conecte-se conosco


Política e Governo

Ministro Rogério Marinho anuncia R$ 2,5 milhões ao Espírito Santo e orienta prefeitos na elaboração do pedido de auxílio

Publicado

Recursos fazem parte das primeiras liberações para municípios que tiveram seus planos de trabalho aprovados

Quatro cidades do Espírito Santo, além do governo estadual, receberão R$ 2,5 milhões para serem investidos em ações de resposta aos temporais que atingiram a região em janeiro. O anúncio do primeiro pacote de liberações foi feito pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, durante encontro com a vice-governadora Jacqueline Moraes e prefeitos neste sábado (29), em Vitória (ES). O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, também participou da reunião.

Dos 22 municípios que obtiveram o reconhecimento de situação de emergência ou de estado de calamidade pública, 15 já solicitaram recursos federais. Além dos atendidos, outros 11 estão com seus planos de trabalho em processo de análise pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Os recursos poderão ser utilizados em ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais à população.

“Tivemos a oportunidade de identificar as dificuldades que os municípios estão enfrentando no preenchimento dos formulários dos planos de trabalho, que devem seguir as exigências da legislação. Ao fim da reunião, decidimos que o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, permanecerá no estado a partir de amanhã e na próxima semana, acompanhado de técnicos da Pasta, para apoiar presencialmente as prefeituras neste preenchimento”, destacou o ministro Rogério Marinho.

As cidades beneficiadas neste primeiro repasse são Alfredo Chaves (R$ 254,6 mil), Bom Jesus do Norte (R$ 159,7 mil), Ibitirama (R$ 71,9 mil) e Muniz Freire (R$ 239,5 mil). O governo do Espírito Santo receberá R$ 1,8 milhão.

O prefeito de Cachoeiro do Itapemirim (ES), Victor da Silva Coelho, destacou a importância dos recursos da União para permitir que os municípios tenham condições de dar respostas adequadas aos desastres. “Aqui no município nós já fizemos uma série de ações. Recolhemos mais de 14 mil toneladas de entulho, estamos recuperando três pontes e realizamos uma força-tarefa de vistorias com a Defesa Civil em mais de 2 mil imóveis. Arrecadamos 22 toneladas de alimentos em uma campanha para as famílias afetadas e organizamos um mutirão da cidadania para a emissão de documentos para quem perdeu na enchente. Essas foram algumas das ações que fizemos, mas sabemos que o Governo Federal pode nos ajudar muito com esses recursos”, disse Coelho.

Desde as primeiras ocorrências das fortes chuvas no Espírito Santo, em 17 de janeiro, técnicos da Defesa Civil Nacional vêm atuando no auxílio às ações de resposta. Além disso, a Sedec enviou profissionais ao estado para apoiarem os gestores públicos no preenchimento dos planos de trabalho. O encaminhamento das solicitações é feito pelo Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2id).

Reconhecimentos sumários

No Espírito Santo, 22 municípios tiveram o estado de calamidade pública ou de situação de emergência reconhecido de forma sumária pelo Ministério do Desenvolvimento Regional. O reconhecimento por procedimento sumário é acionado quando o desastre, público e notório, é considerado de grande intensidade – ele é válido mesmo que as cidades ou o estado não tenham publicado seus próprios decretos, como é estipulado pela Instrução Normativa n° 2/2016.

Leia mais:  Seleção do Nossa Bolsa 2021 vai usar notas do Enem de 2015 a 2019
publicidade

Política e Governo

Governador anuncia expansão das obras de pavimentação da ES-388 em Vila Velha

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, neste sábado (31), a publicação do edital do segundo trecho das obras de pavimentação da Rodovia ES-388, em Vila Velha. Será contemplado o trecho que vai do entroncamento da ES-060 na Barra do Jucu até o bairro Santa Paula II, com extensão total de 5,2 quilômetros. Casagrande também visitou as obras de pavimentação já em andamento na rodovia no trecho entre Xuri, em Vila Velha, e a BR-101 em Amarelos, em Guarapari.


A obra está sendo executada pelo Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES). Estão sendo implantadas pista dupla e simples no trecho de 17,5 quilômetros da via que liga duas importantes zonas rurais da Grande Vitória, com destaque também para o turismo.


“Com a ES-388, uma nova Vila Velha vai surgir para essa região. A rodovia será importante ainda para os municípios de Viana e Guarapari, sendo uma ligação da Rodovia do Sol até a BR-101, onde teremos uma ferrovia que vai até o sul do Estado. Quando melhoramos a infraestrutura de uma cidade e do Estado, melhoramos a qualidade de vida da população, gerando emprego e renda para as famílias. Com essas ações reduzimos a desigualdade que hoje assola o nosso País. Daqui a alguns meses voltaremos para conferir de perto a mudança na realidade dos moradores”, afirmou o governador Casagrande.

O diretor-presidente do DER-ES, Luiz César Maretto Coura, explicou que as obras da ES-388 estão sendo realizadas em duas partes. “O trecho rural já está bem encaminhado e, agora, publicaremos o edital para a pavimentação do trecho urbano que vai garantir à população trafegar por uma via mais segura e confortável”, comentou.

O prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, falou sobre a importância das obras para o município. “A Região 5 é a menina dos olhos da nossa administração e o governador está trazendo muito desenvolvimento para esse local. Com a ES-388 teremos mais empregos e consequentemente, mais renda. Vamos capacitar as pessoas dessa região para que as empresas que vierem a se instalar aqui possam contratar os moradores locais”, anunciou.

A vice-governadora Jacqueline Moraes lembrou a parceria do Governo do Estado com os municípios. “Vou repetir uma frase da Bíblia: ‘Quem semeia justiça, colhe o fruto do amor’. É isso que estamos fazendo, olhando com amor e com carinho porque o nosso governador Renato Casagrande decidiu semear a justiça em sua caminhada por todo o Espírito Santo. Assim vamos colhendo resultados positivos. E que Deus continue abençoando as nossas vidas”, frisou.

Também participaram da solenidade, os deputados estaduais Rafael Favatto e Dr. Hércules; o diretor presidente da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), Carlos Aurélio Linhalis, o Cael; além de vereadores e lideranças da região.

Leia mais:  Seag entrega quatro veículos para Mantenópolis
Continue lendo

Política e Governo

Prefeito de Barra de São Francisco vai coordenar movimento de apoio à reeleição de governador

Publicado

Dando prosseguimento à intenção manifestada no dia seguinte à sua eleição em novembro passado, o prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) anunciou na noite desta quinta-feira (29) que vai coordenar um movimento político na região Norte do Estado em apoio à reeleição do governador Renato Casagrande (PSB) em 2022.

O atual chefe do Executivo de Barra de São Francisco apoio à candidatura do socialista em 2014, quando não se reelegeu, e em 2018 e chegou a ser líder do governo na Assembleia Legislativa, como deputado estadual, em 2019. “Esse movimento é de grupo e não um movimento pessoal.

O governador tem apoiado muito a nossa região e vamos trabalhar juntos para que isso se amplie ainda mais. Vamos começar reunindo vereadores e lideranças da região Noroeste, em Barra de São Francisco, para lançarmos um manifesto conjunto de apoio, mas também para discutir participação no Governo e garantir aporte de recursos públicos na nossa região”, disse Enivaldo.

Em 2014, o governador Renato Casagrande, como candidato, venceu a disputa em apenas sete municípios: na Grande Vitória, em Castelo, onde nasceu, e na região Noroeste, em Alto Rio Novo, Barra de São Francisco e Ecoporanga, graças à liderança de Enivaldo.

Já em 2018, com Enivaldo deputado e candidato à reeleição, Renato Casagrande teve uma grande vantagem de votos na região Noroeste, consolidando a influência do atual prefeito de Barra de São Francisco, cidade onde o socialista teve 72% dos votos.

Para Enivaldo, “o governador Renato Casagrande, além de prestigiar o interior do Estado, demonstra competência na condução do Estado não apenas do ponto de vista financeiro, com equilíbrio fiscal e administrativo, sem deixar de investir em obras. E durante a pandemia demonstrou sua liderança, conduzindo a política no Estado com equilíbrio e bom senso, mantendo o controle da situação e ainda criando reserva para apoiar a retomada econômica”. E concluiu: “Hoje, o Espírito Santo tem um fundo de R$ 250 milhões para emprestar a custo baixíssimo para os pequenos empreendedores, enquanto São Paulo, com aquele tamanho todo, só disponibilizou R$ 100 milhões. Isso é resultado de capacidade de gestão e condução política”.

Leia mais:  Capixabas já registraram 700 destaques e 450 propostas para Orçamento 2022
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana