conecte-se conosco


Cidades

Indústria moveleira de Linhares se prepara para retomada do mercado

Publicado

Segmento moveleiro é um dos prioritários na atuação do Bandes

A indústria moveleira é um dos segmentos produtivos mais tradicionais da economia capixaba, principalmente na região norte do Espírito Santo. Em Linhares, a Rimo Indústria e Comércio optou por investir com recursos do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) para dinamizar as operações da empresa em 2020.

O grupo tem 310 funcionários e está presente na história da indústria moveleira capixaba e brasileira desde 1989, criando e desenvolvendo móveis residenciais comercializados no Brasil e no exterior.

A linha de produção da Rimo compreende mobiliário nas linhas de salas de jantar, armários com portas de correr, contendo diversas opções de portas como chapas, vidro, alumínio, entre outras opções. De acordo com o presidente da empresa Luiz Rigoni, o investimento foi necessário para o momento de retração econômica, mantendo a atividade da indústria. Dessa forma, agora em retomada de mercado, a Rimo está apta para atender à futura demanda.

“O financiamento do Bandes para a Rimo foi de suma importância, pois de 2015 a 2018, a empresa passou por tempos difíceis e de prejuízos, fazendo com que fosse necessário renegociar contratos de financiamento de médio a longo prazos. O Bandes nos ajudou, possibilitando o alívio do caixa para pagar as parcelas. Entendemos que essas operações estão ajudando também o Espírito Santo com mais renda, impostos, emprego e fomentando a economia local”, enfatiza Rigoni.

O setor moveleiro é prioritário para a atuação do banco de desenvolvimento, pela sua importância no desenvolvimento econômico regional. O setor atua prioritariamente na atividade de produção de móveis e mobiliário, especialmente de forma mecanizada, e abrange diversas etapas como a extração de produtos naturais e sua transformação.

 “O apoio do Bandes tem proporcionado o crescimento da competitividade das empresas do setor moveleiro do Espirito Santo ao apoiar investimentos em inovação – somos repassadores exclusivos da FINEP – indústria 4.0, modernização, além das linhas de capital de giro”, destaca, Fernanda Vargas Emeterio, gerente de Negócios do Bandes exclusivo para o segmento.

De acordo com dados do Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário de Linhares e Região Norte do Espírito Santo (Sindimol), o setor moveleiro teve aumento de cerca de 40% em 2020, além da geração de 140 novos postos de trabalho, 17% a mais em relação ao ano anterior. Ainda segundo o Sindimol, o resultado é fruto do aumento dos números da construção civil no período que ‘puxou’ o segmento de marcenaria.

Leia mais:  Associação de Moradores sugere ao governo usar antigo hotel como hospital de campanha
publicidade

Cidades

Secretário de Saúde de Barra de São Francisco garante que o SAMU começa a operar dia 2 de agosto

Publicado

O secretário Municipal de Saúde de Barra de São Francisco, Elcimar de Souza Alves, participou recentemente de uma reunião em Águia Branca, com representas do Governo do Estado onde o assunto em pauta era sobre o SAMU.

Na manhã desta quinta-feira (22), Elcimar disse que está tudo pronto para iniciar o atendimento do Serviço Móvel de Urgência (SAMU), em Barra de São Francisco.

Lembrando que a prefeitura de Barra de São Francisco ganhou no último dia 18 de junho de 2021, duas novas ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Os veículos 0km foram adquiridos por meio do Consórcio CIM Noroeste e pela organização Avante Social contratada para gerenciar o serviço em 14 municípios da região.

As viaturas, sendo uma Unidade de Suporte Básico e uma Unidade de Suporte Avançado de vida já vêm adaptadas no padrão SAMU e serão aparelhadas com equipamentos da base de Barra de São Francisco.

O prefeito Enivaldo dos Anjos, o secretário da Saúde Elcimar de Souza Alves, acompanharam a entrega da ambulância em frente à Prefeitura, no centro da cidade.

As equipes de suporte básico e resgate sanitário que serão compostas por um técnico de enfermagem e um condutor, a de suporte avançado que contará com um médico, um enfermeiro e um condutor, passarão por um “treinamento realístico” com simulações de atendimento da equipe.

O prefeito Enivaldo dos Anjos ressaltou a importância da aquisição não só para cidade de Barra de São Francisco, mas para a região. “As ambulâncias significarão além do melhor atendimento aos pacientes, mas segurança para os profissionais que trabalham diariamente no socorro, é sem dúvida, uma grande conquista para a população”, enfatizou.

“Estamos ansiosos para chegar o dia 02 de agosto, para inaugurarmos o SAMU 24 horas em Barra de São Francisco. Estamos acompanhando de perto todos os detalhes por determinação do nosso prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD)”, disse Elcimar.

Em caso de emergência, ligue para o SAMU pelo telefone 192.

Leia mais:  Governador Casagrande assina ordem de serviço para início de obras em Nova Venécia
Continue lendo

Cidades

Banestes mantém juros baixos do crédito imobiliário, apesar da alta da Selic e reajuste da taxa em outros bancos

Publicado

Banco capixaba oferece juros a partir de 6,65% ao ano, considerada a menor taxa do País. Portabilidade é opção para fugir de taxas altas de outras instituições

O Banestes não seguiu o movimento de elevação nos juros do crédito imobiliário, iniciado por bancos federais e privados, e manteve a taxa de juros a partir de 6,65% ao ano + Taxa Referencial (TR).  Essa é a melhor condição atual disponível no mercado de financiamento imobiliário do Brasil.

Há instituição financeira que elevou a taxa de juros inicial do crédito imobiliário, que agora parte de 7,99% ao ano.  Há outras que praticam uma espécie de “reajuste camuflado”. Nesse caso, mesmo que não tenham mexido nas taxas iniciais, apertaram os critérios para conceder as melhores condições no crédito imobiliário.  Clientes com “score” mais baixo, por exemplo, obtêm taxas mais altas.

Quem planeja comprar uma casa ou apartamento pode aproveitar as condições diferenciadas do Banestes, garantindo uma taxa de financiamento pré-fixada menor do que a concorrência.  E quem não é cliente pode fazer a portabilidade do banco atual para o Banestes.

“A escalada nos juros do crédito imobiliário já é visível nessas instituições. Nós assumimos o compromisso de ofertar as melhores condições de crédito.  Quem comprar um imóvel, agora, ainda garante excelentes condições para o financiamento no Banestes”, ressalta o diretor de Negócios da instituição, Hugo Gaspar.

O financiamento no Banestes pode chegar a até 90% do valor do imóvel, com até 35 anos para pagar. Além disso, os valores gastos com o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e com o Registro do Imóvel podem ser financiados juntamente com o crédito imobiliário, respeitando o limite de 5% do montante total.

A linha de crédito permite ainda a utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para financiamento de unidades de até R$ 1,5 milhão. E o valor da tarifa de avaliação de imóvel do Banestes é uma das menores do mercado.

Quem já possui imóvel financiado por outro banco, mas quer aproveitar as condições ofertadas pelo Banestes, pode fazer a portabilidade do crédito imobiliário. Dessa forma, o cliente economiza com a redução do valor da mensalidade.  

“Tudo de forma simples, sem burocracia e sem custos adicionais de impostos. Converse com os gerentes da nossa rede de agências, que estão prontos para   simularem a portabilidade do seu contrato”, destaca a gerente de Crédito Imobiliário do Banestes, Gizelly Rodrigues.

Outro ponto a ser levado em conta, para aproveitar o momento atual, é que o próprio Comitê de Política Monetária (Copom) já sinalizou tendência de alta da Selic, nos próximos meses. Isso vai gerar, consequentemente, um aumento natural dos juros nas operações de crédito.

Leia mais:  Associação de Moradores sugere ao governo usar antigo hotel como hospital de campanha
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana