conecte-se conosco


Camisa 10

Inter recebe doação de R$ 1 milhão para pagar multa e escalar Rodinei contra o Flamengo

Publicado

Torcedor do clube fez a transferência sem contrapartida, o que garante presença do lateral-direito no jogo de domingo

O Inter já tinha definido pagar a multa de R$ 1 milhão prevista em contrato com o Flamengo e escalar Rodinei na decisão de domingo, no Maracanã. Não vai precisar. Nesta sexta-feira, o Colorado recebeu uma doação de um torcedor do Mato Grosso no mesmo valor, e Abel Braga poderá contar com o lateral-direito na decisão sem custos ao cofre do clube.

O agropecuarista Elusmar Maggi Scheffer, de Cuiabá, foi o responsável por creditar a quantia na conta colorada. O prazo previsto para o pagamento ao rival é até 24 horas após a partida, ou seja, às 18h de segunda-feira.

O gesto do torcedor colorado foi valorizado internamente pela diretoria, que postou um agradecimento ao financiador nas redes sociais. O Inter vive uma realidade financeira complicada nos últimos anos.

A presença de Rodinei é importante por diversos fatores. Jogador de confiança de Abel Braga, o lateral-direito conhece bem o adversário, tem a marcação como trunfo e o espírito para motivar o grupo.

Além de Rodinei, Abel terá outras duas atrações. Zé Gabriel será o parceiro de Lucas Ribeiro. O zagueiro substituirá Víctor Cuesta, que cumpre suspensão. Há ainda o retorno de Patrick. O Pantera desfalcou o Colorado na vitória sobre o Vasco, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O provável time do Inter tem Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, Praxedes e Caio Vidal; Yuri Alberto.

O Colorado ainda faz o treino derradeiro na manhã deste sábado, e depois viaja ao Rio de Janeiro. No domingo, o time de Abel Braga enfrenta o Flamengo, às 16h, no Maracanã. Os gaúchos serão campeões caso conquistem os três pontos. O Inter lidera o Brasileirão com 69 pontos, um a mais que os cariocas.

Leia mais:  Anderson Silva confirma fim da carreira após luta de 31 de outubro
publicidade

Camisa 10

Após título, Gabigol se empolga: ‘Flamengo é Real Madrid do Brasil’

Publicado

Artilheiro rubro-negro no Brasileirão rasgou elogios ao clube: ‘Você acha que os jogadores do São Paulo não queriam estar aqui?’

Um dos principais destaques do Flamengo na campanha no Brasileirão, Gabigol não poupou elogios ao clube. Após conquistar mais um título com a camisa rubro-negra, o atacante ressaltou a força do elenco e descreveu o Fla como o “Real Madrid do Brasil”.

“Independentemente do jogador, se joga muito ou não, a torcida deve confiar. Chegar no Flamengo não é muito fácil. O Flamengo é o Real Madrid do Brasil. É onde todos jogadores querem estar. Ou você acha que os jogadores do São Paulo não querem estar no Flamengo. Ou do Grêmio não querem estar no Flamengo? Todo mundo quer estar aqui, mas para estar aqui, tem que ganhar”, disse ele, em entrevista ao canal Paparazzo Rubro-Negro.

Apesar de passar em branco contra o São Paulo, Gabigol foi o artilheiro do time na competição, com 14 gols. Nas seis rodadas anteriores, ele havia marcado em todos os jogos e se tornou peça-chave na arrancada rubro-negra na reta final.

Diferentemente de 2019, o título do Brasileirão 2020 foi no sufoco. O Flamengo perdeu por 2 a 1 para o São Paulo na noite desta quinta-feira, e só se sagrou campeão porque o Internacional não conseguiu vencer o Corinthians – empatou em 0 a 0. Dessa forma, o Flamengo terminou com 71 pontos, enquanto o Colorado ficou com 70.

Leia mais:  Paratletas capixabas retornam aos treinos presenciais de natação
Continue lendo

Camisa 10

Após ameaça de boicote, Catar libera uso de biquínis em etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia

Publicado

Doha receberá disputa entre mulheres pela primeira vez. no dia 8 de março. Melhor dupla da Alemanha, porém, havia ameaçado não participar caso houvesse restrição

O Catar voltou atrás e não vai impor nenhuma restrição contra o uso de biquínis durante etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia. Doha, capital do país, receberá a disputa pela primeira vez a partir do dia 8 de março. O possível veto às peças, porém, gerou uma ameaça de boicote pela principal dupla da Alemanha, Karla Borger e Julia Sude. A etapa vale pontos no ranking olímpico.

O órgão regulador do esporte no Catar, porém, afirmou que não haverá restrições ao uso da vestimenta. Em nota, a FIVB disse que consultou a Associação de Voleibol do Catar antes da mudança da definição local.

– Após novas discussões, o QVA confirmou que não há restrições para jogadoras vestindo uniformes padrão durante o evento em Doha, se assim o desejarem – afirmou.

A FIVB, que rege as normas do vôlei, disse ter consultado as jogadoras em janeiro, antes de definir a disputa do evento em Doha. As atletas, porém, lembraram do forte calor da capital do Catar para exigir o uso de biquínis.

– A FIVB acredita firmemente que o vôlei de praia feminino, como todo esporte, deve ser julgado pelo desempenho e esforço, e não pelo uniforme. Portanto, durante a competição em Doha, caso os jogadores solicitem o uso do uniforme padrão, eles estarão livres para fazê-lo. A FIVB e o QVA estão unidos no compromisso de sediar um evento acolhedor, seguro e inclusivo que permita aos atletas competir em o seu melhor.

Leia mais:  Paratletas capixabas retornam aos treinos presenciais de natação
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana