conecte-se conosco


Segurança

Idaf e Polícia Ambiental interrompem desmatamento irregular em Santa Maria de Jetibá

Publicado

Equipes do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e da Polícia Militar Ambiental interromperam, nessa terça-feira (05), um desmatamento ilegal que estava sendo realizado na localidade de Santa Luzia, em Santa Maria de Jetibá. Uma área de cerca de cinco mil metros quadrados de vegetação nativa, em estágio médio de regeneração, foi desmatada.

De acordo com o técnico do Idaf Marco Henrique Demuner, que participou da operação, o flagrante foi possível em função da rotina de fiscalização do órgão. “É possível que o prejuízo ambiental fosse ainda maior, visto que a propriedade possui em torno de dez hectares de vegetação nativa. Por isso, a presença constante do Instituto e o apoio da Polícia Ambiental são fundamentais na proteção das florestas”, disse.

A área foi embargada para recuperação da vegetação. O proprietário foi autuado e, com o operador da escavadeira, foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimento por se tratar de crime ambiental.

Supressão de vegetação

Segundo o gerente de Licenciamento e Controle Florestal do Idaf, Fabricio Zanzarini, a supressão de vegetação nativa depende de autorização do órgão de controle, que, no Espírito Santo, é o Idaf. “A avaliação prévia visa evitar que sejam desmatadas, por exemplo, Áreas de Preservação Permanente (APPs) e Reserva Legal, além de garantir o cumprimento das regras legais para utilização sustentável dos recursos naturais e uso alternativo do solo para algumas situações e determinar a necessidade de compensações ambientais”, explicou Zanzarini.

Leia mais:  Coronel Sartório assume comando da Polícia Militar do Espírito Santo
publicidade

Segurança

Três pessoas são detidas após denúncia de aglomeração e som alto

Publicado

Durante a confusão, o dono da caixa de som tentou jogar uma moto contra a equipe e tentou agredir um policial

Três pessoas foram detidas após uma confusão no bairro Nova Carapina 1, na Serra. A Polícia Militar informou que recebeu uma denúncia de aglomeração e som alto na região, e assim que chegou ao local, a equipe se deparou com cerca de 20 pessoas ouvindo música em uma rua.  

Uma delas, segundo a polícia, se apresentou como dono de uma caixa de som que estava sendo usada, se exaltou e desobedeceu a ordem de desligar o aparelho. Após o ocorrido, o grupo foi para uma casa e o som, novamente, foi ligado. Desacatando os policiais, o dono do aparelho teria dito ainda que dentro da residência ninguém desligaria o som. 

A polícia deu voz de prisão e exigiu que o homem saísse da residência. Diante disso, segundo a PM, o homem pediu que os moradores agredissem os policiais para evitar a prisão. Durante a confusão, o dono da caixa de som ainda tentou jogar uma moto contra a equipe e tentou agredir um policial.

Assim que os policiais entraram na casa, dois homens tentaram jogar copos de vidro em direção à eles, além do dono da casa também ter jogado uma garrafa de vinho contra a equipe. Os policiais então fizeram disparos de arma não letal, mas o suspeito não se rendeu e pegou até um facão. 

Depois de tanta confusão, a polícia conseguiu conter o homem, que precisou ser levado para hospital por conta de ferimentos. Em seguida, ele foi encaminhado para a Delegacia Regional da Serra. Duas pessoas que se envolveram na briga também acabaram detidas. 

A Polícia Civil informou que o conduzido de 37 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de resistência e desacato, pagou fiança estipulada pela autoridade policial e vai responder em liberdade. Os outros dois foram autuados por resistência, assinaram Termo Circunstanciado e vão responder em liberdade.

Leia mais:  Polícia apreende drogas que vinham da Europa para o ES e detém 48 pessoas em operação contra o tráfico
Continue lendo

Segurança

Corpo de jovem é encontrado dentro de poço em fazenda entre Boa Esperança e São Mateus

Publicado

O corpo de um jovem foi encontrado dentro de um poço desativado de, aproximadamente, 20 metros de profundidade, na tarde desta quarta-feira (07), em uma fazenda na comunidade de Santa Lúcia, localizada entre os municípios de Boa Esperança e São Mateus.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Nova Venécia, a equipe foi acionada para uma ocorrência de um possível corpo que estaria dentro do poço, após o solicitante informar que o cheiro estava insuportável na região.

A equipe foi até o local e constatou que havia um corpo no fundo do poço, que, segundo informações do Corpo de Bombeiros, trata-se de Maicon Douglas de Aquino Almeida, visto pela última vez no domingo (04).

De acordo com os militares, o corpo estava coberto por entulhos e muitos galhos, além de estar em estado avançado de decomposição.

A perícia da Polícia Civil foi acionada para a remoção do corpo, que foi retirado do poço por uma equipe do Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar está no local e isolou a área.

Fonte: redenoticia

Leia mais:  Polícia identifica suspeito de enviar ameaças ao Secretário de Segurança Pública do ES
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana