conecte-se conosco


Entretenimento

Morre no Rio a cantora Claudia Telles

Publicado

Claudia Telles era uma das vozes mais bonitas da música popular brasileira

Morreu na noite desta sexta-feira no Rio de Janeiro a cantora Claudia Telles, de 62 anos. Ela passava por sérios problemas de saúde desde meados do mês passado e estava internada no Hospital Ronaldo Gazola. Ela, ainda internada, parecia estar se recuperando quando sofreu um enfarte e parada cardíaca, voltando para o CTI e veio a óbito por volta das 23 horas.

Resultado de imagem para cantora Claudia Telles

Claudia Telles era filha da cantora Silvinha Telles, falecida em um acidente automobilístico aos 32 anos, em Niterói. Da mãe, Claudia herdou a bela voz e a paixão pela música.

O jornalista Paulo Borges ano passado esteve em um longo bate papo na casa de uma amiga em comum, no Rio, quando conversaram sobre vários assuntos, entre eles o mercado artístico brasileiro e a falta de memória nacional e valorização dos seus grandes intérpretes. Na oportunidade ela falou que, apesar de tudo era requisitada para agendas musicais e apresentação em programas de TV como o do Ratinho, no SBT. “Não foi uma entrevista, foi um papo de amigos que só me enriqueceu no conhecimento de um tempo em que a música era feita com mais zelo e talento”, disse o jornalista, lembrando dessa conversa que teve com Claudia e muito sentido ao saber do falecimento dessa grande e talentosa artista.

Quem foi essa talentosa artista do Brasil

Claudia iniciou sua carreira fazendo coro para artistas famosos em suas gravações, entre eles Fevers, Roberto Carlos, José Augusto, Gilberto Gil, Jerry Adriani, Jorge Ben, Belchior, Simone, Rita Lee, Fafá de Belém, entre vários outros. Sua chance de “brilhar” veio, entretanto, quando uma amiga do Trio Esperança, Regina, precisou se afastar do grupo por causa da gravidez, Claudia a substituiu em gravações e shows, ganhando experiência de público. Daí para frente ela se dedicaria completamente à arte musical. Além das gravações em estúdio, Claudia foi crooner do conjunto de Chiquinho do acordeon, um dos mais conceituados da época, durante um ano. Saiu quando Walter D’Ávila Filho, ao escutar uma música nova de seu parceiro e também produtor na época da CBS (hoje Sony Music) Mauro Motta, se lembrou dela e de sua voz – um pouco parecida com a da mãe, mas com um timbre metálico, diferente das vozes que havia no mercado e deu-lhe, a título de experiência a “tal” música para gravar. O sucesso foi estrondoso. A música logo passou aos primeiros lugares das paradas. Todos queriam saber de quem era aquela voz suave e vieram os diversos convites para programas de televisão. O público jovem se identificou imediatamente com aquela menina de cabelos escorridos, tímida, que lhes derramava versos de amor. “Fim de Tarde” foi um dos grandes sucessos daquele ano de 1976 e agora menina-mulher, amadurecida pelo tempo e pelas circunstâncias, conhecia a fama. Foram vendidas mais de 500 mil cópias do compacto simples, o que lhe valeu o primeiro disco de ouro da carreira, oportunidades para excursionar e também para gravar a música em inglês e espanhol. Aos 19 anos, Claudia se projetava nos mesmos caminhos antes trilhados com incomparável êxito pela mãe. Passou então a ser requisitada para shows, cantando do samba ao bolero. Mas sua paixão era a Bossa Nova, chegando a ser considerada a mais perfeita intérprete de “Dindi”, uma das muitas músicas que havia feito de sua mãe uma celebridade e unanimidade nacional, ultrapassando as fronteiras do Brasil. No seu primeiro LP, em 1977, Claudia regrava “Dindi”, de Tom Jobim e Aloysio de Oliveira, grande sucesso na voz de sua mãe, e faz mais dois grandes sucessos, “Eu preciso te esquecer” e “Aprenda a amar”. A primeira foi tema principal da novela “Locomotivas” da Rede Globo, dos mesmos compositores de “Fim de tarde”, que também vem fechando esse LP, e a segunda de autoria de Claudia com Walter D’ávila Filho. Nesse disco, Claudia faz uma homenagem aos “Beatles”, regravando “And I love her” e se lança como compositora, com três canções suas. O LP seguinte, em 1978, também foi produzido por Lincoln Olivetti, e teve como música de trabalho “Miragem” de Mariozinho

Rocha, Renato Correa e Paulo Sérgio Valle, essa música seria defendida num festival por Claudia, mas acabou não acontecendo, e virou carro chefe desse lp, todas as músicas inéditas, parcerias de Claudia com Peninha, com o próprio Lincoln e Ronaldo Bastos. Um lp com músicas dançantes, o verdadeiro “Funk” dos anos 70 e músicas souls românticos de compositores brasileiros. Mas Claudia mais uma vez homenageia sua mãe, regravando “Primavera” de Carlos Lira e Vinícius de Morais.

Ficou a lembrança e o legado dessa grande artista brasileira.

Leia mais:  Marcos Pitombo irá à Justiça após boato de caso com ex de Pugliesi
publicidade

Entretenimento

Record TV anuncia retirada de Nego do Borel de A Fazenda 13 por suspeita de estupro

Publicado

O cantor foi chamado pela produção do programa na tarde deste sábado para receber o comunicado de sua eliminação

A Record bateu o martelo e definiu a situação de Nego do Borel em A Fazenda 13: ele foi expulso do reality show neste sábado (25/9).

A coluna LeoDias recebeu a informação de que a decisão pela saída do funkeiro foi unânime na alta cúpula da emissora, mas a pressão do público e principalmente dos patrocinadores também foram fundamentais para a saída de Nego do jogo.

Uma hora após a coluna LeoDias publicar com exclusividade a informação da expulsão do funkeiro, sua equipe emitiu um comunicado confirmando sua saída do reality show:

“A assessoria imprensa de Nego do Borel informa oficialmente a saída do cantor do reality A Fazenda. A equipe jurídica do artista se encontra neste momento em contato com a equipe jurídica da emissora para apurar todas as informações e se pronunciará hoje ainda, quando tiver maiores detalhes. Deixamos claro que somos a favor de que a justiça seja feita e por pedimos para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet”, diz a nota.

Entenda o caso

No quarto da sede de A Fazenda 13, durante a madrugada deste sábado (25/9), Dayane Mello, visivelmente bêbada, foi se deitar e Nego do Borel estava na cama. O cantor Mc Gui questionou se a modelo queria mesmo ficar ali e, em seguida, Tati Quebra Barraco e Solange Gomes falaram para o peão não tentar nada, pois a modelo estava sob efeito de álcool.

Os peões ainda orientaram Nego do Borel a deixar a cama. Mc Gui falou que ele deveria sair, pois, com a moça bêbada, ele seria acusado. O cantor, no entanto, permaneceu no local.

Erasmo Viana disse que não via problema, afinal, os dois estavam “solteiros” e acusou os colegas de “colocarem fogo na situação”.

Polícia na Record

A equipe jurídica de Dayane Mello foi até a sede de A Fazenda 13, em Itapecerica da Serra (SP), acompanhada de um grupo de policiais para entrar no local e buscar provas de que a modelo de fato sofreu uma violação física enquanto estava bêbada.

Até o momento, a Record disse que está investigando o caso e anunciará o desfecho de sua decisão na noite deste sábado, ao vivo, no reality show.

Leia mais:  William Bonner sofre campanha de intimidação
Continue lendo

Entretenimento

Simone fala sobre divórcio de Simaria e relembra período em que a irmã ficou doente

Publicado

Outro assunto abordado pela cantora foi a infância difícil das duas irmãs

Simone certamente emocionou seus fãs ao participar do É De Casa na manhã deste sábado, dia 25. A cantora, dupla de Simaria, marcou presença no quadro Promessas e falou sobre o período difícil que passou quando a irmã ficou doente, em 2018, além de comentar sobre o divórcio de Simaria e sobre a infância difícil das duas.

Em abril de 2018, Simaria recebeu o diagnóstico de tuberculose ganglionar. Isso, somado a uma inflamação no estômago, acabou fazendo com que ela se afastasse dos palcos no segundo semestre do mesmo ano, de modo que Simone seguiu com a agenda de apresentações sozinhas – período que descreve como um dos mais difíceis de sua carreira:

– Achei que meu psicológico ia faltar, minha cabeça ia parar. Eu continuei a fazer o meu trabalho sem ela, mas todas as vezes que eu olhava e não via ela, destruía meu coração. Eu perguntava para Deus: Quando ela volta para mim, para perto de mim?

Diante disso, a cantora decidiu dar uma pausa no cronograma, o que relatou ter sido melhor para sua saúde mental. Assim, ela aguardou pela recuperação da irmã em cara, orando por sua saúde.

– Depois de seis, oito meses, Deus trouxe ela de volta pra perto de mim e o maior presente é cantar com a minha irmã. Eu creio que vim nessa terra com a missão de cuidar dela, amar, proteger. Ela é muito importante na minha vida.

Simone também comentou sobre o recente anúncio de que Simaria e Vicente Escrig haviam decidido se divorciar. De acordo com ela, a irmã está lidando bem com a situação – que acabou aproximando ainda mais as duas e também seus filhos:

– Graças a Deus ela está muito feliz e nós estamos cada vez mais unidos. Nossos filhos se amam muito, a gente se ama muito. E ela está muito feliz.

Outro assunto abordado pela cantora foi a infância difícil das duas irmãs. Ela relembra a dificuldade da família em conseguir dinheiro para se manter, situação que só piorou com a morte do pai:

– Foi uma fase muito dolorosa da nossa vida. Eu perdi meu pai, meu pai foi enterrado como indigente porque a gente não tinha dinheiro para fazer o velório. Os amigos que compraram o caixão do meu pai. Ele faleceu de um infarto e foi muito sofrido aquele tempo ali. Era como se tudo ficasse cinza e eu, muito pequenininha, perguntava para Deus por que eu estava passando por aquilo, como ia ser, o que eu ia comer no dia seguinte.A gente morava em barraco de tábua.E Deus, no tempo dele, mudou a minha história, ele me prometeu, disse pra mim um belo dia que tudo ia mudar e que eu confiasse.

Simaria mostra megahair

E, por falar em Simaria, na última sexta-feira, dia 24, ela encantou os seguidores ao publicar um vídeo em seu Instagram mostrando seu cabelo antes e depois de aplicar o megahair! Na legenda, ela escreveu:

Sextou com aquela transformação poderosa!

Anteriormente, a cantora já havia publicado um registro que mostrava o passo a passo para a aplicação e a remoção das extensões capilares.

Leia mais:  Marcos Pitombo irá à Justiça após boato de caso com ex de Pugliesi
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana