conecte-se conosco


Moda e Beleza

Maisena no cabelo: conheça os benefícios dessa máscara caseira

Publicado

Descubra como o ingrediente pode ser um grande aliado para manter os fios saudáveis!

Se você quer deixar suas madeixas mais sedosas sem gastar muito, uma ótima opção é apostar na maisena no cabelo. Conhecida também como amido de milho, ela é muito utilizada na culinária brasileira para fazer mingau ou trazer consistência a outras receitas. Além das mil e uma utilidades, tornou-se uma forte aliada dos cabeleireiros – já que hidrata, fortifica e até alisa as fibras capilares.

Muitas mulheres estão optando cada vez mais por receitinhas naturais e sem químicas que agridem os fios. Ao contrário do que se pensa, algumas dessas misturas populares há décadas têm eficácia garantida. É claro que outros cuidados com o corpo e cabelos são essenciais, mas esse ingrediente poderoso pode te dar uma mãozinha. Confira!

Para que usar maisena no cabelo?

A maisena possui diversas vitaminas e minerais, deixando os fios extremamente nutridos, com mais força e vitalidade. Existem várias formas de usá-la fora da cozinha… E o melhor de tudo é que pode ser aplicada em todos os tipos de cabelo.

Cabelo danificado

Esse ingrediente é ideal para quem está com as madeixas danificadas e ressecadas. No entanto, o amido de milho não tem poder suficiente para atuar sozinho no couro cabeludo. Por isso, lembre-se de misturá-lo com uma máscara de hidratação potente.

Combate a oleosidade

O método da maisena no cabelo também pode combater a oleosidade. Como um shampoo a seco, ela deve ser aplicada e espalhada por toda a raiz dos fios até desaparecer. Se ainda sobrar pó, basta tirar o excesso com um pente para se livrar de vez do aspecto oleoso.

Fim das pontas duplas

Se as pontas duplas forem o seu problema, não se preocupe! A maisena também pode ser incluída aos cosméticos que você já utiliza com essa função. Uma maneira econômica de potencializar o efeito, deixando os cabelos ainda mais bonitos.

Alisador natural

Caso você queira se livrar de vez de produtos químicos na hora de alisar o cabelo, invista na maisena. A técnica conhecida como “touca de gesso”, famosa na internet, também tira o frizz e evita a queda dos fios. Como ela hidrata de dentro para fora, não irá agredir as fibras capilares, pelo contrário.

Receita da máscara de hidratação

Agora que você já conhece os benefícios da maisena no cabelo, aprenda a fazer uma poderosa receita de hidratação!

Ingredientes:

1 colher de sopa rasa de maisena 100 ml de água 2 colheres de creme de hidratação para cabelo 1 colher de chá de azeite de oliva

Modo de preparo:

Coloque o amido de milho na água e leve o líquido ao fogo, sempre mexendo até engrossar. Depois disso, deixe o mingau esfriar, acrescente a substância ao seu creme de hidratação e misture até ficar tudo homogêneo. Para terminar, adicione o azeite para potencializar ainda mais a nutrição dos fios. Pronto!

Leia mais:  7 biquínis para divar como Andressa Suita durante o verão
publicidade

Moda e Beleza

Dicas infalíveis para ter cabelos cada vez mais longos

Publicado

Especialistas recomendam cuidados para que os fios cresçam saudáveis, além de alertar para o que não se deve fazer

Ter um cabelo longo e cheio de vida é o sonho de muitas pessoas. Porém, o crescimento capilar rápido não é realidade para muitos indivíduos, que precisam recorrer a técnicas para melhorar essa situação.

Alguns ingredientes naturais e shampoos podem ajudar no fortalecimento do cabelo, para conquistar o projeto rapunzel. É o que esclarecem as dermatologistas Fabiana Seild e Mariana Corrêa, em entrevista ao Delas.

A princípio, elas levantam um questionamento sobre as famosas vitaminas, amplamente comentadas pelas blogueiras. Embora os produtos pareçam ser soluções mais fáceis, eles não devem ser tomados de forma aleatória e sem a procura de um especialista para suplementação.

Vitamina para cabelos

Rotina em prol do crescimento capilar

A recomendação é que seja mantida uma alimentação saudável e cuidados capilares, tais como a limpeza dos fios. A constância ao lavar o couro cabeludo também é relevante, sendo que para os cabelos oleosos é indicado lavar, no máximo, dia sim e dia não.

“Para pessoas que possuem cabelos mais crespos esse tempo de lavagem pode ser espaçado desde que o couro cabeludo permaneça saudável, sem excesso de oleosidade e sem descamação visível”, afirma Fabiana.

Cuidar para que não haja quebra dos fios é outra etapa necessária. Diante disso, dê preferência por lavar o cabelo na água fria ou morna, além de adotar cuidados ao desembaraçar, secar os cabelos, usar protetor térmico, não dormir e nem prender os fios molhados e evitar substâncias químicas.

Produtos

Mariana lembra a importância de usar produtos indicados ao seu tipo de cabelo. “Os óleos capilares ajudam a recuperar os lipídios dos fios de cabelos, ajudando na qualidade e brilho do cabelo, indico os óleos de argan que tem estudos”, destaca.

Além dos óleos,  alguns suplementos podem ser inseridos. “Podemos indicar suplementos que são as vitaminas orais e sprays de medicamentos”, acrescenta.

A especialista lembra que sabão e sabonete não podem ser usados nos fios. E a água quente pode irritar o couro cabeludo, ressecando os fios e abrindo as cutículas. “Vale destacar que algumas receitas caseiras não têm comprovação científica, mas alguns compostos caseiros podem ser usados para hidratação e umectação, como óleo de coco, abacate, mel e babosa”, indica.

E caso o cabelo esteja caindo muito ou crescendo de forma irregular, a tricologia pode auxiliar. “Com base em exames como a tricoscopia digital e alguns exames de sangue é possível avaliar melhor”.

Procedimento estético

Por fim, há a opção de terapia com LED para o estímulo dos fios. “A ledterapia (fotobiomodulação) que é uma terapia baseada na luz de led (como bonés, capacetes, escovas e tiaras de led), apresentam comprovação científica e podem ser indicadas pelo seu tricologista para ser feito em casa”, acrescenta Mariana.

Leia mais:  Vans lança coleção incrível de tênis e roupas de ‘Os Simpsons’
Continue lendo

Moda e Beleza

Moda dos anos 2000: essas tendências dos anos 2000 estão voltando

Publicado

A moda dos anos 2000 estão voltando com força total. Se você teve a sorte de viver o auge das tendências nessa época, provavelmente deve estar se perguntando: como que essas tendências horríveis estão de volta? 

Moda dos anos 2000: uma visão geral

Você ainda consegue se lembrar dos seus pecados de moda dos anos 2000? Além dos tops curtos, as jaquetas esportias também são  um termo de terror. A moda no milênio dependia de muita pele e pouco charme. Os jeans deram o tom da moda e foram usados com corpete ou diretamente como um look completo. Acessórios como correntes de tatuagem justas ou gravatas que foram convertidas em cintos completaram o traje dos anos 2000. 

Tendências da moda dos anos 2000:

  • óculos escuros coloridos
  • Tops curto
  • Blusas com gola drapeada
  • Tops de lenços
  • Gravatas 
  • Jeans, jeans, jeans
  • Tops recortados
  • Cinto de corrente
  • Conjunto de moletom de veludo Juicy Couture
  • Jaquetas acolchoadas 
  • Correntes de tatuagem
  • Boina estilo Newsboy

calca-cintura-baixa-retorno-tendencia

As calças largas estavam na moda nos anos 2000

Um must-have nos anos 2000 eram os jeans modernos com flares. Enquanto você não pode mais imaginar ter cometido um erro tão fashion, os jeans com cintura baixa estão comemorando seu retorno à moda. Mesmo! Estrelas como Bella Hadid provam que calças de cintura baixa estão longe de ser uma coisa do passado. A modelo combina seu jeans reduzido com um top curto e uma jaqueta. 

O cinto de corrente está de volta dos anos 2000

Você enfeitou seus quadris com um cinto de corrente nos anos 2000? Mesmo que você esperasse que essa tendência da moda não voltasse, o Instagram mostra que esse acessório não deve ficar enterrado no último canto do armário por muito tempo. O cinto de corrente se tornou socialmente aceitável novamente, principalmente graças a marcas como Chanel, e pode atualizar uma roupa simples em pouco tempo.

tendencia-cinto-de-corrente

Blusas com gola drapeada (gola boba) estão de volta à tendência após os anos 2000

Uma blusa com gola drapeada, era uma peça chave da moda dos anos 2000. E você pode encontrar esse estilo de gola em blusas, tops curtos e vestidos!

regata-com-decote-drapeado

Jaquetas acolchoadas estão de volta à moda após os anos 2000

Há alguns anos, as jaquetas puffer, como são chamadas agora, voltaram à moda. E em 2021 a tendência veio para ficar. 

Puffer-Jackets

Os cropped eram típicos dos anos 2000

Vestir a blusa tão justa e curta quanto possível era uma obrigação, enquanto cobrir o estômago com camadas desnecessárias de tecido era absolutamente proibido. Quer fosse um top tubinho ou uma blusa com slogans atrevidos – o top mostrava muita pele e era o complemento perfeito para o cós baixo do jeans. 

look-dia-de-chuva-calça-branca-e-top-cropped-listrado

Bonés eram a peça-chave da década de 2000

Eles não ficavam muito bem em ninguém, mas os bonés Von Dutch foram um verdadeiro sucesso de bilheteria. 

looks femininos com boné

 

Leia mais:  7 biquínis para divar como Andressa Suita durante o verão

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana