conecte-se conosco


Camisa 10

Mike Tyson provoca Roy Jones Jr. antes de duelo: “É melhor estar pronto”

Publicado

A três dias da esperada luta entre os veteranos, Tyson esquentou ainda mais o clima ao provocar o forte adversário, que respondeu: “Só perdi (lutas anteriores) porque não estava interessado”

A contagem regressiva para a luta deixa ainda mais claro que o confronto não será apenas uma simples exibição. A lenda Mike Tyson provocou o também veterano Roy Jones Jr. em post em sua página no Twitter, três dias antes do esperado duelo entre os americanos.

– Os números não mentem. Os odiadores estão furiosos por não conseguirem números como estes. Sábado é o acerto de contas. É melhor você estar pronto – escreveu Tyson.

No post, Tyson cita uma matéria que aponta o recorde de vendas de pay-per-views antecipados da luta deste sábado. Mas, apesar de tirar vantagem em relação aos números, nenhum dado oficial foi apresentado de fato pela organização até aqui.

– Cara, isso é o que eu faço. Eu só perdi [lutas anteriores] porque não estava interessado. Esta aqui está na lista de desejos. Acho que não estou pronto, quando estou. Vejo você no sábado – respondeu.

Eles passaram os últimos meses exibindo vídeos dos treinamentos e trocando farpas, no entanto, a luta pode ser perigosa. Roy Jones completou 51 anos e Tyson, de 54, está parado há 15 anos.

Irineu Loturco, doutor em treinamento esportivo, afirma que um soco de um boxeador peso-pesado, por exemplo, pode atingir a cabeça do rival com um impacto equivalente a 450 quilos. Ciente dos riscos, Roy Jones Jr. já até considerou o risco de morrer durante a luta.

Fora dos ringues, Tyson coleciona polêmicas e já foi preso por estupro

O adolescente problemático se transformou em uma lenda do boxe. Com apenas 20 anos, Mike Tyson tornou-se o mais jovem campeão mundial dos pesos pesados e construiu um cartel impressionante ao longo da carreira. Foram 58 lutas, 50 vitórias e 44 delas por nocaute. Mas a trajetória do boxeador também foi marcada por muitas confusões, polêmicas e crimes. Em 1992, foi condenado a seis anos de prisão por abusar sexualmente da miss Desiree Washington. Cumpriu metade da pena e foi liberado em março de 1995 devido ao bom comportamento.

Leia mais:  Vídeo: Bolsonaro marca um gol em jogo beneficente na Vila Belmiro

Após ser solto, Tyson voltou a lutar e vencer. Pouco tempo depois, em 1997, protagonizou um dos episódios mais agressivos da história do boxe ao morder a orelha de Holyfield durante uma luta, sendo desclassificado e banido por um ano das competições. Fora dos ringues, seguiu tendo passagens pela polícia por acusações de agressões e porte de drogas. Um desses episódios foi no Brasil, em 2005, quando agrediu um cinegrafista e foi detido. Neste mesmo ano, depois de duas derrotas, se aposentou do boxe.

Agora, 15 anos depois, Tyson está prestes a retornar aos ringues, na luta contra Roy Jones Jr, neste sábado.

publicidade

Camisa 10

Fernanda Mazzelli conquista três medalhas em campeonato de jiu-jitsu em Salvador (BA)

Publicado

A lutadora de jiu-jitsu Fernanda Mazzelli conquistou três medalhas de ouro no Salvador Fall Open, disputa encerrada no último domingo (22), em Salvador, Bahia. Contemplada pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), a esportista viajou para disputar a competição com passagens pagas pelo Compete Esportivo, da Sesport.

Fernanda Mazzelli subiu no lugar mais alto do pódio como campeã na categoria adulto faixa preta pesado feminino e no pesado e absoluto do No Gi (sem quimono). A lutadora já vinha de um grande resultado no início do mês: a conquista do Campeonato Brasileiro, que aconteceu em Barueri, São Paulo. Foi o 13º título brasileiro da capixaba, sendo o sétimo com a faixa preta.

No início de junho, entre os dias 1º e 05, Fernanda Mazzelli vai estar nos Estados Unidos, em Long Beach, na Califórnia, para mais um desafio: o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu IBJJF, competição no qual a lutadora ostenta três títulos de campeã.

“Estou em busca desse quarto título na faixa preta. Tem sido muito difícil, pois o nível está cada vez mais alto e todo ano a dificuldade aumenta. Por tudo isso, não será fácil, mas vou dar o meu melhor para conquistar um lugar no pódio”, disse Fernanda Mazzelli.

Leia mais:  Capixaba é pré-convocado pela seleção italiana para mundial de canoa havaiana

Bolsa Atleta e Compete Esportivo

O edital atual do programa Bolsa Atleta está beneficiando 151 atletas e paratletas de alto rendimento, alcançando um recorde no número de bolsas concedidas. O auxílio financeiro mensal varia conforme a categoria do atleta no edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico). O investimento total da Sesport no programa é de R$ 2,3 milhões. 

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além da aquisição de material esportivo.

Já o Compete Esportivo é um programa que custeia viagens de avião para que atletas e paratletas disputem competições nacionais e internacionais. A previsão da Secretaria de Esportes e Lazer para o edital 2022 é de um investimento de cerca de R$ 1,5 milhão em passagens aéreas, destinadas a esportistas de alto rendimento.

Continue lendo

Camisa 10

Capixaba Breno Braga conquista três medalhas no mundial escolar Gymnasiade

Publicado

Contemplado pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), o capixaba Breno Braga, da natação paralímpica, conquistou três medalhas no mundial escolar Gymnasiade, que aconteceu na Normandia, na França, e foi encerrado no último domingo (22). O nadador de 17 anos, que estuda no Maxime Centro Educacional, de Guarapari, faturou duas pratas, nos 50 livre e nos 50 borboleta, e um bronze, nos 200 medley.

O Gymnasiade reuniu cerca de 3 mil estudantes de 16 a 18 anos de 69 países. O Brasil foi o segundo colocado no quadro de medalhas, com 126 pódios (45 ouros, 45 pratas e 36 bronzes), ficando apenas atrás dos anfitriões franceses, que conquistaram 130 medalhas, sendo 51 de ouro.  

Além de Breno Braga, a delegação brasileira contou com mais quatro capixabas: Juliana de Oliveira (wrestling/EEEFM Ary Parreiras), Laís Gasparini (natação/UP), Roger Ramalhete (wrestling/EEEFM Zenóbia Leão) e Thaís Lourencini (ginástica rítmica/Colégio Americano). Destes, Laís Gasparini, Roger Ramalhete e Thais Lourencini também são contemplados pelo programa Bolsa Atleta.

Leia mais:  Carlos Carvalhal ganha força como candidato a técnico do Flamengo, diz jornal português

“Foi minha primeira vez em um mundial, sonho de todo atleta. Estou muito feliz por ter tido essa oportunidade, mais feliz ainda por conquistar três medalhas para o meu País. Tive a oportunidade de conhecer atletas de outros lugares, conhecer um pouco de suas culturas, tudo isso foi incrível. Agora, espero poder representar o Brasil novamente em outros mundiais. Por tudo isso, agradeço a Sesport pelo incentivo da Bolsa Atleta, pois com ele consigo manter meu ritmo nos treinos e isso é fundamental para minha evolução no esporte”, destacou Breno Braga.

Bolsa Atleta 

O edital atual do programa Bolsa Atleta está beneficiando 151 atletas e paratletas de alto rendimento, 30 a mais do que no ano anterior, alcançando um recorde no número de bolsas concedidas. O auxílio financeiro mensal varia conforme a categoria do atleta no edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico). O investimento total da Sesport no programa é de R$ 2,3 milhões.

Leia mais:  Gabigol prevê outro título com o Flamengo na Libertadores: "Nos resta ir lá de novo e ganhar. E vamos"

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além da aquisição de material esportivo.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana