conecte-se conosco


Entretenimento

Latino fala de briga com Anitta: ‘Fui humilhado, saí chorando da casa dela’

Publicado

Não convidem Anitta e Latino para a mesma festa do apê. O cantor não esconde a mágoa que carrega desde que, segundo ele, foi humilhado pela Poderosa durante uma festinha na casa dela. O episódio aconteceu há cerca de dois anos, mas ainda está gravado em sua memória.

Latino contou que estava numa balada com Nego do Borel, quando os dois foram convidados pela própria Anitta para ir até a casa dela, onde estavam alguns estrangeiros, amigos da cantora.

“Achei gentil da parte dela. Alguns anos atrás, ela tinha cantado num aniversário meu, eu praticamente lancei ela nessa festa. Foi um pedido da Kamilla (Fialho), sua empresária na época. Já na casa dela, chegaram uns grigos e comecei a desenrolar com eles, ofereci bebida e depois Anitta apareceu com aquele jeito dela, espalhafatosa. Aí um dos gringos perguntou quem eu era. Em inglês, achando que eu não estava entendendo, ela respondeu que eu era um artista brasileiro, meio que desmerecendo, desdenhando. Depois, ela falou uma coisa que me deixou muito chateado. Disse que eu era uma cara da velha guarda, que tinha feito muito sucesso no passado e que estava tentando voltar”, disse Latino no podcast No Flow.

O cantor revelou também que, na mesma hora, foi embora de lá, chorando: “Nego veio me perguntou por que eu já estava indo e respondi o que eu tinha ouvido. Fui bolado para o carro, confesso que chorei, fiquei tristão. Ela tinha me levado lá para me humilhar. Fui humilhado e fiquei pensando como um ser humano pode mudar tanto”.

Leia mais:  Cena de parte de uma vida - Amigos do Rio / Boas lembranças
publicidade

Entretenimento

Arthur Picoli confirma que já ganhou R$ 1,5 milhão e será apresentador

Publicado

Ex-BBB capixaba de 27 anos de idade comemora sucesso como influenciador e dá detalhes de sua estreia como apresentador na TV do Flamengo com programa semanal

Com campanhas publicitárias que fez depois de ser eliminado do BBB 21, Arthur Picoli já faturou seu primeiro milhão de reais. Mais que isso, o bonitão confirma que já conquistou valor igual ao prêmio do reality da Globo – de R$ 1,5 milhão. 

Além disso, o capixaba também adianta que foi contratado como apresentador da FLATV, a TV do Flamengo, e em breve estreará na emissora com programa semanal. Na atração, vai mostrar os esportes e projetos que o time apoia. 

Em entrevista ao canal de Laís Moreira, no YouTube, que vai ao ar às 20h desta quarta-feira (22), o bonitão também lembra das polêmicas em que se envolveu durante o Big Brother, vida pessoal e novos objetivos. 

Leia mais:  Cena de parte de uma vida - Amigos do Rio / Boas lembranças
Continue lendo

Entretenimento

Festival Vila Musical abre inscrições para oficinas infantis de canto e percussão

Publicado

As atividades, que serão realizadas nos dias 2 e 3 de outubro, são gratuitas e buscam conectar o público infantil com a cultura musical capixaba

Nesta segunda-feira (20), o Festival Vila Musical abre inscrições gratuitas para oficinas infantis de percussão e canto. Serão apresentados para as crianças instrumentos de batucada e ritmos voltados para a cultura capixaba. As atividades, que acontecem nos dias 02 e 03 de outubro, serão online. São 15 vagas para cada oficina e as inscrições poderão ser feitas no site do Festival Vila Musical até o dia 27 de setembro: https://linktr.ee/festivalvilamusical

As atividades, ministradas pelos professores Eduardo Ojú e Yuri Guijansque, buscam incentivar a representatividade afro-capixaba e a cultura do interior do Estado para o público infantil da cidade de Vitória.

Visualização da imagem

Na primeira oficina, marcada para o dia 02 de outubro, o escritor e compositor Eduardo Ojú apresentará aos pequenos variadas práticas de percussão e suas representatividades. Ao final, as crianças, com o acompanhamento dos pais, vão realizar um grande cortejo musical com um instrumento produzido com material de casa, como baldes, panelas, cabos de vassoura e outros.

Visualização da imagem

Já no segundo dia (3), o músico, compositor e professor de música Yuri Guijansque será o responsável pela aula de canto, onde ele, num momento lúdico com as crianças, irá explorar ritmos e repertórios voltados para a cultura popular e a cultura da infância na perspectiva de cidades do interior.

As atividades vão acontecer via plataforma de videoconferência.

O Festival

As oficinas fazem parte do Festival Vila Musical que acontecerá nos dias 11 e 12 de outubro, em comemoração da semana da criança. O Festival será uma grande vila brincante — em formato virtual — em que tudo vira música. As transmissões serão no Canal do Youtube do festival com apresentações de bandas e grupos de manifestações tradicionais capixabas. Tudo isso guiado por três personagens: Catarina, Juvenal e Bartolomeu! 

O projeto é uma realização da Expurgação, EXP Filmes e Tangerinas e foi aprovado em edital setorial de Música 033/2019 da Secult/ES e recebe recursos do Funcultura.

Acesse o canal do Festival e aguarde novidades: https://linktr.ee/festivalvilamusical 

Serviço:

OFICINA DE CORTEJO PERCUSSÃO AFRO CAPIXABA

DIA: 02/10 

HORÁRIO: 10H às 11H30

VAGAS: 15

Público-Alvo: Crianças até 12 anos

Professor Eduardo Ojú: Escritor e compositor popular, propôs os projetos culturais A Porta do Tapete Voador (2011), Música de Mangueio (2013), Marujada de Cabôco (2011, 2015) e #tambordialético | QUILOMBO (2017). Como ceramista, registrado pelo Programa do Artesanato Brasileiro (2018), participou da Bienal Naifs do Brasil do Sesc Piracicaba (2020) com a obra Igreja Velha. Atualmente reside em São Mateus, ES, e coordena o projeto e pesquisa #tambordialético | o barro pensa, a forma o tempo é quem dá, sobre Educação do Campo e Filosofia Africana no contexto das brincadeiras em devoção à São Benedito das Piabas e Caboclo Bernardo.

OFICINA DE CANTO

DIA: 03/10 

HORÁRIO: 14h às 15h30

VAGAS: 15

Público-Alvo: Crianças até 12 anos

Professor Yuri Guijansque: Yuri é músico, compositor e professor de música licenciado pela Universidade Federal do Espírito Santo. Como professor, Yuri faz trabalha com musicalização infantil em escolas regulares e projetos sociais desde 2015 atuando com ensino de canto, violão, flauta, teoria musical, harmonia entre outros. Como músico e compositor, atua em diversos projetos como o grupo capixaba de música autoral “Pó de Ser Emoriô”, é solista da Orquestra Pop&Jazz do IFES, além de ter seu projeto solo como compositor e intérprete.

 

Leia mais:  Suely Franco fala sobre dificuldades financeiras: ‘Não estou na falência’

Inscrições gratuitas pelo site: https://linktr.ee/festivalvilamusical 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana