conecte-se conosco


Medicina e Saúde

Idosos com mais de 90 anos serão novo público-alvo da vacinação contra a covid-19 no ES

Publicado

Com a chegada de novas doses até sexta (05), Estado pretende incluir pessoas dessa faixa etária que n´ão estão em Instituições de Longa Permanência (ILP)

O Espírito Santo deve receber um novo lote de vacinas contra a covid-19 até sexta-feira (05). Com a chegada da quarta remessa (a terceira da Coronavac), idosos acima de 90 anos serão incluídos como público-alvo. A diferença é que,  até o momento, somente recebiam o imunizante os idosos institucionalizados, ou seja, os que habitavam casas de repouso ou asilos. O anúncio foi dado pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista ao programa “Espírito Santo no Ar”, na manhã desta terça-feira (02).

Ele explicou que essa faixa etária foi contemplada por ter uma alta taxa de letalidade e mortalidade com a doença. “Foram mais de 1200 cidadãos com mais de 90 anos que viviam no Espírito Santo e faleceram por covid-19, sendo de fato, o grupo que apresenta a letalidade e a mortalidade mais alta entre aqueles que se infectam pela covid-19”, informou. 

Ele garante que o Estado fez o dever de casa e está preparado para incluir mais esse contingente de contemplados. “O Espírito Santo se preparou, comprou as seringas, preparou seu plano de imunização e, com a chegada dessas vacinas, iremos garantir que os municípios consigam executar vacinação desse público-alvo de diversas maneiras, vacinando tanto em domicílio, em escolas, postos de saúde, para que a gente consiga rapidamente alcançar a população e evitar as pessoas evoluam a casos graves inclusive a óbito”, planeja. 

Ele ainda pontuou que a vacinação em massa da população pode começar entre março e abril. “Mas nós dependemos de um calendário de distribuição da União, do Governo Federal, que até o presente momento é o que tem a exclusividade da compra das vacinas. Nós, do Estado, estamos procurando a possibilidade de comprar doses complementares para poder antecipar as etapas do Plano Nacional de Imunização, mas, por enquanto, não há disponibilidade da indústria farmacêutica para a aquisição dessas vacinas”, frisou. Na sua análise, as decisões de compra de vacinas dependem do presidente da República e do ministro da Saúde. 

Entre os grupos prioritários que receberam as primeiras levas do imunizante, até o momento, o Espírito Santo contabiliza mais de 54 mil vacinados. Ele espera chegar ao dobro até o fim de fevereiro. “Estamos entre os quatro ou cinco Estados com a vacinação mais rápida. Já temos um grande programa de imunização por aqui, com municípios extremamente competentes, garantindo as primeiras posições nos ranking de imunizações. Importante deixar claro para a população que neste momento a vacina é extramuros, não é feita nos pontos de vacinação. A gente organiza pequenas equipes que vão até os hospitais, até os lares de anciãos, para poder fazer a imunização da população, então há este alvo neste primeiro momento”, contabiliza.

Aumento de casos

Com mais de 295 mil casos de coronavírus no Estado, o secretário espera que haja um aumento de casos nas próximas semanas apesar da curva de infecções ter tendência de dias de estabilização. Irá coincidir com o aumento de casos de doenças respiratórias, comuns no Estado em março e abril.

Fernandes avalia que esse agravamento se deva à falta de planejamento do Governo Federal. “Infelizmente, como não tivemos no Brasil, uma campanha antecipada, uma aquisição universal de todas as vacinas disponíveis, nós não teremos uma imunização suficiente de toda a população brasileira. É possível que o país viva em seus diversos territórios a terceira onda da doença”, concluiu.

Leia mais:  Primeira-dama troca silicone; saiba por que cirurgia é necessária
publicidade

Medicina e Saúde

Estado amplia número de leitos para enfrentamento da Covid-19

Publicado

O Governo do Espírito Santo entregou, nesta sexta-feira (05), mais 36 leitos para o enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). A entrega faz parte da segunda fase de expansão da política de “Leitos para Todos”. São dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 26 de enfermaria disponibilizados no Hospital Vitória (antigo Hospital Praia do Canto), localizado na Capital. O valor do contrato é de aproximadamente R$ 2 milhões para vigência de 60 dias.

“A partir de amanhã, todos esses leitos estarão regulados para nossa Central de Vagas para atendermos exclusivamente ao tratamento de pacientes com Covid-19. São mais dez vagas de UTI e 26 leitos de enfermaria. Estamos fazendo esforços gigantescos para estarmos sempre um passo adiante do vírus. Muitos estados estão em colapso por falta de leitos. O Espírito Santo não é uma ilha e não estamos imunes a isso, mas vamos chegar a 900 leitos de UTI no final de abril. Somos o Estado com o maior número de leitos por habitante”, afirmou o governador Renato Casagrande, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Segundo o subsecretário de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde, Gleikson Barbosa, a ampliação desta sexta-feira (05) faz parte da segunda fase da expansão do Leitos para Todos. “Ampliando mais leitos exclusivos para o atendimento à Covid-19 no Estado e atender à população capixaba”, afirmou.

Leia mais:  Espírito Santo recebe novo lote com 54,4 mil doses da vacina contra a Covid-19
Continue lendo

Medicina e Saúde

Estado recebe 48.200 novas doses para vacinação contra a Covid-19

Publicado

Na madrugada desta quarta-feira (03) o Espírito Santo recebeu mais uma nova remessa de vacinas da Coronavac (Sinovac/Butantan) para a Campanha de Vacinação contra a Covid-19. Foram entregues ao Estado 48.200 doses.

Para essa nova remessa, o Estado fará o envio de imunizantes para 30,5% da primeira dose (D1) de idosos de 80 a 84 anos, totalizando a cobertura de 80,5% deste público, e mais 65% de doses para a D2 de idosos de 90 anos e mais.

Os imunizantes estão na Central Estadual de Frio para organização e cadastramento, que ocorrerá na manhã desta quarta-feira (03). A previsão é de que a distribuição da D1 aos municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória aconteça ainda nesta quarta-feira (03) à tarde, já o envio às regionais de saúde Norte, Sul e Central será a partir desta quinta-feira (04).

Para as próximas remessas, a Secretaria da Saúde (Sesa) aguarda a confirmação da data e do quantitativo de doses por parte do Ministério da Saúde.

Leia mais:  A experiência de uma doadora de sangue que já salvou 8 vidas em 2020
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana