conecte-se conosco


Entretenimento

Live debate papel da imprensa sobre suicídio

Publicado

Nesta quinta-feira (10) acontece a primeira transmissão no Instagram da Assembleia alusiva ao Setembro Amarelo

Nesta quinta-feira (10), às 15 horas, a Assembleia Legislativa (Ales) realiza a primeira, de uma série de lives no Instagram, sobre a prevenção do suicídio.  O convidado para a conversa inaugural é o jornalista Antônio Carlos Leite (Cacá), que falará sobre o tema Imprensa x Suicídio. A transmissão será mediada pela jornalista Patricia Bravin.

A live é alusiva ao Setembro Amarelo, mês de prevenção do suicídio, e acontece no Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Os internautas poderão participar por meio de perguntas e comentários.

O suicídio na pauta jornalística

Assunto ainda tabu na sociedade e no jornalismo, o suicídio levanta várias questões nas redações e salas de aula. Entre esses pontos estão os limites da atuação jornalística; o pacto de silêncio sobre o assunto adotado por alguns veículos; a relação entre noticiar casos e estimular pessoas ao ato; o direito da sociedade à informação quando o caso envolve figuras públicas; e como abordar o assunto sob a perspectiva preventiva.

Esses e outros pontos serão pauta da live. Os internautas poderão saber mais sobre as orientações previstas no Manual para profissionais da mídia, publicação criada pela Organização Mundial da Saúde.

Sobre o convidado

Antônio Carlos Leite tem formação em Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo, pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Puccamp/SP). Formou-se em 1987 e se especializou em Edição de Jornais e Jornalismo Multimídia. Foi membro do Comitê Editorial da Associação Nacional de Jornais (ANJ), editor-chefe do Diário de São Paulo, diretor de conteúdo da Rede Gazeta e atualmente é também diretor de conteúdo do grupo Bandeirantes/Jornal Metro.

Setembro Amarelo

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio iniciada, em 2014, pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). A campanha pretende estimular o diálogo sobre o tema na sociedade com a perspectiva preventiva. Por meio da página na internet é possível ter acesso a dados, material da campanha e agenda de debates nacionais sobre o tema.

Leia mais:  Ex-capa da Playboy presa em Vitória será transferida para o Distrito Federal
publicidade

Entretenimento

Ator Dwayne Johnson é considerado favorito à presidência dos EUA em 2024

Publicado

Uma pesquisa, realizada pela plataforma Pipsplay, indicou que 46% dos cidadãos votariam no astro para ocupar a cadeira de Joe Biden, atual presidente, caso ele se candidatasse

Já imaginou ter o The Rock como presidente? O povo americano, sim. De acordo com a revista norte-americana Neewsweek, o ator Dwayne Johnson, de 48 anos de idade, é um dos favoritos para concorrer à presidência dos Estados Unidos, em 2024. Uma pesquisa, realizada pela plataforma Pipsplay, indicou que 46% dos cidadãos votariam no astro para ocupar a cadeira de Joe Biden, atual presidente, caso ele se candidatasse.

A pesquisa foi feita online, entre os dias 2 e 4 de abril, com mais de 30 mil adultos. O objetivo era descobrir qual celebridade que os americanos gostariam de ver participando da próxima corrida presidencial se tivessem aptidão política e a equipe certa. Além de Dwayne, outros artistas, como: Angelina Jolie, Oprah Winfrey e Tom Hanks, foram mencionados.

Em seu Instagram, The Rock publicou um print da pesquisa e agradeceu:

Humilde. Eu não acho que nossos Pais Fundadores nunca imaginaram um cara careca, tatuado, meio negro, meio samoano, bebendo tequila, motorista de caminhonete… Mas se isso acontecer, seria uma honra servir a vocês, o povo.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que o nome do astro é mencionado quando se trata de política. Dwayne já foi questionado se participaria de uma corrida presidencial em diversas outras ocasiões. O astro já revelou à revista GQ, em 2016, que considera a ideia de ser presidente muito atraente. No ano seguinte, em uma entrevista no The Ellen Show, Johnson disse que estava pensando seriamente em se candidatar. Por fim, em um artigo do USA Today, publicado em fevereiro deste ano, The Rock afirmou que a decisão sobre o seu futuro político caberia ao povo:

– Eu consideraria uma corrida presidencial no futuro se isso é o que as pessoas querem.

Leia mais:  Gretchen celebra 2 milhões de seguidores com memes
Continue lendo

Entretenimento

Herdeiros de Tom Veiga podem perder imóvel nos EUA por causa de pagamentos atrasados

Publicado

Tom comprou a casa em 2020, e depois que se separou de Cybelle Hermínio, recebeu um aviso de que se não pagasse a dívida, poderia perder o imóvel

Como você viu, o testamento de Tom Veiga, intérprete de Louro José, está gerando uma polêmica entre os filhos e a ex-esposa do ator. Agora, segundo o jornal Extra, eles tem mais um problema: os herdeiros podem perder uma casa nos Estados Unidos devido a falta de pagamentos.

Tom comprou a casa em 2020, e depois que se separou de Cybelle Hermínio, recebeu um aviso de que se não pagasse a dívida, poderia perder o imóvel. A outra casa que comprou anos atrás, onde moram Alessandra Veiga, e os filhos Adrian e Alícia, está paga, e foi entregue à ex-esposa no acordo de divórcio que firmaram em 2018. Além disso, um sítio em Ibiúna, uma casa na Granja Viana e esse imóvel em Orlando, também entraram nesse acordo, que está parado na Justiça desde a morte dele.

Em 2020, Tom Veiga chegou a comprar um carro da marca Jaguar, mas devolveu o veículo pois não havia pago nenhuma parcela. Ele ficou com carros mais simples e um Jeep, modelo Compass, que custa cerca de 150 mil reais e teria sido exigido por Cybelle para assinar o divórcio.

Tom recebia o salário do Mais Você, que chegou a 150 mil reais por mês, através da sua empresa: Camelo Produções Artísticas. Segundo um amigo do ator:

– Ele sempre foi mão aberta, mas muito precavido. Ninguém sabe direito o que aconteceu para que, de alguns meses até sua morte, ele estivesse enrolado com dinheiro. Ele pegou uma grana altíssima e investiu em Bitcoins. Era um bom dinheiro, coisa de seis dígitos. Mas não sabemos o que deu isso.

Cerca de 200 mil reais, que eram parte desse investimento, teriam sido dados a Cybelle, para que ela investisse novamente. O amigo diz:

“É provável que ela continue recebendo os lucros desse dinheiro investido. Ninguém sabe o que aconteceu.”

Segundo a colunista Fábia Oliveira, Diego, filho mais velho do ator, fez uma tatuagem em homenagem ao pai. O rapaz tatuou, na perna, um leão com uma coroa, e acrescentou a data de nascimento de Tom, 6 de fevereiro. De acordo com a colunista, essa homenagem emocionou os amigos mais próximos do ator.

Leia mais:  Decadência da Globo. TV WA toma seleção nas Eliminatórias
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana