conecte-se conosco


Entretenimento

Igreja Universal explica personagens de pouco conteúdo bíblico na novela ‘Gênesis’

Publicado

A Igreja Universal do Reino de Deus reagiu às críticas à novela Gênesis e explicou porque o folhetim da RecordTV se dedicou a falar sobre Ur dos Caldeus e as origens de Abraão, mesmo que a Bíblia Sagrada fale tão pouco a respeito.

A repercussão de uma resenha recente sobre a quarta fase da novela Gênesis, criticando a RecordTV por conta de pouco conteúdo bíblico no folhetim, levou a Igreja Universal a compartilhar em seu portal um artigo explicando a motivação dos autores em falar sobre um aspecto pouco detalhado pela Bíblia.

“Por que a novela contou a história de Terá se há tão pouco sobre ele na Bíblia? Porque ele foi pai de Abrão e a Bíblia, por mais que fale pouco sobre Terá, deixa pistas sobre seu comportamento. A Bíblia menciona, por exemplo, que Sarai era irmã de Abrão por parte de pai (Gênesis 20:12)”, argumentou a instituição.

Em seguida, a Universal acrescenta que essa constatação tem como significado o fato de “que Terá se relacionou com pelo menos uma mulher a mais do que com a mãe de seus três filhos Abrão, Harã e Naor (Gênesis 11:26)” e que “para conhecer realmente a história de Abrão, precisamos entender como foi seu passado, sua criação, a terra e a parentela que ele deveria deixar para cumprir o chamado de Deus”.

Personagem fictício

Outro ponto abordado pela Universal foi a personagem Amat: “A Bíblia não menciona sobre a mãe de Abrão, sequer qual era o seu nome. O nome de Amat foi inspirado nos escritos do Talmude, uma coletânea de livros da tradição judaica”.

“Porém, se pararmos para analisar as entrelinhas da história, podemos concluir que para Deus ter escolhido Abrão, ele deve ter tido algum contato, ainda que sutil, com alguém que cria no Deus Único. Em meio a uma cidade completamente idólatra em que vivia (Ur). Assim, a personagem de Amat foi construída, trazendo essa referência de fé para a vida do pequeno Abrão, que, futuramente, sacrificaria tudo por essa fé”, defendeu o artigo da Universal.

Leia mais:  Faustão é internado com infecção urinária e Tiago Leifert apresenta 'Domingão'
publicidade

Entretenimento

Vila Velha – Espetáculos teatrais online para alunos da rede municipal

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Dourado Produções, disponibilizou para os alunos da rede municipal de ensino duas peças teatrais que fazem parte da “Primeira Mostra de Teatro Infantil”.

O intuito é ofertar experiências e conhecimentos da cultura teatral e musical para os estudantes do 1º ao 9º ano e equipe escolar, além de proporcionar a interação entre família e escola no processo de ensino-aprendizagem.

As duas peças estão disponíveis para serem assistidas online, tanto pelo canal do Youtube quanto na plataforma ‘Escola Tá ON”, até o dia 01 de agosto. A primeira peça é “O Sítio do Pica-Pau Amarelo em O Mistério do Jequitibá Rosa”; e a segunda, o musical “Os Saltimbancos”. A classificação é livre e a duração é de aproximadamente 50 minutos.

Os pedagogos e professores foram orientados a utilizar o material como ação de acolhimento após o recesso escolar, que aconteceu de 12 a 19 de julho, como explicou a gerente do Ensino Fundamental, Lassaletti Guasti de M. Dalmaschio. “Pensando no retorno das aulas após o recesso escolar dos estudante, a proposta dessa Ação Engajadora tem a intenção de proporcionar um momento de entretenimento, ludicidade e contato com a cultura artística, estimulando a criatividade e o envolvimento entre família e escola”, disse.

Leia mais:  Ex-funcionários querem processar Kim Kardashian e Kanye West por maus tratos
Continue lendo

Entretenimento

Habeas corpus em favor de DJ Ivis é indeferido pelo presidente do STJ

Publicado

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, indeferiu um habeas corpus que pedia a libertação de Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, preso no dia 14 com base na Lei Maria da Penha, após a divulgação de imagens nas quais ele aparece agredindo a ex-esposa, Pamella Holanda.

O pedido não foi impetrado no STJ pela defesa do músico, mas por um perito judicial. De acordo com o ministro Humberto Martins, o habeas corpus não traz documentos que demonstrem a real situação do processo.

Cotado para o STF, Humberto Martins diz que é homem de fé e cita a Bíblia

“Não é possível saber sequer se o STJ é competente para apreciar o pedido, pois não há notícia de que o tribunal de origem tenha examinado as questões ora alegadas”, disse o ministro.

O impetrante alega que DJ Ivis é primário e famoso, tem bons antecedentes e não iria atentar contra a vítima no curso do processo. Além disso, sustenta que não seria cabível a prisão preventiva em caso de violência doméstica sem o descumprimento de prévia medida protetiva.

Risco de tumulto proce​​ssual

Segundo Humberto Martins, a análise do pedido pelo tribunal, neste momento, poderia tumultuar o processo e acabar prejudicando o exercício da defesa pelos advogados constituídos por DJ Ivis.

O ministro lembrou que qualquer pessoa pode impetrar um habeas corpus, mas tal faculdade pressupõe o interesse de agir em favor do acusado. Portanto, embora o impetrante tenha legitimidade para entrar com o habeas corpus, o provimento judicial solicitado não teria para ele a utilidade capaz de configurar o interesse processual.

“Nessas situações, um eventual julgamento precipitado pode comprometer a linha de defesa que venha sendo desenvolvida pelo próprio acusado e seus advogados constituídos, resultando em prejuízo manifesto para o paciente”, fundamentou o ministro.

Com a decisão do presidente do STJ, o pedido foi arquivado.

Leia a decisão no HC 680.884.​

Leia mais:  Cena de parte de uma vida - Amigos do Rio / Boas lembranças
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana