conecte-se conosco


Política Nacional

Juiz suspende processo que cobra R$ 2,8 milhões de Deltan Dallagnol

Publicado

Setor técnico do TCU já havia informado que não encontrou indícios de irregularidades nas despesas

O juiz da 6ª Vara Federal de Curitiba (PR) Augusto César Pansini Gonçalves determinou em liminar a suspensão de processo no Tribunal de Contas da União (TCU) que cobra do ex-procurador Deltan Dallagnol e outros membros da Lava Jato R$ 2,8 milhões. Este montante é referente aos valores pagos em diárias e viagens durante a operação, que prendeu empresários e políticos, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O processo, agora, fica suspenso até o julgamento do mérito da matéria. Na decisão, Gonçalves sustentou que Deltan Dallagnol não foi o executor de despesas e não “arquitetou o modelo de pagamento das diárias” dos membros da operação.

“A concepção do modelo de funcionamento de uma força-tarefa, sobretudo a forma como as despesas serão pagas, foge das atribuições de um procurador da República”, disse, em trecho da decisão.

O magistrado afirmou no documento que o ministro Bruno Dantas, do TCU, faz “especulações” sobre a participação de Deltan no modelo de trabalho e nos pagamentos usados durante a operação.

Leia mais:  Eleições de 2022 terão estreia de novo modelo de urna eletrônica; Saiba o que mudou

Um setor técnico do TCU já havia informado que não encontrou indícios de irregularidades nas despesas com que a Lava Jato precisou arcar para realizar as fases da operação. No entanto, a decisão final para seguir ou arquivar o processo deve partir dos ministros.

publicidade

Política Nacional

Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo terão que devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos

Publicado

A 8ª Câmara Criminal do Rio fixou em R$ 10 milhões a quantia que o ex-governador Sérgio Cabral e a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo terão que pagar a título de reparação dos prejuízos causados aos cofres públicos no período que vai de 19 de agosto de 2008 a 03 de abril de 2014.

Os dois foram condenados no ano passado pelo crime de peculato pelo uso particular de helicópteros do Governo do Estado para transporte de familiares, funcionários, políticos e amigos. O valor ainda sofrerá atualização monetária e juros de mora de um por cento ao mês contados desde abril de 2014.

Leia mais:  Aproximação entre FHC e Lula incomoda PSDB
Continue lendo

Política Nacional

Mario Frias sofre infarto e é levado para UTI de hospital em Brasília

Publicado

Segundo boletim médico, o ex-secretário de Cultura está internado na UTI sem previsão de alta

O ex-secretário especial de Cultura Mario Frias foi internado na noite de segunda-feira (4), com quadro de “infarto agudo do miocárdio”. Frias divulgou um boletim médico nas redes sociais que informa que foi necessário que ele passasse por um cateterismo com retirada de trombos.

Ele está internado na UTI do Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, em Brasília. Não há previsão de alta. Por conta do estado de saúde, ele informou que cancelou a agenda dos próximos dias.

Frias tem 50 anos e já foi internado em outras ocasiões para passar por procedimentos no coração. Em 11 de dezembro de 2020, o ex-ator fez um cateterismo de emergência após sentir mal-estar. Ele precisou refazer o procedimento em maio de 2021.

O cateterismo cardíaco pode ser realizado para diagnosticar ou tratar doenças do coração. O procedimento é feito com a introdução de um catéter na artéria do braço ou da perna, até o coração.

Leia mais:  Pacheco rejeita pedido de impeachment contra Moraes

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana