conecte-se conosco


Política e Governo

Ministério da Economia autoriza Bandes a captar US$ 30 milhões de dólares junto ao BID

Publicado

A captação de recursos atenderá empresas que foram impactadas economicamente pelo Covid-19.

A Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério da Economia, aprovou a Carta Consulta do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) para a captação de recursos externos financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Com a autorização, o Bandes dará andamento ao processo de captação de recursos no valor de US$ 30 milhões, junto ao banco multilateral, com o objetivo de financiar micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) com linhas de crédito emergencial no Estado. A expectativa, após a conclusão de todas as etapas, é que os recursos estejam disponíveis em agosto deste ano.

O diretor-presidente do Bandes, Maurício Cézar Duque, enfatiza o esforço do banco de desenvolvimento capixaba em buscar novas fontes de recursos e atuar como um dos principais agentes de fomento da economia capixaba.

“Esta captação de recursos no BID é um marco importante na história do banco: é a primeira com uma instituição financeira internacional. O Bandes está buscando alternativas de recursos para reforçar a sua capacidade de dar suporte financeiro às empresas neste momento de retração econômica. E para reforçar o papel de instituição compromissada com o desenvolvimento socioeconômico, assumimos um compromisso de investir, no mínimo, 20% das operações para empresas lideradas por mulheres”, destaca Duque.

O diretor-presidente do Bandes adianta que as linhas de financiamento ainda estão em fase de elaboração, mas algumas questões já estão definidas, além do direcionamento de 20% das operações para empresas comandadas por mulheres: as propostas serão para apoios de R$ 1 milhão, com prazo de 96 meses e, prioritariamente para capital de giro. “Caso seja necessário, financiaremos investimentos nas empresas, mas a prioridade é para capital de giro”, salienta.

Tradicionalmente, o Bandes disponibiliza recursos financeiros por meio de suas linhas de crédito para que as empresas ganhem “fôlego” para enfrentar adversidades econômicas, ambientais e sociais. E, neste momento, em que muitos empreendimentos foram impactados economicamente pelo novo Coronavírus (Covid-19), o banco trabalha para ampliar a fonte de recursos disponíveis aos empresários. A meta é que o banco atenda a cerca de 300 empresas e ajude a preservar, aproximadamente, 15 mil empregos na economia capixaba com os recursos do BID.

Etapas da captação dos recursos

A aprovação na Cofiex, órgão integrante da estrutura do Ministério da Economia, teve resolução publicada na quarta-feira (01), no Diário Oficial da União. Esta é a primeira etapa para a obtenção dos financiamentos externos.

A etapa seguinte é a autorização da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), em conjunto com o Bandes e o Governo do Estado, sobre as formas de garantia a serem apresentadas ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Há ainda a etapa de entrega de documentação à Secretaria de Tesouro Nacional (STN) para avaliação de concessão da garantia soberana da União.

Leia mais:  Número de novas empresas volta a crescer no Espírito Santo
publicidade

Política e Governo

Arnaldinho diz que não irá adotar passaporte sanitário para servidores

Publicado

O prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo (Podemos), descartou cobrar o chamado “passaporte sanitário” dos servidores municipais. Desde a semana passada, passou a valer no Estado uma portaria do governo que proíbe os servidores estaduais não vacinados de acessarem os órgãos públicos, o que significa que os não vacinados não poderão trabalhar e, consequentemente, terão falta, o dia descontado e responderão a processos.

O governador explicou que cerca de 3% dos servidores não tinham se vacinado e que cabe ao funcionário público dar o exemplo. “Não existe esse negócio de ter direito de não se vacinar. Se você morasse sozinho no mundo, tudo bem. Mas não mora”, disse Casagrande, durante a entrevista.

Embora seja aliado do governador, Arnaldinho disse que, ao menos por enquanto, não pretende adotar a mesma medida. “Não vamos forçar ninguém a se vacinar. A não ser que tenhamos, de fato, cientificamente uma comprovação que nos leve a tomar essa atitude. Se for necessário, podemos repensar e dialogar”, disse o prefeito.

Arnaldinho contou que em Vila Velha a estratégia usada é a de “convencimento” para incentivar a vacinação, inclusive de servidores. “Temos um papel de convencimento. Por várias vezes eu fui à minha rede social incentivando as pessoas a se vacinarem. E temos feito isso com os servidores”.

Uma das ferramentas usadas nesse convencimento é o “carro da pamonha”, ou melhor, o “carro da vacina passando na sua rua” convidando os moradores da comunidade a completar a imunização. De acordo com o Painel Covid (coronavirus.es.gov.br) mantido pelo governo do Estado, o percentual de adesão à 2ª dose do município não chega a 60%.

Quando questionado se era a favor da cobrança do passaporte sanitário ou comprovante de imunização para acessar comércios, viagens e eventos, o prefeito fez ressalvas. “Acho que em algumas situações deve pedir sim, principalmente em locais onde pode ter aglomeração. Mas tem certos locais que pode relevar”, amenizou Arnaldinho.

E ao que parece, um dos eventos que pode ser “relevado” será o Réveillon. Se depender do prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo (Podemos), o município canela-verde vai ter na virada do ano 10 balsas e três pontos fixos na orla que produzirão 15 minutos de show pirotécnico para moradores e turistas. “E sem barulho”, enfatiza Arnaldinho, para não incomodar os idosos, autistas e pets.

Arnaldinho diz que está na dependência, porém, da matriz de risco e de como estará a situação na Grande Vitória no dia 24, véspera de Natal. Vitória cancelou a festa de final de ano, com isso a tendência é que Vila Velha receba um público bem maior na virada.

Leia mais:  Governo do Estado investe mais de R$ 10 milhões em obras de infraestrutura e reforma de escolas em Vila Velha
Continue lendo

Política e Governo

Governador Renato Casagrande é homenageado em premiação em São Paulo

Publicado

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, foi homenageado com o prêmio Personalidades do Ano 2021, oferecido pela Global Council of Sustainability and Marketing e do Fórum das Américas. A solenidade de premiação aconteceu na tarde desta quarta-feira (08), em São Paulo (SP). Casagrande foi lembrado pela atuação na área ambiental, presidindo o Consórcio Brasil Verde e representando os governadores brasileiros na 26° Conferência das Nações Unidas para a Mudança Climática (COP-26), ocorrida no mês de novembro na Escócia.

“Esse é um tema obrigatório em todo o mundo e que, no passado, era tratado de uma forma que impedia o desenvolvimento. Ficou claro nos últimos anos que o tema ambiental precisa ser executado e implementado para que possamos salvar o nosso planeta, além disso traz oportunidades econômicas no mercado de carbono. Durante a COP-26, pudemos constatar boas oportunidades de acordos com outras nações. Em um país rico em biodiversidade como o Brasil, o tema das mudanças climáticas se torna uma grande oportunidade”, ponderou o governador capixaba.

Casagrande destacou a oportunidade dos estados, por meio do Consórcio Brasil Verde, ajudarem o Brasil a atingir as metas de redução das emissões de carbono. “Não adianta os Estados ficarem apenas cobrando o governo federal. É preciso que os entes subnacionais possam ter suas metas e seus planos de neutralidade de carbono, assim como seus programas de mudanças climáticas. Por isso, o Consórcio terá esse papel”, declarou.

O prêmio Personalidades do Ano tem como objetivos o reconhecimento e a disseminação de gestões transformadoras que colaboraram na vida e no desenvolvimento dos brasileiros e do País. Na solenidade de premiação, o governador foi acompanhado pelo secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fabricio Machado, que também fez parte da comitiva capixaba na COP-26.

Confira os indicados da premiação:

Personalidade do ano:

  • Engenheiro Wilson Ferreira Jr. – Presidente da Vibra

 Homenagens especiais:

  • André Pepitone – Diretor-Geral da ANEEL – Energia
  • Augusto Aras – Procurador-Geral da República – PGR/MPF
  • Daniel Maranhão – CEO da Grant Thornton Brasil – Compliance e Governança Corporativa
  • Fernando Capez – Presidente do Procon-SP – Defesa do consumidor e Consciência ambiental
  • José Luiz Gandini – Presidente da KIA Brasil – The Global Vision Personality
  • José Roberto H. Maluf – Presidente da TV Cultura – Rádio e Televisão
  • José Roberto Tadros – Presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Presidente do Conselho Deliberativo Nacional (CDN) do Sebrae – Serviços e Empreendedorismo
  • Luiz Carlos Trabuco Cappi – Presidente do Conselho de Administração do Bradesco – Tecnologia e Inovação nos serviços financeiros
  • Marcos Penido – Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo – Meio Ambiente e Despoluição do Rio Pinheiros
  • Renato Casagrande – Governador do Estado do Espírito Santo e Presidente do Consórcio de Governadores de Estado Brasil Verde – Clima
  • Ricardo Sayeg – Presidente do Instituto Capital Humanista (ICapH) – Capitalismo Humanista

Leia mais:  Número de novas empresas volta a crescer no Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana