conecte-se conosco


Cidades

Maior bairro da capital elege seus representantes comunitários

Publicado

Moradores de Jardim Camburi foram às urnas eleger nova diretoria da Acjac

Por Paulo Borges – Correspondente na Grande Vitória

As associações de bairros sempre tiveram participação em toda gestão municipal de Vitória. Os governantes têm um olhar atento para essas entidades que, em época de eleição podem ajudar ou não o destino político de alguns.

No último domingo (29), os moradores do bairro de Jardim Camburi, o mais populoso da capital capixaba, foram às urnas para escolher quem seriam seus representantes na defesa das demandas da comunidade junto à Prefeitura de Vitória. Duas chapas concorreram à Associação Comunitária de Jardim Camburi (Acjac) e a vencedora com 1225 votos contra 760 foi a Chapa 1, tendo como seu presidente, Bruno Malias, ex-campeão mundial de Futebol de Areia. Foram 1992 moradores que votaram e muitos deixaram de dar o seu voto pelo fato de acharem que o horário de votação seria até às 17 horas, que na verdade se encerrou às 15 horas.

Leia mais:  Começa a terceira etapa de pagamento do Cartão Reconstrução ES 2020

Várias pessoas ouvidas pela reportagem do Jornal do Norte, criticaram a organização e a inovação de colocar outra urna, além da tradicional da Escola Municipal Elzira Vivacqua, no condomínio Atlântica Ville, reduto de alguns membros da chapa vencedora, segundo essas pessoas. “Mas, na outra chapa também tem morador de lá e tudo isso foi definido de comum acordo”, disse um dos ouvidos pelo JN.

Durante a sessão da Câmara Municipal de Vitória na última segunda-feira (30), o assunto que tomou conta dos discursos foi a eleição da Associação Comunitária de Jardim Camburi (Acjac). O vereador Deninho afirmou que a chapa vencedora teve o apoio do ex-prefeito João Coser (PT), do pré-candidato a deputado federal Givaldo Vieira (PT), da vereadora Karla Coser (PT), Camila Valadão (Psol), do vereador Maurício Leite, o governador Renato Casagrande (PSB) além do deputado estadual Gandini (Cidadania). Disse ainda, que o presidente da chapa 1 tem cargo no governo estadual.

Já o vereador Luiz Emanuel destacou que o presidente eleito, Bruno Malias é “esquerdinha”.

Chapa 1, de Bruno Malias, vence eleição em Jardim Camburi | Tribuna Online

Presidente eleito, Bruno Malias.

Eleito, Malias disse que a sua gestão com mandato de três anos, vai priorizar a ampliação da Unidade Básica de Saúde, a construção do Centro de Vivência da Terceira Idade, dentre outras demandas do bairro junto à municipalidade.

Leia mais:  Covid-19: Hospital Estadual de Vila Velha recebe novos leitos

publicidade

Cidades

Ranking Internacional: Vila Velha é a mais transparente da Grande Vitória

Publicado

Vila Velha é a cidade líder da Grande Vitória em transparência pública e governabilidade. O dado é da ONG Transparência Internacional, que avaliou todos os 78 municípios do Espírito Santo no Ranking Capixaba de Transparência e Governança Pública 2022, lançado nesta terça (5).

Vila Velha é o 2º lugar geral no Espírito Santo com 95,73 pontos. O município está entre os poucos com nota considerada ótima.

O objetivo é estimular essas prefeituras a melhorarem suas agendas de transparência, participação cidadã, abertura de dados, transformação digital, acesso à informação e combate à corrupção.

A escala do ranking vai de 0 a 100 pontos. A nota 0 (péssimo) significa que a prefeitura é avaliada como fechada à participação da sociedade e 100 (ótimo) indica que ela oferece alto grau de transparência e participação social.

Para se chegar ao resultado, foram avaliados os portais de transparência e sites oficiais das prefeituras capixabas, usando metodologia da Transparência Internacional – Brasil, com o objetivo de oferecer um instrumento adicional para que a sociedade, a imprensa e os próprios órgãos de controle tenham acesso à informação e monitorem as ações do poder público na promoção da transparência, da participação social e no combate à corrupção.

Leia mais:  Procon chega a apontar diferença de mais de R$ 15 no quilo da carne bovina

O prefeito Arnaldinho Borgo disse que o município deu um salto em transparência pública e isso mostra o nível de comprometimento e respeito não só com os recursos, mas mostra para os munícipes e órgãos de controle como esses recursos voltam à sociedade. 

“Em 2020 estávamos em 23º lugar, chegamos ao 3º em 2021 e já estamos melhor colocados na avaliação da Transparência Internacional. Ou seja, Vila Velha bem avaliada por órgão internacional, se destacando e caminhando para a 1ª colocação na avaliação oficial do Tribunal de Contas, previsto para ser divulgado no próximo mês de agosto. Esse dado é muito importante, fruto de muito trabalho da nossa equipe qualificada”, avalia o prefeito Arnaldinho Borgo. 

O secretário de Controle e Transparência, Otávio Postay, ressalta que “o resultado positivo reflete o conjunto de várias ações internas voltadas para o desenvolvimento de uma gestão pública transparente, que oferece informações à sociedade, permitindo ao cidadão colaborar no controle das ações do governo e se os recursos públicos estão sendo usados como deveriam”.

Leia mais:  Online: leilão do Detran-ES tem carros e motos com lance inicial a partir de R$ 1,5 mil

Confira aqui o ranking completo com as notas dos municípios capixabas.

Continue lendo

Cidades

Nova carga: primeiros vagões de celulose solúvel chegam ao Portocel

Publicado

A carga, da LD Celulose, chegou por ferrovia, oriunda da fábrica que fica na região do Triângulo Mineiro

Aracruz – O Portocel, terminal portuário situado no município de Aracruz (ES), recebeu no final da última semana 62 vagões de celulose solúvel produzida pela LD Celulose, que iniciou a operação de sua fábrica instalada entre os municípios de Indianópolis e Araguari, no Triângulo Mineiro. Este é o primeiro carregamento do produto e marca o início da parceria da empresa com o Portocel, que deve exportar toda a produção da companhia – cerca de 500 mil toneladas/ano quando estiver operando a plena capacidade. 

Para operar com essa nova carga, Portocel investiu cerca de R$ 38 milhões em adequações de infraestrutura, incluindo a ampliação do ramal ferroviário e a cobertura de um trecho dos trilhos. A primeira carga, recebida na noite do dia 1º de julho, foi estocada na área de armazéns do porto, enquanto aguarda o embarque.

A LD Celulose, uma joint venture entre o grupo austríaco Lenzing e a brasileira Duratex, vai destinar a produção ao abastecimento das unidades da Lenzing, que fornece fibras celulósicas a fabricantes globais de têxteis e não tecidos. A chegada dessa nova carga está alinhada à estratégia de Portocel de atrair novos clientes e fortalecer seu posicionamento como opção logística diferenciada.

Leia mais:  Governo do Estado autoriza construção da nova sede de escola municipal em Linhares

O Terminal, controlado pela Suzano e Cenibra, é reconhecido pela excelência na movimentação de produtos florestais, e vem utilizando essa mesma excelência para atrair outros clientes e diferentes tipos de carga. Um exemplo é a movimentação de granito, iniciada no final de 2020, além de produtos siderúrgicos e outros materiais que o porto já movimenta. 

“Temos investido fortemente em modernização, com novas tecnologias e aperfeiçoamento de nossas equipes. Assim estamos fortalecendo a parceria com os atuais clientes e atraindo novas cargas. Somos um porto multimodal, podemos receber carga por ferrovia, rodovia e por cabotagem marítima, condições que nos diferenciam em logística portuária”, destaca Valeria Becalli Provete, gerente de Estratégia e Gestão de Novos Negócios de Portocel.

Sobre Portocel – Com capacidade para embarcar 7,5 milhões de toneladas/ano de cargas, Portocel é reconhecido por sua eficiência na movimentação de produtos florestais e outras cargas, dispondo de completa infraestrutura logística, instalações e equipamentos integrados a diferentes modalidades de transporte: importação e exportação, longo curso e cabotagem, cargas gerais, projetos, granéis e operações de oil & gas. O porto é controlado por dois grandes players do setor de celulose e papel: a Suzano e a Cenibra. Com localização privilegiada no município de Aracruz (ES), o terminal está conectado por malha rodoviária e ferroviária aos principais centros produtivos e de consumo do país.

Leia mais:  Aulas presenciais nas escolas da Rede Pública Estadual retornam

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana