conecte-se conosco


Camisa 10

Isaquias Queiroz pode se tornar o maior atleta olímpico brasileiro: “Meu objetivo”

Publicado

Canoísta de 27 mantém os pés no chão, reconhece dificuldades, mas projeta dois pódios nas Olimpíadas de Tóquio: “Posso estar sendo ganancioso, mas treinei muito para isto”

Primeiro atleta brasileiro a conquistar três medalhas olímpicas em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos, Isaquias Queiroz concedeu entrevista coletiva no Japão nesta terça-feira, às vésperas do início das Olimpíadas de Tóquio.

Aos 27 anos, o canoísta foi direto ao afirmar que o principal objetivo é se tornar o maior atleta olímpico brasileiro da história ao conquistar dois ouros no Japão:

– Minha meta sempre foi esta (ser o maior atleta brasileiro olímpico da história). Meus treinos sempre foram muito duros de 2016 para cá. Eu não iria querer ficar na água me torturando ali se eu não tivesse algum objetivo. Mas eu acho que esse objetivo não é só meu. É do Jesus, do Lauro e de todo o Comitê Olímpico, que vem acreditando no meu talento, no meu trabalho e na minha dedicação.

– Eu venho para Tóquio com este objetivo e acredito que todo brasileiro deseja que eu esteja no lugar mais alto do pódio, pegando a medalha de ouro. Eu quero muito finalizar os Jogos com esta cena. Meu objetivo é este, ganhar as duas medalhas olímpicas agora, e ter mais títulos para conquistar. Eu não penso em sair daqui sem duas medalhas no pescoço. Posso estar sendo ganancioso, mas treinei muito para isto e eu não quero sair daqui sem este objetivo. Treinamos bastante no sol, na chuva, nas adversidades de vento para chegar aqui e ter resultado. Eu quero representar o meu país no quadro de medalhas.

Leia mais:  Jaguaré EC vence mais um amistoso de preparação para a Série B

Prata nas categorias C-1 e C-2 1000m e bronze na prova C-1 200m em 2016, Isaquias este ano só vai participar de duas categorias: a C-1 1000m e a C2-1000m, ao lado de Jacky Godmann, que também participou da coletiva e comentou a responsabilidade de competir ao lado de uma das maiores esperanças de medalha brasileira.

– Eu fico muito feliz em estar ajudando ele. O Isaquias é o meu ídolo. Estou feliz em compartilhar um barco com ele. Espero ajudar no sonho dele. É o meu sonho também estar aqui. Espero que ele consiga as medalhas que está falando e que eu possa fazer parte disso – declarou Jacky Godmann.

Novo companheiro chega com responsabilidade

Medalhista ao lado de Isaquias Queiroz na Rio 2016, Erlon Souza ficou de fora dos Jogos deste ano por ainda estar se recuperando de lesão. O canoísta deu lugar na C2-1000m a Jacky Godmann, com quem Isaquias remou em Szeged, na Hungria, em maio, e conquistou a medalha de bronze na Copa do Mundo de Canoagem.

Leia mais:  Prefeitura de Nova Venécia homenageia o jogador Richarlison com Menção Honrosa

Quando perguntado sobre a ausência de Erlon Souza, Isaquias Queiroz fez elogios ao novo parceiro de canoa, mas não tratou de tirar o peso da responsabilidade que Jacky Godmann terá pela frente.

– Em relação a parceira com o Jacky e os outros atletas, eu cobro muito deles. Eu sinto às vezes essa falta de vontade de ir para cima, de treinar com garra, de chegar no fim do treinamento sentindo dores. Porque quando eles sentem dor, acabam diminuindo um pouco o ritmo. Isso é a pessoa de fora vendo, lógico que cada um sente o seu cansaço, as suas dores. Mas igual o Jacky mesmo, ele não tem uma evolução tão boa no C-1, mas quando entra no barco de equipe ele evolui muito bem, o barco anda. Até parece outra pessoa comparando no C-1.

– Eu e o Erlon fomos criando uma vontade de fazer a canoagem brasileira virar uma potência, ser reconhecida, ter visibilidade. Por isso que a gente treinou e se dedicou. O Erlon, nos últimos meses, tentou, treinou, forçou para tentar chegar aos Jogos. Então eu falava para os meninos que se o Erlon estava treinando com dores eles têm que aguentar treinar sem dores – declarou Isaquias.

publicidade

Camisa 10

Túlio Maravilha é apresentado oficialmente como reforço do Sport-ES

Publicado

O centroavante vestiu pela primeira vez a camisa do clube capixaba em evento no Shopping Praia da Costa. Com nome no BID, ele pode estrear neste fim de semana

O atacante Túlio Maravilha já está em terras capixabas para a disputa do Capixabão Série B 2022 pelo Sport-ES. 

Nesta quinta-feira (11) o jogador foi apresentado oficialmente pelo clube em evento realizado no Shopping Praia da Costa, em Vila Velha.

O eterno ídolo do Botafogo vestiu uma camisa personalizada com metade da equipe capixaba e outra do clube alvinegro. 

Devidamente apresentado, o principal reforço do Tigre para a Série B do Capixaba pode estrear já nesta 1ª rodada.

Nesta quarta-feira (10) o clube informou que o atacante de 53 anos já está regularizado e pode entrar em campo na estreia do time diante do Castelo. A partida está marcada para às 15 horas deste sábado (13), no estádio Kléber Andrade, em Cariacica.

O Sport-ES está no grupo B da competição que conta com 12 clubes. Os quatro melhores das duas chaves de seis equipes avançam para as quartas de final da competição. Os dois finalistas garantem o acesso para o Capixabão de 2023.

Leia mais:  Atleta de Pinheiros é destaque na disputa da Copa do Mundo com seleção de ginástica

Continue lendo

Camisa 10

Com emoção! São Paulo elimina o Ceará nos pênaltis na Sul-Americana

Publicado

Tricolor agora enfrenta o Atlético-GO que passou pelo Nacional-URU pelas semifinais da competição

O Ceará recebeu o São Paulo na noite desta quarta-feira (10) em partida válida pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. O Tricolor perdeu por 2 a 1 no tempo regulamentar, mas devido a vantagem no placar por 1 a 0 no jogo de ida encaminhou a partida para os pênaltis, onde venceu pelo placar de 4 a 3. 

Com o resultado, o São Paulo está classificado para a semifinal da competição e enfrentará o Atlético-GO, que venceu o Nacional na última terça-feira (9) por 3 a 0 e carimbou o passaporte nas semis do torneio continental.

Mendoza abriu o placar para o Vozão aos 44 minutos. O empate do São Paulo veio aos 8 minutos do segundo tempo com Igor Vinicius, mas Guilherme Castilho com um belo gol de fora aos 18 da segunda etapa levou o jogo para os pênaltis. 

Agora, ambas as equipes voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Ceará disputa o clássico diante do Fortaleza no próximo domingo (14), às 16h (de Brasília), no Castelão. Já o São Paulo recebe o RB Bragantino, também no domingo (14), às 16h (de Brasília).

Leia mais:  Jaguaré EC vence mais um amistoso de preparação para a Série B

FICHA TÉCNICA
Ceará x São Paulo
Local: Castelão (Fortaleza-CE)
Data e hora: Quarta-feira (10), às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Auxiliares: Juan Pablo Belatti (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Cartões amarelos: Reinaldo, Igor Vinicius, Miranda e Galoppo (São Paulo); Richardson, Víctor Luis (Ceará)
Gols: Mendoza aos 43’/1T e Guilherme Castilho aos 17’/2T (Ceará) ; Igor Vinícius aos 8’/2T (São Paulo)

CEARÁ: João Ricardo; Michel Macedo (Buiú), Luis Otavio, Messias e Vitor Luis; Guilherme Castilho, Richardson (Erick), Lima (Fernando Sobral), Vina e Mendoza (Iury Castilho); Zé Roberto (Matheus Peixoto). Técnico: Marquinhos Santos.

SÃO PAULO: Felipe Alves; Diego, Leo e Miranda; Igor V, Pablo Maia (Gabriel), Galoppo (Rodrigo Nestor), Igor Gomes e Nikão (Luciano), Reinaldo (Welington) (Patrick); Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana