conecte-se conosco


Segurança

Internos participam do Enem 2019 para pessoas privadas de liberdade no Estado

Publicado

Internos de 31 unidades prisionais do Estado vão participar do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2019 para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL). Ao todo, 2.472 pessoas vão participar das provas que acontecem, nesta terça-feira (10) e quarta-feira (11), no período da tarde.

Neste ano, o exame conta com 404 participantes a mais que o ano passado, quando 2.068 inscrições foram realizadas. As provas dos dois dias de exame incluem as áreas de conhecimento em Linguagens, Códigos, Redação, Ciências da Natureza, Matemática e suas respectivas tecnologias. O resultado oficial do exame está previsto para janeiro de 2020.

Atualmente, 3.500 internos cursam Ensino Fundamental e Médio nas unidades prisionais do Espírito Santo, seguindo a modalidade de Educação para Jovens e Adultos (EJA). A Lei de Execução Penal garante ao interno estudante a remição da pena. Três dias de estudo, somados a 12 horas de aula, permitem reduzir um dia da sentença.

Preparação

No Centro Prisional Feminino de Colatina (CPFCOL) participam do Enem 55 internas que cumprem pena na unidade. Na semana passada, um aulão com as disciplinas de Língua Portuguesa e Redação foi realizado com as estudantes a fim de relembrar conteúdos e exercitar possíveis temas propostos no exame. As provas serão aplicadas às 13h30, durante os dois dias do Exame Nacional.

Leia mais:  Azeites falsificados no ES: veja marcas irregulares e saiba o que fazer se você comprou

A professora Daciane Braz ressalta que o aulão é fundamental para que as participantes consigam um bom desempenho na prova.

“Com o aulão, trabalhamos um leque de assuntos que podem ser abordados no exame nacional. Relembramos também conteúdos básicos, já que muitas internas terminaram os estudos há muito tempo. Desenvolvemos na aula as mudanças da nova ortografia, a interpretação de texto, bem como o uso das principais conjunções, crase, uso de pronomes e as dicas de redação, além de temas atuais como as novas tecnologias. Todas se mostraram muito dedicadas e participativas”.

A professora também fala sobre o sentimento de auxiliar no avanço da educação das internas. “É satisfatório e gratificante contribuir com o processo de aprendizagem de pessoas que não tiveram muitas oportunidades, pois acredito que as opções de vida só podem ser melhores por meio da educação. Com o aulão, acredito que as estudantes internas absorveram informações valiosas que irão auxiliar e, muito, no exame”, explica a professora.

A interna estudante, Juliane Maria da Silva Pires, de 22 anos, está confiante. Ela concluiu o ensino médio há alguns anos e diz que muito conteúdo pôde ser relembrado no aulão. “Aprendi bastante com as aulas e pude relembrar muitas coisas e atualizar outras. Agora estou mais confiante e tenho fé que vai dar tudo certo”, diz.

Leia mais:  Sejus e IJSN promovem Cantata de Natal On-line

publicidade

Segurança

Guarda municipal de Vitória é preso por furtar picanha e chocolate suíço em supermercado na Serra

Publicado

Inspetor foi pego no estacionamento com itens importados escondidos em uma bolsa

Um inspetor da Guarda Municipal de Vitória foi preso na tarde desta terça-feira (09) por furtar produtos importandos num supermercado no Parque Residencial Laranjeiras, na Serra. Por meio das câmeras de vídeo, ele foi flagrado depositando sorvetes americanos, chocolates suíços e uma peça de picanha numa bolsa, enquanto circulava pelos corredores, como um cliente habitual. 

Segundo a assessoria do supermercado, ele foi abordado pelos seguranças particulares quando saiu da área de compras e estava no estacionamento se preparando para deixar o local.

A Polícia Militar foi acionada e o inspetor foi levado para a Delegacia Regional da Serra, onde a ocorrência está em andamento. Ele entregou, ainda, uma pistola, que utiliza em seu serviço. 

Numa pesquisa de preços no site do supermercado, é possível constatar que os produtos que o homem furtou totalizam uma compra de R$ 600. 

O inspetor recebeu R$ 7 mil de salário em julho. 

Prefeitura de Vitória afasta o inspetor por 120 dias

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória informou que o inspetor foi afastado de suas funções por 120 dias e foi aberto um processo administrativo disciplinar para apuração dos fatos, com ampla defesa e o devido processo legal.

Leia mais:  Registros de casos de racismo e injúria racial aumentam no ES

Ressalta ainda que os fatos narrados não representam a postura dos agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória, instituição que goza de credibilidade e que tem prestado relevantes serviços à sociedade capixaba.

Continue lendo

Segurança

Homem morto no Terminal de Campo Grande era detento do semiaberto

Publicado

David Aguiar dos Santos, de 39 anos, foi morto a tiros dentro do Terminal, em um horário de intensa movimentação no local

O homem assassinado na manhã desta terça-feira (9), no Terminal de Campo Grande, no bairro Cruzeiro do Sul, em Cariacica, cumpria pena no regime semiaberto e seguia para o trabalho quando foi baleado. 

David Aguiar dos Santos, de 39 anos, foi morto a tiros dentro do Terminal, em um horário de intensa movimentação no local. Uma ambulância do Samu foi acionada, mas quando a equipe chegou, foi constatado que o homem já estava sem vida. 

Testemunhas contaram que David seguia para uma plataforma, por volta de 5h40, quando o suspeito se aproximou e efetuou os disparos. A vítima foi atingida na cabeça e não resistiu aos ferimentos. 

Mesmo com toda a movimentação, além de câmeras de videomonitoramento e seguranças, o criminoso conseguiu fugir tranquilamente. Passageiros contaram que no momento dos tiros, houve muita correria, por isso, ninguém viu o suspeito fugir. 

A esposa de David contou que, há cerca de nove meses, ele cumpria pena por tráfico de drogas. Há quatro, progrediu para o regime semiaberto e estava trabalhando como pedreiro no Quartel da Polícia Militar, em Maruípe. 

Leia mais:  Sejus e IJSN promovem Cantata de Natal On-line

Por conta disso, todos os dias ele pegava ônibus no Terminal de Campo Grande. A mulher disse ainda que já imagina quem pode ter tirado a vida do esposo. 

O corpo de David foi levado para o Departamento Médico Legal, em Vitória. A polícia fez buscas na região, mas nenhum suspeito foi localizado.

No Terminal, há várias câmeras de videomonitoramento que podem ajudar a identificar o atirador. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cariacica vai investigar o caso.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana