conecte-se conosco


Brasil

Milton Ribeiro aceita convite para assumir Ministério da Educação

Publicado

Advogado é doutor em educação da USP, mestre em direito constitucional pelo Mackenzie e especialista em Administração Acadêmica pelo CRUB

O advogado e membro da Comissão de Ética Pública da Presidência Milton Ribeiro aceitou o convite para assumir o Ministério da Educação nesta sexta-feira (10). 

Ribeiro e Bolsonaro tiveram duas reuniões nos últimos dias. Na terça-feira (7), eles conversaram por videoconferência. Bolsonaro está no Palácio da Alvorada, em repouso, após diagnóstico positivo para covid-19. 

Às 17h28, Bolsonaro confirmou a indicação de Milton Ribeiro pelas redes sociais. “Indiquei o professor Milton Ribeiro para ser o titular do Ministério da Educação. Doutor em Educação pela USP, mestre em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e graduado em Direito e Teologia. Desde maio de 2019, é membro da Comissão de Ética da Presidência da República”, publicou o presidente. Uma edição extra do Diário Oficial da União oficializou a nomeação.

Segundo o currículo disponível no site da Comissão, Ribeiro é doutor em educação da USP (Universidade de São Paulo), mestre em direito constitucional pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e especialista em Administração Acadêmica pelo CRUB (Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras) com estágio em Joplin, Universidade do Estado de Kansas. 

Ribeiro é pastor e atua no Conselho Deliberativo no Instituto Presbiteriano Mackenzie. É ex-reitor em exercício e ex-vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.  

Trocas no MEC

Desde a saída de Abraham Weintraub da pasta, em 18 de junho, alguns nomes foram cotados para assumir o MEC.

O primeiro nome foi Carlos Decotelli, que chegou a ser nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas não tomou posse, por inconsistências no currículo.

Depois de Decotelli, Bolsonaro convidou o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, para assumir o cargo, mas Feder recusou o convite no domingo (5).

Feder agradeceu a Bolsonaro pelo convite, mas afirmou que não assumirá o cargo por decisão própria e que manterá o trabalho desenvolvido no Paraná.

Leia mais:  Maior evento de educação do País, Preparadão apresenta line up com aula exclusiva de Gil do Vigor
publicidade

Brasil

Ministro do TCU sofre tentativa de assalto e é salvo por cachorra

Publicado

Dorinha, uma cadela da raça spitz-alemão, fez o alerta sobre a movimentação estranha na residência do ministro

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler foi salvo da ação de criminosos por uma cadela, neste sábado (4). A tentativa de assalto aconteceu na casa onde o ministro mora com a família, no Lago Sul, área nobre do Distrito Federal.

Zymler contou que os criminosos entraram armados na residência da família por volta das 15h do sábado. Ele estava trabalhando no computador, no térreo da casa, no momento da abordagem. Os criminosos colocaram uma arma na cabeça do ministro e o renderam, juntamente com a esposa e a filha. Eles pretendiam trancar a família em um cômodo para roubar objetos.

Dorinha salvou a família do ministro Benjamin Zymler de uma tentativa de assalto

Enquanto subiam as escadas, a cachorra da família, Dorinha, da raça spitz-alemão, colocou-se na frente dos criminosos. “Ela tem um lado territorial muito forte, ela late e protege muito. Quando eles nos conduziram, ela latiu muito. Eles falaram ‘sujou’, perceberam que os seguranças estavam por perto e desistiram da ação”, afirmou o ministro.

Os dois criminosos fugiram sem levar nada. Na casa do ministro, ficaram o medo e a sensação de gratidão a Dorinha, uma cadelinha preta de 3 anos. “Ela já era muito querida, agora ficou muito mais. Virou nossa heroína e ganhou até direito a ração especial”, disse o ministro.

A Polícia Militar do Distrito Federal confirmou ter atendido a uma ocorrência na região às 15h30 do sábado. A perícia da Polícia Civil foi acionada para investigar o caso. Até a última atualização desta reportagem, ninguém foi identificado.

“Graças a Deus, não teve consequências materiais maiores, ninguém nos agrediu, mas nos deixou com medo, nunca tinha sofrido violência armada”, finalizou o ministro, que mora em Brasília desde 1985.

Leia mais:  Ministério da Saúde já descartou 21 casos suspeitos de coronavírus
Continue lendo

Brasil

Feriados de 2022: veja o calendário e programe-se!

Publicado

O primeiro feriadão é o Carnaval, que neste ano começa na terça-feira, 1º de março

O ano ainda nem acabou, mas muita gente já está de olho nos feriadões de 2022. Desta vez, o ano já começa sem ‘folga’ para os trabalhadores, já que o Ano Novo, celebrado no dia 1º de janeiro, será em pleno sábado. 

Assim como a virada de ano, outros feriados nacionais vão cair no sábado ou domingo. Mas também tem os feriadões, que podem render folgas de até cinco dias. 

O primeiro deles é o Carnaval, que neste ano é comemorado na terça-feira, 1º de março. Geralmente os trabalhadores são dispensados na sexta-feira e só voltam na quarta-feira, após o meio-dia. 

Passando os dias de folia, chega a Páscoa, que começa na sexta-feira, 15 de abril. Em seguida, tem o feriado de Tiradentes, que será em uma quinta-feira, 21 de abril. Em junho, no dia 16, tem o feriado de Corpus Christi, que também cai em uma quinta-feira. 

Veja o calendário de feriados nacionais em 2022

1º/01/2022 -Confraternização Universal | sábado
1º/03/2022- Carnaval | terça-feira
15/04/2022- Paixão de Cristo | sexta-feira
21/04/2022- Tiradentes | quinta-feira
1º/05/2022- Dia do Trabalho domingo
16/06/2022- Corpus Christi quinta-feira
07/09/2022- Independência do Brasil | quarta-feira
12/10/2022- Nossa Senhora da Aparecida quarta-feira
02/11/2022- Finados quarta-feira
15/11/2022- Proclamação da República terça-feira
25/12/2022- Natal | domingo

Leia mais:  MPF investiga responsabilidade de queda de falésia de praia no RN
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana