conecte-se conosco


Entretenimento

Morte de Cristiano Araújo faz cinco anos e mantém casos indefinidos

Publicado

Herança do cantor continua sendo uma incógnita entre a família e irmão do músico, Felipe Araújo, que consegue superar comparações e se estabelecer

Na madrugada de 24 de junho de 2015, o Brasil acordou com uma notícia avassaladora para a música popular: o cantor Cristiano Araújo havia sofrido um acidente após realizar um show em Itumbiara, interior de Goiás. No carro com ele também estavam a namorada Allana de Moraes, de 19 anos, o empresário Vitor Leonardo e o motorista Ronaldo Miranda.

Allana morreu na hora, enquanto Cristiano chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu às múltiplas lesões e fraturas sofridas no capotamento da Range Rover. Os outros dois ocupantes sofreram apenas leves escoriações

À época do acidente, Cristiano despontava no sertanejo como uma das mais elogiadas revelações do gênero. Com o DVD In The Cities, do ano anterior, o músico se estabeleceu no mercado com um repertório que misturava músicas dançantes e baladas românticas. Dono de uma voz potente, a morte do cantor foi extremamente lamentada no mercado e comoveu fãs por todo o país, que lotaram o velório e o cortejo fúnebre, em Goiânia

À época do acidente, Cristiano despontava no sertanejo como uma das mais elogiadas revelações do gênero. Com o DVD In The Cities, do ano anterior, o músico se estabeleceu no mercado com um repertório que misturava músicas dançantes e baladas românticas. Dono de uma voz potente, a morte do cantor foi extremamente lamentada no mercado e comoveu fãs por todo o país, que lotaram o velório e o cortejo fúnebre, em Goiânia.

O legado que Cristiano deixou continua vivo na música e canções como Cê Que Sabe, Caso Indefinido, Maus Bocados É Com Ela Que Estou estão entre os clássicos do sertanejo na década de 2010. Com o sucesso estabelecido posteriormente pelo irmão, Felipe Araújo, que pegou o vácuo do legado de Cristiano e atingiu brilho e lugar no concorrido mercado sertanejo, o nome da família continuou em alta.

Mais novo, Felipe emplacou A Mala é Falsa, Atrasadinha e Amor da Sua Cama, conseguiu superar as desconfianças de ter apenas aproveitado o sucesso do irmão e mostrou que tinha talento e condições de andar por conta própria.

Mais novo, Felipe emplacou A Mala é Falsa, Atrasadinha e Amor da Sua Cama, conseguiu superar as desconfianças de ter apenas aproveitado o sucesso do irmão e mostrou que tinha talento e condições de andar por conta própria

Mas se por um lado a obra de Cristiano é inquestionável e o sucesso do irmão foi uma maneira de a família, comandada pelo pai, João Reis, continuar em alta no mercado musical, por outro lado, a herança do músico e mesmo as investigações sobre o acidente continuaram como casos indefinidos por muito tempo após a morte dele.

No começo de 2020, por exemplo, a herança de Cristiano ainda estava em aberto e não havia sido resolvida entre a família do cantor, que deixou dois filhos de dois relacionamentos diferentes.

No começo de 2020, por exemplo, a herança de Cristiano ainda estava em aberto e não havia sido resolvida entre a família do cantor, que deixou dois filhos de dois relacionamentos diferentes

Ao contrário do que se pensava, a quantia deixada por ele não era tão grande. Ao todo, Cristiano teria deixado fortuna de cerca de R$ 4 milhões, mas o inventário não foi concluído, pois ele também deixou dívidas.

A situação financeira, revelada pelo SBT, não chega a surpreender. Com uma carreira meteórica, o músico ainda estava naquela fase em que precisa realizar muitos shows para pagar os investimentos dos empresários que apostaram nele no início da trajetória, algo comum no sertanejo de uma forma geral. Só depois de muitos anos estabelecido no meio, é que é possível fazer uma fortuna mais consistente.

Por outro lado, a ação que João Reis moveu contra o motorista do carro de Cristiano por homicídio culposo continuou até o fim de 2019. Ronaldo foi condenado a 2 anos e sete meses de detenção em regime aberto, convertidos em prestação de serviços comunitários, pelo crime de homicídio culposo (sem intenção de matar) e a um pagamento de multa no valor de R$ 25 mil.

Quanto à música do cantor, poucas novidades desde então. Apesar de a família revelar que algumas gravações estavam prontas e poderiam ser lançadas, a única canção inédita que saiu desde então foi Singular, uma parceria com Luiz Claudio, disponibilizada em 2019.

Além dessa faixa, o único material em tributo ao cantor foi um livro de fotos inéditas publicado por Flasney Gonzales, fotógrafo oficial de Cristiano. Embora haja pressão nas redes sociais por músicas inéditas, esse é um material que cinco anos depois ainda não foi revelado e não tem previsão de ser.

Leia mais:  Habeas corpus em favor de DJ Ivis é indeferido pelo presidente do STJ
publicidade

Entretenimento

Entenda polêmica entre BBB Naira Azevedo e família de Marília Mendonça

Publicado

Segundo apuração feita pela Revista Quem, Marília Mendonça teria se arrependido de ter gravado uma música com Naiara

Na tarde do último sábado (15), João Gustavo, irmão da cantora Marília Mendonça, se pronunciou em seu perfil do Twitter sobre a notícia de que Naiara Azevedo, cantora participante do BBB 22, lançará uma música com sua irmã durante a exibição do reality da TV Globo.

Já confinada para o programa, Naiara concedeu uma entrevista ao Extra e revelou que lançará uma parceria musical com Marília, que morreu em um acidente de avião em novembro do ano passado.

João, após descobrir, comentou em seu Twitter: “Todo mundo já sabia que você entraria no BBB para se promover, e eu sei que você não vai tirar o nome da minha irmã da boca, então eu vou fazer de tudo para que você não fique dentro dessa casa”. Confira o post:

 

Leia mais:  Faustão revela que Simone já tem 70 anos e web reage

Todo mundo já sabia que você entraria no bbb pra se promover, e eu sei que você não vai tirar o nome da minha irmã da boca, então eu vou fazer de tudo pra que você não fique dentro dessa casa.

Em entrevista à Revista Quem, Ruth, mãe de Marília Mendonça, se pronuncia sobre a parceria musical de sua filha com Naiara Azevedo. Em seu depoimento sobre o caso ela disse que a família pretende cumprir a vontade da Marília e todas as músicas autorizadas por ela em vida serão lançadas.

“O que nos magoa é usar a mídia de maneira estratégica para forçar a liberação, sem ao menos nos comunicar. Todos os artistas têm tido o respeito de nos procurar. Nunca fomos contatados pela Naiara ou por ninguém da equipe dela. Os motivos para a negativa sempre couberam a Marília. E nós iremos respeitar sempre a vontade dela. Infelizmente, temos lidado com este tipo de coisa diariamente. Não peçam para quem vive a dor se conformar com tudo, porque o que temos é muito maior, lidamos com a perda da filha, da irmã e da mãe, não se trata única e exclusivamente da artista Marília Mendonça”, completa.

Segundo apuração feita pela Revista Quem, Marília Mendonça teria se arrependido de ter gravado uma música com Naiara, além de não querer que a sua imagem fosse associada à da cantora. A música em questão foi gravada em setembro de 2020 e seu lançamento estava previsto para janeiro de 2021, mesma época em que Naiara participou de um almoço com o presidente Jair Bolsonaro.

Em relação ao cliente, a reportagem levantou que Naiara teria feito uma mudança radical. No vídeo original, as duas apareceriam juntas, mas na versão editada, Naiara estaria chorando enquanto a imagem de Marília passaria em um telão. Ainda de acordo com a Quem, as duas não eram relativamente próximas como era especulado e isso já vinha incomodando os familiares e amigos de Marília.

À coluna de Léo Dias, no Jornal Metrópoles, a equipe de Naiara Azevedo, disse que “ela sempre manteve um relacionamento de respeito com Marília, tanto na música quanto no âmbito pessoal. A música em questão estava gravada desde o ano de 2020, no projeto Juntas, mas não foi lançada até o presente momento por uma questão de liberação da gravadora”.

Na tarde deste domingo (16), o assunto já está entre os mais comentados do Twitter Brasil com a hashtag #ForaNaiaraAzevedo e quase 4 mil publicações sobre o assunto.

Leia mais:  Receita de suco de luz do Rodrigo Hilbert
Continue lendo

Entretenimento

Caminhoneira conhecida como ‘Musa das Estradas’ sofre acidente e passa por cirurgia em MT

Publicado

Aline Fuchter ficou presa nas ferragens após bater em outro caminhão e foi encaminhada ao hospital, onde operou o braço. Conhecida nas redes sociais por mostrar suas viagens, motorista tem um canal no YouTube com mais de 1,4 milhão de inscritos

A caminhoneira Aline Fuchter, conhecida como Musa das Estradas e dona de um canal no YouTube com mais de 1,4 milhão de inscritos, ficou ferida na tarde de quinta-feira (13) após um acidente em uma rodovia em Mato Grosso.

Caminhão ficou destruído após acidente — Foto: Divulgação

Depois de bater sua carreta em outro caminhão, ela ficou presa nas ferragens e foi socorrida por outros motoristas que passavam pelo local. Encaminhada a um hospital, Aline passou por uma cirurgia no braço. A colisão ocorreu na BR-174, entre Pontes Lacerda e Porto Esperidião, a 483 km e 358 km de Cuiabá, respectivamente.

Aline Fuchter — Foto: Arquivo pessoal

A motorista estava acompanhada pela amiga Lauren Borges, que teve ferimentos leves. Nas redes sociais, Lauren escreveu: “Estamos bem. Estamos vivas, Deus nos livrou do pior. Aline está no hospital passando por uma cirurgia no braço”. A caminhoneira foi internada na Santa Casa de Pontes e Lacerda.

Luisa Matheus, que é irmã de Lauren, gravou um vídeo no qual afirmou: “Deus é bom e desviou de tudo o que poderia acontecer com elas. Obrigada por todo mundo que está ligando para a Lauren, ela está em choque, ainda mais longe de todo mundo”.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que testemunhas contaram que Aline passou em cima de uma peça quebrada que estava na pista, o que fez com que um pneu dianteiro da carreta estourasse.

Em seguida, ainda de acordo com a PRF, Aline perdeu o controle do veículo e bateu de frente com outro caminhão. O motorista desse segundo veículo teve ferimentos leves.

A caminhoneira fazia o transporte de soja, e a carga ficou espalhada na pista. Uma equipe da PRF foi ao para remover o material, e a pista foi parcialmente interditada.

Aline Fuchter é caminhoneira há cerca de cinco anos e ficou conhecida nas redes sociais quando começou a compartilhar imagens de suas viagens. Ela mora em Tubarão, no Sul de Santa Catarina.

Leia mais:  Internado há mais de um mês, Genival Lacerda segue na UTI

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana