conecte-se conosco


Cidades

Inscrições para Nossa Bolsa 2022/02 começam nesta quarta-feira (1º)

Publicado

Se você concluiu o Ensino Médio em uma escola pública ou em uma escola particular na condição de bolsista e fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 ou 2021, você pode disputar uma das bolsas ofertadas pelo Governo do Estado para fazer a graduação sem custo. É o Programa Nossa Bolsa 2022/02, que abre as inscrições nesta quarta-feira (1º).

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Ricardo Pessanha, ressaltou que o Programa Nossa Bolsa integra o Sistema UniversidadES. “A UniversidadES, nossa universidade estadual, reúne e organiza políticas estaduais de educação profissional e de níveis técnico e superior, priorizando a educação a distância, além da pesquisa, extensão e inovação. O Nossa Bolsa é uma dessas importantes políticas públicas”, pontuou.

O secretário Ricardo Pessanha destacou também que, por meio do programa, já são mais de 15 mil bolsas ofertadas em todo o Estado, facilitando e dando oportunidade de acesso dos capixabas ao ensino superior. “A educação é o instrumento mais poderoso que temos para transformar a vida das pessoas para melhor”, acrescentou.

O 2º edital do Nossa Bolsa em 2022 foi lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), em parceria com a Secretaria da Educação (Sedu), e pode ser acessado clicando aqui. São 1.300 bolsas integrais para o capixaba realizar a sua graduação em uma das 20 instituições de Ensino Superior localizadas em municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória e do interior do Estado.

Ao todo, 40 opções de cursos estão à disposição para a escolha da população. Entre as opções estão os cursos de Direito, Enfermagem, Administração, Fisioterapia, Psicologia, Sistemas de Informação, Farmácia, Odontologia, Arquitetura e Urbanismo, Nutrição, Engenharia Mecânica, Publicidade e Propaganda, entre outros.

Leia mais:  Barreira sanitária no aeroporto atende a mais de 56 mil pessoas

A diretora-presidente da Fapes, Cristina Engel, explicou a decisão da Fundação de lançar o segundo edital em 2022. “O nosso objetivo é dar mais oportunidade para as pessoas. Com o número de inscritos no primeiro edital deste ano, percebemos que uma grande parte da população não conseguiu ser contemplada com uma bolsa e que essas pessoas sonham em realizar a graduação e precisam dessa bolsa para concretizar seus sonhos. Por isso, mantivemos a parceria com a Sedu neste novo edital e, com isso, foi possível conseguir mais recursos para poder atender a essa demanda. Estamos muito felizes e com ótimas expectativas”, salientou.

As inscrições serão abertas às 9 horas desta quarta-feira (1º) e terminam às 23h59 do próximo dia 12 e junho. Os interessados podem realizar a inscrição no site www.fapes.es.gov.br/nossabolsa. Em caso de dúvidas, a Fapes disponibilizou um passo a passo de como se inscrever no site. Para acessar o manual do candidato, é só clicar aqui.

Quem pode participar do Nossa Bolsa 2022

O Programa Nossa Bolsa concede bolsas em cursos de graduação ofertados por instituições privadas e é destinado aos capixabas que concluíram o Ensino Médio em escolas da Rede Pública de Ensino ou em escolas privadas, na condição de bolsistas integrais.

O Programa integra o eixo Ensino Superior, do Sistema Universidade do Espírito Santo – UniversidadES, que tem o objetivo de reunir e organizar políticas estaduais de educação profissional, de educação de níveis técnico e superior, priorizando a educação a distância, além da pesquisa, extensão e a inovação. 

Leia mais:  Vila Velha - Aprovada criação do Fundo Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental

Para se inscrever, o candidato deve ter realizado uma das provas do Enem referentes aos anos de 2020 e 2021 e ter renda familiar per capita de até um salário mínimo.

O processo seletivo do Nossa Bolsa prioriza o ingresso de pessoas que moram em bairros com alto índice de vulnerabilidade social e de quem se autodeclara afrodescendente no ato da inscrição. Por isso, é preciso informar o Código de Endereçamento Postal (CEP) para verificar se o candidato está em um bairro atendido pelo Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

De acordo com o edital de seleção, somente poderá participar do Nossa Bolsa 2022/02 o cidadão que atender a uma das condições a seguir:

  • Ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública localizada no Espírito Santo;
  • Ter cursado completamente o Ensino Médio em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição localizada no Espírito Santo;
  • Ter cursado o Ensino Médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição localizada no Espírito Santo;
  • Ter concluído curso técnico em um dos Centros Estaduais de Educação Técnica (CEET) no Espírito Santo;
  • Ter cursado o Ensino Médio e/ou Curso Técnico nas Escolas do Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo.

Não podem concorrer a uma das bolsas os estudantes que:

  • Já tenham sido beneficiários do Programa Nossa Bolsa;
  • Já tenham concluído qualquer curso de graduação.

 

Serviço:

Chamada pública do Programa Nossa Bolsa 2022/02
Inscrições de 1º a 12 de junho, por meio do site:
www.nossabolsa.es.gov.br

publicidade

Cidades

Crianças e Adolescentes atendidas no Cras realizam visita às polícias civil e militar em Jaguaré

Publicado

Policiais apresentaram o trabalho dos agentes de segurança para os jovens

Crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SFCV do Centro de Referência em Assistência Social – Cras, participaram de uma roda de conversa com os policiais em uma visita à 18ª Companhia Independente de Polícia Militar de Jaguaré e à Delegacia de Polícia Civil do município.

A visita teve o objetivo de levar as crianças a conhecer o trabalho das polícias e sua importância na sociedade, além de criar aproximação e construção de conceitos corretos sobre as forças de segurança.

Cerca de 40 crianças visitaram o espaço físico, a rotina de trabalho que envolve o atendimento, investigação, ronda, e tudo mais que envolve as ações das polícias civil e militar.

Após muita interação no bate papo com os policiais, em que os agentes responderam perguntas dos jovens sobre as ações de segurança, houve um momento de andar na viatura e ter contato com instrumentos de trabalho dos policiais como distintivo, colete à prova de bala e outros.

Leia mais:  Prefeitura de Vila Velha regulamenta atividades de Ensino à Distância na Rede Municipal

Continue lendo

Cidades

Suzano anuncia intenção de construir fábrica de papel tissue e conversão em Aracruz (ES)

Publicado

Projeto, ainda sujeito à aprovação do Conselho de Administração da empresa, terá capacidade produtiva de 60 mil toneladas anuais

A Suzanoreferência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, anuncia a intenção de construir uma fábrica de papel tissue e conversão em Aracruz, município localizado no norte do Espírito Santo. O projeto, ainda sujeito à aprovação por parte do Conselho de Administração da companhia, prevê que a unidade terá capacidade para produzir 60 mil toneladas anuais de tissue, produto a ser convertido em papel higiênico e papel toalha.

Inicialmente estimado em cerca de R$ 600 milhões, o projeto levará dois anos até estar concluído. Durante o período das obras, a previsão é de que sejam gerados 300 postos de trabalho. Após o início da produção, cerca de 200 colaboradores e colaboradoras, diretos e indiretos, trabalharão na unidade.

“A intenção de construirmos uma nova fábrica reforça o compromisso da Suzano com o desenvolvimento do Espírito Santo. No final de 2019, anunciamos investimento de quase R$ 1 bilhão no estado, incluindo a construção de uma fábrica em Cachoeiro de Itapemirim. A unidade entrou em operação no início de 2021 e agora, menos de um ano e meio depois, anunciamos o plano de viabilizar mais um importante investimento no estado”, afirma Walter Schalka, presidente da Suzano.

Leia mais:  Prefeitura de Vila Velha regulamenta atividades de Ensino à Distância na Rede Municipal

A construção de uma fábrica de papel tissue e conversão em Aracruz está alinhada à estratégia da Suzano de avançar nos elos da cadeia, sempre com vantagem competitiva, e garantir o abastecimento ao crescente mercado brasileiro de produtos sanitários. Em Cachoeiro de Itapemirim, por exemplo, a Suzano tem capacidade para converter papel tissue em 30 mil toneladas anuais de papéis higiênicos, o que equivale a 1 milhão de rolos por dia.

O projeto em Aracruz está sujeito à verificação de condições precedentes e ainda será submetido à análise do Conselho de Administração da Suzano e das autoridades locais competentes.

“Já estivemos presentes nos investimentos anteriores da Suzano, que contou com uso de crédito de ICMS, e continuando com a nossa política de atração criamos ambiente para que a empresa tivesse outro investimento em nosso Estado. Para nós a Suzano é uma empresa estratégica para o Estado. Temos política de uso de crédito de exportação que permite que a empresa faça negociações no mercado, desde que a atividade que seja ampliada gere emprego e ICMS. O que importa para nós é que os empreendedores tenham confiança em vir e estar no Espírito Santo. Nossa tarefa é gerar oportunidades aos capixabas”, afirma o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

A Suzano emprega direta e indiretamente cerca de 5 mil pessoas em território capixaba. Mais recente fábrica construída pela Suzano, a unidade de Cachoeiro de Itapemirim é a quinta linha de produção da unidade de bens de consumo da Suzano, responsável pela fabricação de itens como papéis higiênicos, guardanapos e papéis-toalha. A companhia possui fábricas de produção de tissue em Belém (PA), Mucuri (BA) e Imperatriz (MA), além de unidades de conversão em Maracanaú (CE) e Cachoeiro de Itapemirim.

Leia mais:  Federação das Indústrias do ES está com 24 vagas de emprego abertas

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana