conecte-se conosco


Cidades

Mapa de risco da covid-19: seis municípios do ES passam para ‘Risco Alto’ a partir de segunda-feira

Publicado

O novo Mapa de Risco foi apresentado pelo governador Renato Casagrande

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, fez um novo pronunciamento, no início da noite desta sexta-feira (11), para falar a respeito da situação do novo coronavírus no estado e apresentar o Mapa de Risco para a covid-19, que, a partir de segunda-feira (14), passa a ter seis municípios em Risco Alto: Ecoporanga, Mantenópolis, Marilândia, Ibiraçu, Domingos Martins e Anchieta. Além dos seis municípios em risco alto, 48 estão no risco moderado e 24 estão no baixo. 

“Nós tínhamos, nesta semana, um município em risco vermelho (risco alto), que é o de Mantenópolis. A partir de segunda-feira, nós temos seis municípios em risco alto. Isso mostra como a doença está galopante no interior. Está também na Grande Vitória, mas mais no interior do estado. A hora que você caminha com município em risco alto, você reduz a liberdade. As medidas caminham na direção do aumento das restrições de atividades econômicas e sociais”, disse o governador. 

RISCO ALTO: Anchieta, Domingos Martins, Ecoporanga, Ibiraçu, Mantenópolis e Marilândia.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itarana, Iúna, Linhares, Mimoso do Sul, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Piúma, Rio Bananal, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Apiacá, Boa Esperança, Brejetuba, Conceição do Castelo, Fundão, Itapemirim, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Marataízes, Marechal Floriano, Montanha, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, Sooretama e Vila Pavão.

Reunião com Pazuello

Na transmissão, Casagrande também destacou a reunião que teve com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a respeito do plano nacional de imunização para a covid-19. Segundo ele, isso evitaria uma ‘disputa’ entre os Estados, assim como ocorreu com a aquisição de respiradores. 

“Essa semana nós começamos com uma reunião com o ministro da Saúde, o pedido que fizemos é que o governo federal e o Ministério da Saúde coordenem um programa nacional de imunização para que a gente evite que os Estados saiam disputando quem vai conseguir vacina, como aconteceu no caso dos respiradores. Pedimos ao ministro da Saúde, também, para que possa adquirir todas as vacinas aprovadas pela Anvisa, ou aprovadas de forma definitiva por alguma outra instituição que a Anvisa tem parceria e termo de cooperação.”

“Além disso, pedimos ao ministro da Saúde para que a gente seja rápido. O anúncio do ministério é que, no final de fevereiro, início de março, a gente começaria a fazer a aplicação do plano nacional de vacinação. O Reino Unido, Estados Unidos e outros países já começam a colocar em prática o plano de imunização, então nós  estaríamos atrasados e esse atraso leva a perder muitas vidas.”

Vacinas

“Tivemos contato com o governador de São Paulo, Instituto Butantan, pedimos ao governo e ao instituto que possa fornecer vacinas se não houver esse plano nacional de imunização, para que a gente aplique, especialmente, nos profissionais de saúde e segurança pública. O instituto está tratando com os estados de que a possibilidade, se não houver um plano, é uma disponibilidade de 4 milhões de vacinas para o Brasil todo, sendo prioridade vacinar os profissionais de saúde. Espero que isso não seja necessário, mesmo assim, solicitamos e compraremos essas vacinas, se for o caso”, enfatizou Casagrande.

Leia mais:  Procon-ES orienta sobre pagamento de contas durante a quarentena
publicidade

Cidades

Parceria entre PMVV e FINDES melhora ambiente de negócios em Vila Velha

Publicado

Com o interesse comum de promover o desenvolvimento econômico e apoiar o segmento empresarial, a Prefeitura de Vila Velha e a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) celebraram uma parceria de trabalho intitulada Acordo de Cooperação, onde juntas irão implementar ações para fortalecer o ambiente de negócios em Vila Velha.

A Findes tem muito a contribuir nas áreas de inovação, empreendedorismo, capacitação profissional, desburocratização, produtividade, educação tecnológica, atração de investimentos, estudos e pesquisas, que são muito relevantes para a competitividade das empresas. Por representar as demandas do segmento empresarial, irá promover um alinhamento importante no ambiente de negócios.

A expectativa é melhorar a competitividade das empresas, a capacitação dos trabalhadores, aumentar o número de empregos, atrair novas empresas ou manter as empresas operando no município. 

Para isso, estão previstas as seguintes entregas, que beneficiarão diretamente nossas empresas:

• Criação de um espaço em Vila Velha que acolherá atividades de inovação;

• Articulação das demandas para conectar com empresas altamente inovadoras, como as startups. Esta ação terá o apoio técnico do Findeslab, que auxiliará na modelagem e na gestão do ambiente;

• Atividades de educação tecnológica nas escolas públicas municipais, para formar uma nova geração de empreendedores, voltados para solução de problemas nesta nova era da economia digital. Através do SESI/SENAI, serão realizadas oficinas de maker, robótica, programação e empreendedorismo para inovação;

• Cursos de formação profissional de trabalhadores, de acordo com as demandas das indústrias, e interlocução com o segmento empresarial, para incentivar a contratação de mão-de-obra local. Esta ação terá a participação direta do SENAI;

• Atividades para auxiliar as empresas quanto à transformação digital e Indústria 4.0, com implantação de métodos e tecnologias que as tornem mais ágeis, modernas e produtivas. Com o apoio do IEL e do SENAI, cursos e capacitação serão oferecidos para as empresas do município; 

• Apoio na atração de empresas com a promoção do Município de Vila Velha, considerando sua vocação econômica e encaminhamento de empresas para se beneficiar do programa municipal de incentivos fiscais para realização de investimentos. 

A gestão municipal também irá se beneficiar desta parceria, por contar com informações socioeconômicas do município e também estudos e análises da economia de Vila Velha. O IDEIES ajudará no planejamento governamental e na avaliação de políticas públicas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Everaldo Colodetti, considera a parceria um grande avanço: “Mais um passo fundamental para que tenhamos um melhor ambiente de negócios em Vila Velha “, disse.

A Findes vem contribuindo com a gestão dos municípios, implantando metodologias contemporâneas para simplificação e desburocratização dos serviços.

Leia mais:  Procon-ES orienta sobre pagamento de contas durante a quarentena
Continue lendo

Cidades

Projeto da prefeitura de Barra de São Francisco garante alimentação para mais de 8 mil pessoas

Publicado

Em 12 dias servindo alimentação as famílias carentes de Barra de São Francisco, desde de seu início em 29 de março de 2021, até esta sexta-feira (09), 8.213 pessoas se alimentaram no Centro de Apoio Alimentar da prefeitura de Barra de São Francisco.

A iniciativa de oferecer alimentação as famílias carentes, é da prefeitura de Barra de São Francisco. O alimento (marmitex), é fornecido de segunda a domingo, inclusive feriados.

É obrigatório o uso de máscaras ao chegar no local para pegar o alimento. É feito higienização nas mãos das pessoas que chegam para pegar o marmitex.

Pessoas atendidas até o presente momento:

Segunda feira (29/03/2021) 440 pessoas

Terça Feira (30/03/2021) 612 pessoas

Quarta Feira (31/03/2021) 750 pessoas 

Quinta feira (1º/04/2021) 750 pessoas 

Sexta feira (02/04/2021) 610 pessoas 

Sábado (03/04/2021) 760 pessoas 

Domingo (04/04/2021) 720 pessoas 

Segunda Feira (05/05/2021) 728 pessoas 

Terça feira (06/04/2021) 700 pessoas 

Quarta feira (07/04/2021) 764 pessoas

Quinta feira (08/04/2021) 819 pessoas  

Sexta feira (09/04/2021) 560 pessoas 

Leia mais:  Procon-ES orienta sobre pagamento de contas durante a quarentena

Total: 8. 213

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana