudo isso é necessário para o esporte de alto rendimento. Sem falar que tenho de estar em forma em 2020, pois não podemos falhar em nenhum desses itens. Vou usar essa verba na preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020”, disse Paulo André.

Paulo André vibra ao cruzar a linha de chegada e conquistar o título do 4 x 100 m livre

O Bolsa Atleta é o maior programa de patrocínio direto ao atleta do mundo e apresenta resultados fundamentais para o esporte brasileiro. Desde a criação, em 2005, já foram concedidas mais de 69,5 mil bolsas, para 27 mil atletas de todo o país. O valor destinado pelo programa desde sua implantação supera a marca de R$ 1,2 bilhão.

A importância do Bolsa Atleta pode ser medida nos Jogos Rio 2016. Na edição olímpica, 77% dos 465 atletas convocados para defender o Brasil eram bolsistas. Das 19 medalhas conquistadas pelos brasileiros – a maior campanha da história -, apenas o ouro do futebol masculino não contou com bolsistas.

Leia mais:  Lisca pede demissão do Vasco após 10 partidas
publicidade

Camisa 10

Italo Ferreira brinca ao surfar onda gigante: ‘Sem seguro de vida’

Publicado

Brasileiro campeão olímpico em Tóquio registrou sua breve passagem por Nazaré, em Portugal, local com ondas de até 20 m

“Sem seguro de vida, mas cheio de vontade de viver”. É assim que Italo Ferreira descreve a emoção de surfar as ondas gigantes de Nazaré, em Portugal.

O campeão olímpico registrou em seu Instagram a rápida sessão de ondas, em que teve a companhia dos brasileiros Pedro Scooby e Lucas Chumbo: “Tivemos apenas algumas horas pra fazer uma sessão em Nazaré antes de embarcar pra África… mas valeu muito a pena.”

Após um 2021 bastante intenso, com direito à inédita medalha de ouro olímpica e o 3º lugar no Mundial de Surfe, Italo curte agora as suas férias. Na última semana, ele registrou um encontro com Neymar, feito após a vitória do PSG para cima do RB Leipzig, na Champions League.

Leia mais:  Pai de Neymar acusa chuteiras Nike por lesões. Pronto para a guerra
Continue lendo

Camisa 10

Estadual de canoa havaiana na Lagoa Nova movimenta a cadeia do turismo de Linhares

Publicado

A primeira etapa do Campeonato Estadual de Canoa Havaiana realizada no último final de semana na Lagoa Nova, em Linhares, movimentou a cadeia do turismo e apresentou aos capixabas as belezas do complexo lacustre do Município. Mais de 350 atletas entraram na água para a disputa da competição.

Visualização da imagem

O campeonato foi disputado na modalidade Sprint, com distâncias de 500m, 1000m e 1500m, em canoas OC6, V1, OC1, OC2, V3 e V12, nas categorias masculino, feminino, mista, amador, júnior 19, open, master 40+, master 50+ e master 60+.

Visualização da imagem

Para o atleta Carlos Segundo Aires que conquistou o primeiro lugar das categorias Master 500m e 1000m com a equipe do Vitória Va’a Clube, foi sensacional participatr da competição. “Linhares é uma cidade a nível internacional para receber este tipo de competição. Foi espetacular disputar com vários atletas do Estado. Fico feliz pela oportunidade e por incentivar os que estão começando na modalidade”, disse o atleta de 44 anos.

Visualização da imagem

David Engel Júnior, de 52 anos, que integra a equipe do Independente Lagoa Nova, ficou satisfeito com o segundo lugar da categoria Catamarã. Ele destacou a importância de Linhares sediar um evento deste nível.

“É algo extraordinário receber um evento como este na cidade, uma vez que a canoa vem crescendo de forma gigantesca em todo país. Por isso, o campeonato vem para fortalecer e mostrar que Linhares tem grande potencial para receber competições aquáticas que vão do nível estadual até o internacional. Acredito que a partir deste evento o município vai entrar de vez na rota dos calendários esportivos mais importantes do Brasil. Eu e minha equipe estamos muitos felizes com o resultado. O evento foi muito bem organizado”, disse.

Para um dos organizadores do evento, Ramiro Helmer, a prova tem uma característica única no Espírito Santo e coloca Linhares no mapa de competições dessa modalidade. “Entregamos um evento pensando no atleta, mas sem esquecer do público. A recompensa veio com casa cheia, gente feliz e competição na água. Agradecemos a todos que confiaram e acreditaram em nosso trabalho”.

Visualização da imagem

Para o prefeito de Linhares Guerino Zanon é uma honra poder incentivar a prática esportiva na cidade, e ver as lagoas do Município sendo potencializadas com um esporte que está crescendo cada vez mais em todo o Espírito Santo e no Brasil.

Ele pontua que o desenvolvimento de uma prática turística que tenha o esporte por base pode resultar em benefícios adicionais, com a possibilidade da expansão de eventos e atividades de lazer e turismo de bem-estar.

“Explorar o potencial de Linhares com consciência sustentável e cultural é uma grande oportunidade, que se desdobra para outros setores como o turismo, prática dos esportes aquáticos e promoção de eventos. A realização de etapa do estadual de canoa havaiana na Lagoa Nova é extremamente importante, principalmente para o desenvolvimento econômico, em um momento em que o município está se recupera dos impactos de uma pandemia”.

O prefeito destacou a atuação dos jovens empreendedores do Município, Ramiro Helmer e Eduardo Rocha pelo pioneirismo do esporte, a iniciativa junto à Federação Capixaba da modalidade e os servidores da secretaria municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer pela atuação durante a etapa do estadual.

“Vamos continuar trabalhando para termos ainda mais competições em todas as nossas lagoas e avançando com muito trabalho e força de vontade destes jovens empreendedores e nossas equipes de servidores para transformar Linhares na capital dos esportes náuticos do Estado”, finalizou o prefeito.

Visualização da imagem

“O evento vai em direção do que queremos fomentar como política pública de turismo. Além disso, a competição valoriza nossa característica de belas lagoas e também traz efetivamente pessoas de outras cidades para a nossa cidade. Não tem melhor forma de promoção do turismo”, destacou o diretor de Cultura e Turismo da Prefeitura de Linhares, José Augusto Muleta.

Muleta enfatizou que o evento proporcionou ao visitante conhecer como Linhares é bem estruturada e bela. “Nada melhor que conhecer de perto a cidade para divulgar bem aos amigos e familiares e assim fazer com que mais pessoas visitem nossa cidade. Dessa forma, a gente vem cumprindo com a nossa proposta de política pública de fomento de fluxo turístico”, ressaltou.

A segunda etapa do campeonato está programada para acontecer no próximo dia 21 de novembro em Vitória.

Leia mais:  Contratação de atleta surda pelo Palmeiras abre as portas da inclusão
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana