conecte-se conosco


Entretenimento

LEO DIAS SOBRE ANITTA: ‘ELA É SOBERBA, TODO MUNDO SABE’

Famoso jornalista comentou sobre o assunto, durante entrevista para o programa Pânico, da rádio Jovem Pan

Publicado

Convidado para participar do programa Pânico, na rádio Jovem Pan, nesta terça-feira (3), Leo Dias comentou, entre outras coisas, sobre sua profissão.“Hoje, meu trabalho não é mais tanta pressão. Eu não dou nota que o meu chefe me manda. Falo pra ele dar em outra editoria, na minha não. Se a editoria chama Léo Dias, eu sou o responsável. (…) As pessoas gostam de saber a matéria da observação, não só o que o artista fala. Os artistas mentem muito. As pessoas criam um personagem que não são verdadeiros. A ironia no meio da história move tudo. (…) As pessoas acham que eu falo só de celebridades. Tem fofoca, tem barraco, é notícia pra mim”, chegou a afirmar ele, antes de também falar um pouco do mundo dos famosos, em si.“A pessoa não dura muito tempo quando só a vida pessoal é interessante. Ai vira uma subcelebridade e isso é um conselho que eu dou para uma pessoa que eu amo de paixão que é a Luana Piovani. A Luana precisa trabalhar. (…) O Brasil hoje é formado por bolhas. A Bianca Andrade, por exemplo, faz o que da vida? Ela só faz conteúdo pra bolha do Instagram”, disse o colunista do UOL.Recentemente, ele, aliás, assinou contrato com a RedeTV!, onde deve trabalhar como diretor executivo do programa TV Fama.“Eu vou ser o diretor executivo no TV Fama. Eu não sei muito bem o que isso faz. (…) A minha ideia é plugar o meu telefone no telão do programa ao vivo enquanto eu falo com as celebridades pra todo mundo ver. O TV Fama é ao vivo, mas parece que é gravado”, declarou Leo.Durante a entrevista, o jornalista também comentou sobre o atual momento da amizade com Anitta.“O cúmulo foi quando a Anitta agradeceu a si mesma. Brasileiro odeia gente soberba e ela é soberba, todo mundo sabe. Eu adoro gente escrota. (…) Sabe o que dói mesmo: você ver o pai da Anitta fazendo brincadeira sobre o meu vicio. A Anitta se afastou do pai dela por conta disso, ela parou de postar Stories com o pai dela. Mas eu pedi para ela falar publicamente para as pessoas não fazerem esse tipo de chacota com pessoas que tem esse vicio e ela disse que não ia fazer isso por mim. Ah, então tá, aí a Anitta que eu conheço, a Anitta que só pensa nela”, declarou Leo Dias, antes de também fazer um tipo de reflexão, sobre o atual momento de sua vida.“Hoje, nenhuma notícia mais marca minha história. Eu parei de viver das mentiras, igual o resto das pessoas. (…) Eu cheguei em um lugar onde ninguém mais chegou. E eu pago um preço alto por ser verdadeiro”, afirmou o jornalista.

Leia mais:  Tiago Abravanel é vaiado ao cantar hit do BBB22 em festa de Carnaval

publicidade

Entretenimento

Secult realiza lançamento coletivo de livros contemplados em edital de literatura

Publicado

O Governo do Estado realizou, na noite dessa quarta-feira (25), o evento de lançamento dos 17 livros premiados no edital de literatura da Secretaria da Cultura (Secult), no Palácio Anchieta, em Vitória. São obras de diferentes gêneros, como crônica, infanto-juvenil, conto, poesia, biografia e romance, escritos por autores capixabas. Foram distribuídos 1.700 livros para o público presente, sendo 100 de cada projeto de literatura aprovado no edital de 2019.

O evento teve a participação do governador do Estado, Renato Casagrande, que falou na abertura do lançamento coletivo. “É muito bom voltar a realizar os lançamentos dos nossos editais, recuperando o tempo que perdemos por conta da pandemia. Fomos aperfeiçoando nossos editais com uma política democrática para todos que militam na área cultural. A atividade cultural é empreendedora e geradora de renda. Esses editais possibilitam esses caminhos”, disse.

Casagrande abordou também os avanços nas políticas públicas voltadas para a área cultural. “Aprovamos a Lei de Incentivo à Cultura para apoiar as boas iniciativas. Temos que compreender que a cultura é essencial para a nossa vida. Quando se investe forte em cultura, conseguimos ter uma sociedade mais fraterna. Temos uma sociedade muito heterogênea e a cultura nos permite conviver com pessoas diferentes. Queremos que o Espírito Santo seja uma referência nacional em todas as áreas, inclusive na cultura, pois temos talentos para isso”, completou.

“Todas essas publicações de hoje são resultado dessa política dos editais que tem continuado ao longo dos anos e teve o maior investimento da história em sua mais recente edição. Lembramos que a Lei de Incentivo à Cultura está super aberta para a Literatura. Além dessa porta aberta, teremos ainda uma para os municípios por meio do Programa de Coinvestimento da Cultura – Fundo a Fundo”, acrescentou o secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha.

Leia mais:  Tiago Abravanel é vaiado ao cantar hit do BBB22 em festa de Carnaval

Bibliotecas de 78 municípios do Estado vão receber os livros lançados no evento. “As duas categorias do edital de literatura arrasaram. Foi um mosaico literário, um mix de formatos, as capas… São publicações muito valiosas. É muito valioso para as bibliotecas que recebem também”, pontuou a diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Espírito Santo (SEBP/ES), Marcelle Queiroz.

Uma das contempladas pelo edital, a escritora Lorraine Paixão, que lançou a obra “Desassossego – histórias e memórias do bairro Central Carapina”, discursos em nome de todos os autores. “Hoje estou aqui lançando um livro que fala sobre a minha quebrada. Estamos todos aqui repartindo e retornando para a sociedade essas obras produzidas com recursos públicos”, disse, lembrando que participou da solenidade anterior de lançamento coletivo, em 2019.

Após a cerimônia de abertura, foi realizada uma noite de autógrafos com os autores e a distribuição gratuita dos livros para o público. Também estiveram presentes o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo (Educação), e a diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), Cristina Engel de Alvarez.

Leia mais:  ​Espetáculo “Os Saltimbancos” disponível para alunos assistirem

O lançamento dos livros contemplados pelo edital de literatura da Secult de 2020 será realizado ainda este ano.

Confira a lista de livros lançados:

Lobo Pasolini, “Experiências”;

Bruna Maria Gonçalves Breguez, “História da Moda no Espírito Santo: do século XVI ao século XXI”;

Filipe Ferreira Ghidetti, “A condição Urbana”;

Mara Coradello, “Post Its de Carne e Putrefação”;

Geusa Gomes, “O cachorro que fugiu do aquário e voou”;

Gustavo Pimenta, “Minhas Vianas: a cidade como lugar de afetos”;

Herbert Soares, “O ‘Grupo dos Onze’: elites políticas e anticomunismo no município de Muniz Freire”;

Ingrid Carrafa, “Quando borboletas carnívoras dançam no estômago”;

José Roberto Santos Neves, “Memória da Música – Uma leitura crítica de 40 discos que marcaram época no Espírito Santo”;

Lorraine Paixão, “Desassossego – histórias e memórias do bairro Central Carapina”;

Lucas Albani, “O Riso do Chico”;

Luiz F. Bernardes, “A menina que pintava carneiros”;

Marcelo Seidel Fiorotti, “Paisagem e fé: espaços sagrados nos caminhos de Anchieta“;

Paulo Roberto Sodré, “Um pássaro de fogo: reconto”;

Raquel Falk, “Verbetes (im)perfeitos para corpos im(perfeitos)”;

Renata Oliveira Bomfim, “O Coração da Medusa”;

Ricardo Maurício Gonzaga, “Sobrenome perigo”.

Continue lendo

Entretenimento

Pessoas com deficiências encenam espetáculos teatrais durante o mês de junho em Vitória e Anchieta

Publicado

Muita emoção e diversidade no palco. É o que as apresentações de teatro do Projeto Cena Diversa prometem trazer para o público capixaba a partir do mês de junho. Os espetáculos terão entrada gratuita e contam com a participação de pessoas cegas e cadeirantes no elenco.

 O Palácio da Cultura Sônia Cabral, no Centro de Vitória, recebe a peça “Quando Acordar a Cidade”, nos dias 22 e 24 de junho. O espetáculo também será apresentado no município de Anchieta, no dia 18 do mesmo mês. Trata-se de uma história sobre a era de ouro do rádio no Brasil e fazem parte do elenco sete pessoas cegas e duas com baixa visão, que são auxiliadas no deslocamento e na troca de microfones por assistentes-videntes.

 Já o espetáculo “Pele” está marcado para acontecer na Concha Acústica do Parque Moscoso, também em Vitória, nos dias 26 e 27 de junho. Além disso, um ensaio geral e aberto ao público será realizado no local no dia 25. “Pele” tem no elenco três atores cadeirantes interagindo com outros quatro atores andantes.

 

Convite a turmas escolares

 Os representantes de escolas que queiram levar turmas de alunos para assistir às apresentações do espetáculo “Quando Acordar a Cidade” devem entrar em contato com a coordenação do projeto, pelo WhatsApp da Associação Sociedade Cultura e Arte (SOCA) Brasil: (27) 99609-8181. A plateia do Palácio da Cultura Sônia Cabral comporta o total de 206 pessoas. Na Concha Acústica do Parque Moscoso, podem se sentar cerca de 200 pessoas nos bancos.

Leia mais:  Apresentador americano Larry King morre de covid-19 aos 87 anos

 

Projeto Cena Diversa

 Pessoas com deficiência física, visual e auditiva participam de uma série de oficinas que envolvem práticas de teatro, canto, radionovela, cinema e fotografia. As atividades são realizadas em Vitória e o objetivo do projeto é trabalhar diversas linguagens artísticas e integrá-las à estética teatral.

 

As oficinas são organizadas pela Associação Sociedade Cultura e Arte, também chamada de SOCA Brasil, que é formada por artistas e pesquisadores das artes cênicas. Ao todo, são 256 horas de aprendizado em teatro, canto, radionovela, vídeo, cinema e fotografia.

 

Novas apresentações

 No cronograma do Projeto Cena Diversa estão, além dos espetáculos “Pele” e “Quando Acordar a Cidade”, também a performance “Slam Corpo Grita”. Os três trabalhos são resultado da primeira edição do projeto, organizada em 2019, após a realização de oficinas com pessoas com deficiência recrutadas, após a divulgação das oportunidades.

 Durante a pandemia, não foi possível fazer novas apresentações presenciais das peças, realidade essa que mudou no ano de 2022. Nesta nova edição, o projeto conta com o patrocínio da Wilson Sons e ES Gás, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. A Secretaria da Cultura (Secult-ES) apoia a iniciativa com a cessão do Palácio da Cultura Sônia Cabral.

 O Projeto Cena Diversa teve início em 2019, com o Prêmio Diversidade Cultural da Secult-ES. É realizado em parceria com a Cia Poéticas da Cena Contemporânea, coletivo de artistas que originou a SOCA Brasil, propositora do projeto.

Leia mais:  Repórter do 'Mais Você' cai em golpe por celular

 As oficinas ofertadas aos participantes têm como base as práticas da Cia Poéticas, grupo formado por diretores de teatro e cinema, dramaturgos, videastas, fotógrafos, artistas visuais e, até mesmo, um compositor musical. As atividades e parte dos ensaios que acontecem no Instituto Luis Braille, em Vitória, que apoia o projeto com a cessão do espaço.

 

 

SERVIÇO

Apresentações teatrais do Projeto Cena Diversa 2022

 

QUANDO ACORDAR A CIDADE

https://www.cenadiversa.com/quandoacordaracidade

ONDE: Palácio da Cultura Sônia Cabral – Praça João Clímaco, Cidade Alta – Centro de Vitória.

QUANDO: 22 e 24 de junho

AGENDAMENTO DE ESCOLAS: por meio do WhatsApp da SOCA BRASIL – (27) 99609-8181

 

PELE

https://www.cenadiversa.com/espetaculopele

ONDE: Concha Acústica do Parque Moscoso – Parque Moscoso, Vitória.

QUANDO: 26 e 27 de junho

AGENDAMENTO DE ESCOLAS: por meio  do WhatsApp da SOCA BRASIL – (27) 99609-8181

 

Informações:

Rejane Arruda, coordenadora do Projeto Cena Diversa e presidente da SOCA Brasil:

(27) 99609-8181

 

VÍDEO:

Reportagem TVE (2019): https://www.youtube.com/watch?v=IHY5uiiF1JU

 

Redes Sociais:

Cena Diversa (Instagram): https://www.instagram.com/cenadiversa/

SOCA Brasil (Instagram): https://www.instagram.com/socabrasil/

Canal Youtube: https://www.youtube.com/c/SOCAIAssocia%C3%A7%C3%A3oSociedadeCulturaeArte/videos

 

Sites:

SOCA Brasil: https://www.socabrasil.org/ 

Cena Diversa: https://www.cenadiversa.com/

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana