conecte-se conosco


Cidades

Majeski aciona MPF contra crimes ambientais na Baía de Vitória

Publicado

O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) ingressou com ação no Ministério Público Federal (MPF) por conta dos sucessivos crimes ambientais registrados na Baía de Vitória.

A representação do parlamentar é para que a Prefeitura Municipal, o Governo do Estado, a Capitania dos Portos e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA) adotem as medidas necessárias para garantir monitoramento e fiscalização diária, sobretudo no período noturno e nas primeiras horas da manhã, e a instalação de um posto fixo da Polícia Ambiental na região.

Resultado de imagem para deputado sergio majeski

“A pesca ilegal acontece rotineiramente dentro de uma área de preservação permanente, afrontando às autoridades e causando comoção por conta dos animais encontrados mortos, presos às redes ou na praia. Existem leis, campanhas de conscientização, trabalho de instituições independentes e outras iniciativas, mas, mesmo assim, os crimes ambientais seguem acontecendo”, destaca Majeski.

De acordo com a Lei Municipal 9077/17, é proibida a pesca utilizando qualquer tipo de rede nos canais de Vitória e de Camburi, na Baía do Espírito Santo e na Baía de Vitória, região onde está localizada a Área de Proteção Ambiental (APA) Baía das Tartarugas, que possui 1685 hectares de extensão e é a primeira unidade de conservação marinha da Região Metropolitana.

A representação denuncia a insuficiência das ações tomadas pelo Poder Público, ante os graves crimes ambientais que ocorrem rotineiramente na APA, numa das áreas mais acessíveis da Capital.

Mesmo com a Prefeitura de Vitória informando que nas operações de combate a pesca ilegal já realizadas em 2020 apreendeu quase 20 mil metros de redes, grupos de ambientalistas reforçam que encontram cerca de 25 tartarugas mortas por semana.

Uma das situações mais impactantes foi vivenciada em dezembro de 2019. Na abrangência da APA, integrantes do Projeto Pegada identificaram redes ilegais, animais feridos e outros já sem vida, como tartarugas, arraias e peixes. A cena na areia da Praia de Camburi, dos animais mortos, provocou revolta.

De acordo com o fundador do Projeto Pegada, Rafael Braga, a maioria das mortes das tartarugas ocorre por afogamento, por estarem presas em redes de pesca.

Leia mais:  Praias e pontos turísticos não pode deixar de conhecer em Vila Velha
publicidade

Cidades

VIDEOS I Três pescadores do barco “Petrel” são localizados em Aracruz; um segue desaparecido

Publicado

Embarcação pesqueira estava desaparecida na altura de Vila Velha e à deriva no mar do Espírito Santo desde a última quinta-feira (13)

Três pescadores do barco “Petrel”, que estava desaparecido desde a última quinta-feira (13), foram resgatados na reserva ambiental de Comboios, em Barra do Riacho, Aracruz. A embarcação pesqueira havia apresentado problemas técnicos perto da costa de Vila Velha. Um quarto tripulante segue desaparecido.

Os três pescadores estão sendo atendidos em um hospital de Aracruz, e segundo informações da Capitania dos Portos de Vitória, eles passam bem. 

“Fisicamente eles estão bem. Estão desidratados devido ao período que ficaram expostos, mas não tiveram nada grave”, adiantou o Capitão de Mar e Guerra da Capitania dos Portos, Washington Luiz. 

A expectativa é que após o atendimento médico, os tripulantes serão encaminhados para Vitória para prestar depoimento sobre o acidente. 

Em conversa com o Capitão Washington Luiz, sobre a operação de resgates dos tripulantes.

Segundo ele, uma equipe de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) realizava um patrulhamento rotineiro na reserva de Comboios, em Aracruz, quando viram a embarcação “emborcado”, ou seja, de “cabeça para baixo”.

“Nós tivemos a disseminação do rádio para comunidade marítima, e isso é muito importante. Essa disseminação alertou todos os pescadores da área que conseguiram localizar a embarcação”, explicou Washington. 

Embarcação apresentava problemas técnicos

A Capitania dos Portos informou que a embarcação comunicou sobre problemas técnicos quando estava a 18 km de distância da praia de Itapoã, em Vila Velha, no dia 13 de maio. 

Foram feitas buscas durante dois dias com duas embarcações e houve ainda a participação do helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer -ES). Até uma embarcação de Macaé, no litoral do Rio de Janeiro, chegou a ser deslocada nessas buscas. 

Fonte: Folha Vitória.

Leia mais:  Vila Velha é a primeira Cidade Empreendedora do Espírito Santo
Continue lendo

Cidades

Banestes lança pacote promocional com condições especiais de crédito e serviços para servidores públicos

Publicado

As ofertas incluem anuidade grátis para cartões Visa, descontos em seguros e taxas de juros com descontos de até 40% no crédito

O Banestes anunciou a disponibilização de um pacote especial, com condições ainda mais atrativas em seus produtos de crédito, cartões e soluções em seguros, para todos os clientes da categoria servidores públicos, tanto municipais quanto estaduais e federais.

“Como o banco do Espírito Santo, o Banestes já tem como tradição o atendimento personalizado em todo o Estado e também a oferta de produtos com condições diferenciadas a todos os capixabas. Neste momento, queremos fortalecer ainda mais o vínculo com nossos clientes servidores públicos que, sem dúvida, encontram no banco estadual as melhores possibilidades de negócios. É dessa forma que alavancamos o desenvolvimento econômico do Espírito Santo”, destaca o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Dentre as ofertas, estão disponíveis a isenção de uma anuidade dos cartões Banestes Visa, sendo o Visa Platinum o de melhor programa de pontuação do Brasil; descontos de até 20% em seguros; e créditos com descontos de até 40% nas categorias crédito pessoal, para financiamento de veículos, consignado, portabilidade de consignado e de antecipação da restituição do Imposto de Renda (IR).

Confira – Condições especiais do Banestes para Servidores Públicos:

·        Cartões Banestes Visa:

– Anuidade grátis por um ano para os cartões Banestes Visa (tanto para upgrade quanto para novo cartão).

– Cartão Visa Platinum: melhor programa de pontos do mercado.

·        Seguros Banestes:

– 20% de desconto no seguro residencial durante um (01) ano.

– 10% de desconto na contratação do seguro auto.

·        Crédito Pessoal:

– Prazo de até 60 meses, com taxas a partir de 0,79% ao mês.

·        Financiamento de Veículos:

– Prazo de até 60 meses, com taxas a partir de 0,49% ao mês.

·        Crédito Consignado:

– Prazo de até 96 meses, com taxas a partir de 0,99% ao mês.

– Modalidade de Portabilidade de Crédito Consignado disponível. O cliente pode trazer o crédito contratado em outra instituição financeira e obter redução nas taxas de juros.

·        Rest-renda Banestes (Antecipação da Restituição do IR):

– Prazo de até 11 meses, com taxas a partir de 1,99% ao mês.

Os servidores públicos interessados em aproveitar as condições do pacote especial de ofertas devem entrar em contato com uma das agências do Banestes ou registrar uma solicitação pela opção “Fale com o Gerente”, disponível no Aplicativo Banestes. Como toda operação financeira, as contratações estarão sujeitas às análises de crédito e de cadastro.

Aqueles que ainda não são correntistas do banco poderão abrir a conta de forma rápida, prática e gratuita, 100% on-line, pelo Aplicativo Abre Conta Banestes – www.banestes.com.br/appabreconta.

Além disso, realizar a Portabilidade de Salário para a conta do Banestes também é rápido e seguro. Basta acessar o Aplicativo Banestes, clicar no ícone ‘Menu’ e, em seguida, ‘Serviços’ e selecionar a opção ‘Portabilidade de Salário’, e seguir os procedimentos.

Leia mais:  Vila Velha é a primeira Cidade Empreendedora do Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana