conecte-se conosco


Cidades

Hospital Estadual de Urgência e Emergência dá dicas de atividades durante o distanciamento social

Publicado

Desde o surgimento da pandemia do novo Coronavírus, a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem recomendado o distanciamento social para todos aqueles que puderem ficar em casa. Neste contexto, a terapeuta ocupacional do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória, dá dicas de como lidar com as mudanças e os sentimentos causados pelo isolamento.

Na percepção da terapeuta ocupacional do HEUE, Synara Sampaio Novais, neste período a ansiedade e o desconforto podem aumentar, sendo necessário reorganizar a rotina. “O que chama muito atenção nesta fase de pandemia é a ruptura das nossas ações cotidianas, o que faz necessária a elaboração de uma nova dinâmica de adaptação da vida”, destacou a profissional.

A especialista explica que a necessidade de criar rotinas dentro de casa. A necessidade se apresenta inclusive para pessoas que estejam trabalhando na modalidade de home office, em que pessoas e empresas podem se conectar a distância. “Em home office é ideal definir um local específico para as atividades, com iluminação ajustada e confortável. É necessário se atentar a postura correta, ter uma mesa e cadeira que possibilitem o trabalho mais próximo possível ao habitual. É muito importante ainda que os horários sejam organizados: defina um horário para dormir, acordar, para as refeições e pausas na realização das atividades”, detalhou.

 

Isolamento em família

Com as aulas suspensas, as crianças também precisam estabelecer uma rotina mais próxima à realidade delas. A ansiedade e desestabilização podem causar muita angústia nas crianças. “Infelizmente as crianças não estão isentas de sofrerem com essas mudanças, e é necessária muita paciência. O legal é desenvolver brincadeiras com os filhos, aproximar as crianças das atividades diárias do lar, introduzir atividades mais relaxantes, estimular a leitura e, se possível, limitar o acesso à televisão”, ressaltou.

A especialista acrescentou que é importante manter o controle da respiração para minimizar a ansiedade. “Sempre que estamos nervosos, alguém sugere que respiremos com mais calma, e isso faz sentido. A inspiração está conectada com o lado ativo do sistema nervoso autônomo, chamado simpático, enquanto a expiração está mais conectada com o lado calmante do sistema nervoso autônomo, chamado parassimpático. A respiração pode ajudar de duas maneiras nesses momentos de ansiedade: a primeira é fisiológica, já que o estado de ansiedade ativa áreas do cérebro que estimulam a hiperventilação, ou seja, inalamos o ar com mais rapidez e de forma mais rasa, e o esforço consciente para mudar isso ajuda a acalmar, pois o organismo volta ao equilíbrio. Outro ponto é o fato de que, ao tornarmos nossa respiração consciente, trazemos a atenção para o momento atual e com isso o estado de ansiedade tende a ser minimizado”, explicou.

Em casa, Elyzabeth Brancutti Mafessoni, 52 anos, mãe de Ana Caroline, 11, organiza o tempo da filha para que ela possa manter a rotina de estudos sem perder qualidade no aprendizado.

 

Leia mais:  Enfermeira vira heroína na ausência de médico desleixado

Confira algumas dicas de atividades durante o isolamento social

– Escreva os pontos positivos do dia: fique atento às coisas simples que acontecem, como o florescer de uma planta ou uma palavra nova que seu filho aprendeu;

– Aproveite a oportunidade para reunir a família em volta da mesa para a realização das refeições;

– Prepare alimentos mais saudáveis. Conheça e experimente novas receitas;

– Estimule a criatividade das crianças. Uma sugestão é reservar um canto da casa e espalhar cartazes em branco para que as crianças criem desenhos e pintem;

– Filtre ou minimize a exposição às notícias;

– Próximo a hora de dormir, cuidado com o uso excessivo do celular e o tipo de filme ou série que irá assistir;

– Neste período de isolamento social, o número de acidentes domésticos pode aumentar. É importante se prevenir contra queimaduras, por conta do uso e fácil acesso ao álcool;

– É preciso tomar cuidado ao acessar áreas com maior dificuldade, como armários altos, principalmente se estiverem usando cadeiras. Esses movimentos podem provocar quedas e ampliar as possibilidades de fraturas.

 

Leia mais:  Prefeitos de nove cidades se unem para garantir a ampliação dos serviços da Rede Cuidar

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa à promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

 A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

publicidade

Cidades

Expansão do Programa de Fruticultura começa com abertura de edital para distribuição de mudas de uva em Linhares

Publicado

A Secretaria de Agricultura de Linhares inicia a segunda etapa de expansão do Programa Municipal de Fruticultura com a abertura de edital para produtores interessados em participar do Polo Alto São Rafael, com o cultivo da uva. As inscrições do Processo Seletivo começaram nesta segunda-feira, dia 25, e serão realizadas na sede da secretaria, localizada no endereço Av. Augusto Calmon, nº 1675, no Centro, das 8h às 11h e das 13h às 16h. O edital completo pode ser acessado em www.linhares.es.gov.br.

Serão disponibilizadas pelo Município 4.998 mudas frutíferas das variedades “Izabel Precoce” e “Niágara Rosada”. Cada produtor receberá no máximo a quantidade de mudas para formação de até uma hectare da fruta, conforme descrição do edital.

O secretário Municipal de Agricultura, Franco Fiorot, informou que esse é o início da expansão do programa que se estenderá, em breve, para os demais polos. “Iniciaremos com a distribuição de novas mudas de uva, que teve sucesso com as áreas plantadas inicialmente, para que mais produtores possam ingressar na atividade. Em breve, daremos continuidade a essa segunda etapa abrindo novos editais para outros polos”, destacou o secretário lembrando que em dezembro inicia a primeira colheita da uva.

As inscrições seguem até o dia 5 de novembro. Na sequência terá início a análise das documentações, entre os dias 8 e 12 de novembro, seguida da visita técnica “in loco”, a acontecer de 16 a 19 de novembro, para verificar se as informações prestadas condizem com a realidade do Programa Municipal de Fruticultura.

O resultado preliminar será divulgado no dia 30 de novembro, a partir das 13 horas, e estará disponível nos murais da Secretaria de Agricultura, Aquicultura, Pecuária e Abastecimento.

O Programa Municipal de Fruticultura visa implementar novas cadeias produtivas do setor em Linhares, coordenando as ações estratégicas desde a produção até a comercialização dos frutos, de forma moderna, sustentável e competitiva. É uma iniciativa, também, para incentivar o cultivo dos frutos e promover a diversificação da atividade econômica integrada e sustentável, aumentando a geração de emprego e renda, melhorando a qualidade de vida dos produtores rurais de base familiar. Foram implantados os polos Baixo São Rafael (goiaba), BR 101 Sul (limão), Litoral (açaí) e Distrito Farias (cajá manga anão).

Critérios para seleção

– Comprovar que a propriedade em que pretende plantar as mudas está localizada na região onde está instalado o Polo de Fruticultura Alto São Rafael;

– Possuir carta de aptidão do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf), expedida pelo Incaper, ou outra instituição que tenha autorização para expedição da mesma;

– Possuir na propriedade onde as mudas serão plantadas estrutura mínima de irrigação, visando-se assegurar a vitalidade e o pleno desenvolvimento das mudas que serão disponibilizadas; ou, na ausência do sistema de irrigação, possuir declaração de viabilidade técnica para desenvolvimento da cultura agrícola;

– Possuir inscrição de produtor rural nos órgãos competentes;

– Se a quantidade de mudas disponíveis for inferior à demanda, uma vez comprovadas as documentações necessárias, serão observados os seguintes critérios, por ordem, para seleção dos contemplados: propriedades com carta de aptidão do Pronaf; ordem de inscrição, sendo que o produtor que realizar a inscrição anteriormente levará vantagem;

– As propriedades beneficiadas em uma etapa do programa serão preteridas nas etapas vindouras, de modo a permitir que se atinja o maior número de propriedades.

Documentos obrigatórios (cópia simples)

– Cadastro de Pessoa Física (CPF), se pessoa física;

– Carteira de Identidade – CI (RG), se pessoa física;

– Comprovante de endereço;

– Escritura pública da propriedade rural na qual pretende plantar as mudas, ou outro documento apto a demonstrar que o interessado é legítimo possuidor da propriedade na qual serão plantadas as mudas;

– Declaração preenchida pelo produtor que indique a quantidade de mudas que a propriedade comporta, conforme especificado em edital.

Documentos opcionais (cópia simples)

– Declaração de Aptidão ao Pronaf – DAP;

– Outros documentos ou informações que a administração entender indispensáveis.

Leia mais:  Enfermeira vira heroína na ausência de médico desleixado
Continue lendo

Cidades

Detran orienta sobre emissão eletrônica do Licenciamento Anual do Veículo (CRLV-e)

Publicado

De acordo com o artigo 130, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o proprietário de veículo tem a obrigação de manter o veículo licenciado para poder circular em via pública. E, após um adiamento nas datas de vencimento do IPVA e Licenciamento, por solicitação do Governo do Estado, em razão da pandemia de Covid-19, o prazo para regularização do Licenciamento Anual 2021 dos veículos pertencentes à frota do Espírito Santo está vencendo neste mês de outubro.

Desde março do ano passado, o documento é emitido pelo próprio cidadão de forma digital, não sendo mais expedido ou enviado via Correios pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES). Por esse motivo, o Órgão preparou um novo passo a passo para facilitar a emissão do CRLV-e, que pode ser retirado pelo site www.detran.es.gov.br e também utilizado no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT).

 

Passo a passo para emissão dos DUAs (boletos) para pagamento

O primeiro passo é acessar o site www.detran.es.gov.br, selecionar o banner de “Serviços Digitais de Veículos” e escolher o ícone “Emissão de Boleto de Licenciamento”. Importante destacar que para licenciar o veículo é necessário quitar todas as pendências financeiras: IPVA, Licenciamento e multas, se houver; e administrativas: baixa de gravame, transferência de propriedade, vistoria para a emissão de Certificado de Segurança Veicular (CSV), entre outros. Para gerar o Documento Único de Arrecadação (DUA), que é um boleto, será necessário informar a placa e o Renavam do veículo.

O Detran|ES esclarece que é importante se atentar sobre a compensação do pagamento, pois os prazos podem variar, dependendo da instituição bancária.

Para facilitar o pagamento, o Detran|ES possibilita o parcelamento dos débitos referentes aos veículos, incluindo, além de multas de trânsito, o Licenciamento Anual e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com pagamento mediante o uso de cartões de débito ou crédito. O pagamento é feito por meio de correspondente bancário credenciado a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) e homologado pelo Detran|ES.

Para ter acesso a lista de empresas credenciadas, clique aqui.

 

Passo a passo para emissão do CRLV-e pelo site do Detran|ES

A primeira informação a saber é que o serviço só poderá ser realizado pelo proprietário legal do veículo, pois todas as informações utilizadas são dele. No caso de veículos registrados em nome de empresas, somente o(s) sócio(s) proprietários(s) da empresa poderão realizar a emissão do documento.

Para imprimir o Licenciamento pelo site do Detran|ES, basta selecionar o ícone CRLV eletrônico, na opção de “Serviços Digitais de Veículos”. Automaticamente, o cidadão será direcionado ao site Acesso Cidadão, que é a base de dados para acesso aos serviços oferecidos pelo Governo do Estado. Se o proprietário legal do veículo já estiver cadastro, basta efetuar login. Se não, será necessário se cadastrar.

Após estar logado, o cidadão deverá retornar ao ícone CRLV eletrônico, no site do Detran|ES. No primeiro momento, serão solicitados os seguintes dados: placa, Renavam, CPF/CNPJ do proprietário do veículo, nº do CRV (que é mais conhecido como recibo do veículo, aquele documento que consta o formulário para a venda do veículo) e código de segurança do CRV. Alguns veículos mais antigos não têm essa informação do código de segurança, e pensando principalmente nessas situações, o Detran|ES apresenta uma outra alternativa. Nesses casos, torna-se necessário que o cidadão faça a verificação de conta no portal Acesso Cidadão, que também pode ser realizada em qualquer circunstância.

Depois de efetuar o login no portal, o cidadão deverá clicar no seu nome, que fica no canto superior direito e acessar o ícone “Verificar conta”. Ao clicar, abrirá uma página em que será possível identificar algumas possibilidades para fazer a verificação da conta, a depender das informações obtidas na consulta ao CPF: Selos Meu gov.br, Certificado Digital, Servidor Estadual, CNH Capixaba e Selfie. O Detran|ES recomenda esses dois últimos, por serem mais simples e acessíveis.

 

Leia mais:  Procon de Linhares alerta sobre cobertura de planos de saúde para testes da Covid-19

CNH Capixaba

Para realizar a validação, o proprietário do veículo, que também seja habilitado, poderá fazer a verificação de conta por meio da CNH. Pois faz-se necessário informar apenas dados da CNH e um número de celular. Reforçamos que, neste caso, como o próprio nome sugere, somente condutores habilitados no Espírito Santo conseguirão realizar a verificação. A validação acontece em poucas horas.

Caso os dados do condutor estejam desatualizados junto à área de habilitação, o sistema poderá bloquear o andamento da verificação. Mas é possível solicitar a atualização de dados via aplicativo Telegram, por meio do “Fale com a Habilitação”, pelos seguintes contatos: (27) 99943-6442 / (27) 99979-0623; ou ainda pelo e-mail: [email protected]. Deve-se fornecer o nome completo, CPF e as informações que necessitam ser atualizadas.

 

Selfie

Nesse caso, o proprietário do veículo deverá escolher o documento oficial com foto que utilizará para validar a conta, que pode ser RG, CNH, Carteira de Trabalho (com foto). Deverá preencher um pequeno formulário (se atentar para que os dados sejam equivalentes ao do documento utilizado) e seguir o passo a passo em que precisará fazer o upload de fotos do documento escolhido e, posteriormente, uma selfie com o documento em punho, conforme demonstração do próprio portal. Nesse formato pede-se um prazo de até 48 horas úteis para que os dados de verificação sejam validados.

Para outras informações sobre o portal Acesso Cidadão, clique aqui.

 

Leia mais:  Estudantes de Escola Estadual em Cariacica são classificados para a fase final da Olimpíada Nacional em História do Brasil

Como baixar o CRLV-e no app Carteira Digital de Trânsito (CDT)

O aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) tem várias funcionalidades e pode ser usado inclusive por quem não é habilitado. Uma dessas é o uso do CRLV-e.

O CDT foi desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) – antigo Denatran, do Ministério da Infraestrutura. Foram disponibilizados tutoriais sobre cada uma das funcionalidades do app.

Clique aqui para acessar o passo a passo para baixar o CRLV-e.

A versão do app permite que o proprietário do veículo compartilhe o documento de modo digital com até outros cinco condutores. Para isso, claro, é necessário que eles também tenham o app instalado no celular.

Clique aqui para acessar o passo a passo para o compartilhamento do CRLV-e.

 

Como baixar o CRLV-e pelo Portal de Serviços do Senatran

O documento também pode ser impresso por meio do Portal de Serviços do Senatran. O proprietário do veículo deve fazer o login informando o CPF e a senha e acessar os dados do seu veículo.

Caso ainda não tenha uma conta, será necessário fazer um cadastro, seguindo o passo a passo informado, e cadastrar o veículo para ter acesso aos dados. Na opção ‘Veículos’, o proprietário deve clicar no link identificado como “CRLVDigital (.pdf)” para fazer o download e imprimir o documento e papel A4 comum.

 

Fiscalização

No Espírito Santo, as fiscalizações em que será exigido o Licenciamento do ano de 2021 terão início no dia 26 de novembro.

O proprietário que optar pela versão impressa do Licenciamento Anual poderá emitir gratuitamente pelo site quantas vezes quiser, o que é uma facilidade, já que anteriormente era preciso pagar por uma segunda via, em caso de perda ou dano no documento. 

Para o condutor que optar por utilizar os documentos apenas na versão digital, o Detran|ES alerta ainda que o agente de trânsito tenha condições de acessar o documento do veículo e do condutor por meio do sistema de fiscalização eletrônica, pode acontecer de, eventualmente, a abordagem acontecer em uma área em que se tenha dificuldades no sinal de internet. Portanto, é essencial que o condutor do veículo fique atento à bateria do celular.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana