conecte-se conosco


Internacional

Jovem vai tomar vacina e descobre ter o coração no lado direito do peito

Publicado

Uma jovem de 19 anos que foi ao médico depois de tossir por dois meses consecutivos ficou chocada quando os médicos descobriram que o seu coração estava do lado errado do peito.

Claire Mac se cortou em um arame farpado e teve que ir ao hospital para tomar uma vacina antitetânica em junho e pensou em perguntar aos médicos sobre a tosse persistente que vinha experimentando. A moradora de Chicago (EUA) foi informada de que estava sofrendo de uma infecção pulmonar e então fez um exame de raio-X.

A estudante universitária disse que costuma ficar exposta a muitos resfriados pelo fato de trabalhar na noite. Quando Chicago começou a reabrir no mês passado na relaxamento das restrições impostas durante a pandemia de Covid-19, Claire disse que pegou um resfriado persistente, destacando que a medicação não a ajudava a combater os sintomas.

“Fui ao pronto-socorro no final de junho porque precisava de uma vacina contra o tétano depois de me cortar com arame farpado e decidi pedir a eles que examinassem minha tosse também. A médica parecia muito chocada e me disse ‘OK, isso é um pouco estranho, mas você sabia que seu coração está do lado direito do peito em vez do esquerdo?'”, relatou a americana em reportagem no “Sun”.

“Fiquei tão confusa e comecei a rir porque, honestamente, não acreditava. A médica explicou que se chama dextrocardia e que eu deveria informar meu médico sobre minha condição. Eu ficava dizendo ‘O quê, você está falando sério?’ Eu honestamente estava em choque e extremamente confusa sobre como eu não sabia antes dos 19 anos”, acrescentou ela.

Dextrocardia é uma condição raríssima em que o coração está apontado para o lado direito do tórax, em vez de para o esquerdo. Menos de 1% da população em geral nasce com a doença. Claire declarou que os seus pais também estavam “em estado de choque e extremamente confusos”.

“Meu pai ficou realmente assustado com isso e minha mãe achou hilário eu não ter descoberto até agora. Eu nunca tinha feito um raio-X de tórax, então não havia como saber se meu coração estava invertido”, emendou a jovem.

Após seu diagnóstico, Claire foi ao TikTok para compartilhar sua experiência surpreendente. Sua postagem já foi vista 2,9 milhões de vezes e recebeu mais de 400 mil curtidas. Muitos usuários de mídia social questionaram como os médicos não perceberam o fato de o seu coração estar do lado errado do peito.

Dextrocardia geralmente não é uma ameaça à vida, e Claire não precisa de nenhum acompanhamento médico especial para a condição. Ela simplesmente continuará vivendo com o coração do lado errado.

Leia mais:  Rússia proíbe desenho da Disney com personagem gay
publicidade

Internacional

Hospital nos EUA faz transplante de rim em paciente errado

Publicado

Um hospital de Cleveland (Ohio, EUA) reconheceu um grave erro: uma equipe médica realizou recentemente um transplante de rim em paciente errado. A fila de espera apontava outro receptor do órgão.

A direção do hospital universitário se desculpou pelo erro e informou que dois funcionários foram colocados em licença administrativa. Incrivelmente, o rim dado ao paciente errado se mostrou compatível e se espera que a pessoa que o recebeu no lugar de outra se recupere totalmente, disseram autoridades locais, segundo afiliada da rede Fox.

A cirurgia do outro paciente foi adiada. Autoridades disseram que o hospital abriu sindicância para descobrir como o erro ocorreu e evitar erros semelhantes no futuro. Os nomes dos envolvidos não fooram divulgados.

“Oferecemos nossas sinceras desculpas a esses pacientes e as suas famílias”, disse o porta-voz do hospital, George Stamatis, em um comunicado. “Reconhecemos que eles nos confiaram seus cuidados. A situação é totalmente inconsistente com 0 nosso compromisso de ajudar os pacientes a voltarem à saúde e viverem a vida plenamente”, acrescentou ele.

O hospital notificou a United Network for Organ Sharing, que gerencia o sistema nacional de transplantes e que é a responsável pela distribuição dos órgãos na fila de espera.

Leia mais:  Rússia proíbe desenho da Disney com personagem gay
Continue lendo

Internacional

Japão prorroga estado de emergência por covid-19

Publicado

País registra um aumento de casos da doença uma semana depois do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O Japão prorrogou nesta sexta-feira (30) a emergência sanitária por covid-19 em Tóquio e a ampliou para outras quatro regiões, após o aumento dos contágios, uma semana depois do início dos Jogos Olímpicos.

“Decretamos o estado de emergência para Saitama, Chiba, Kanagawa e Osaka”, afirmou o primeiro-ministro Yoshihide Suga, antes de acrescentar que a medida, já em vigor em Tóquio e Okinawa (sul), foi estendida até 31 de agosto.

Na quinta-feira (29), o Japão registrou mais de 10 mil casos de coronavírus pela primeira vez, o que levou autoridades e especialistas a advertirem para o risco que implica a propagação da variante Delta.

O surto no país é comparativamente pequeno. Desde o início da pandemia, foram registradas 15.000 mortes, e o governo nunca adotou medidas de confinamento rígido. Apenas 25% da população está completamente vacinada.

O recorde de casos acontece em pleno desenvolvimento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Nas últimas 24 horas, foram registrados 27 novos contágios, o maior número diário desde o início do evento esportivo, segundo o comitê organizador.

“O contágio está se espalhando a uma velocidade nunca antes vista”, especialmente dentro e ao redor da região de Tóquio, disse o primeiro-ministro Suga.

“A variante delta altamente contagiosa se impõe rapidamente e, se o aumento de infectados, não parar é possível que os hospitais fiquem lotados”, alertou.

Anteriormente, a ministra da Saúde, Norihisa Tamura, afirmou que o governo queria enviar uma “mensagem forte” ao prorrogar o estado de emergência, já que a variante Delta agora responde por “mais de 50% dos casos” em Tóquio.

O atual estado de emergência em Tóquio restringe o horário de funcionamento de bares e restaurantes e proíbe a venda de bebidas alcoólicas. Os especialistas alertam para um relaxamento de seu cumprimento e um aumento de casos entre os jovens.

Leia mais:  Centenas de israelenses protestam contra 'passe verde' para vacinados
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana