conecte-se conosco


Política e Governo

MP pede afastamento de vereadores de Colatina

Publicado

O Ministério Público Estadual pediu o afastamento de quatro vereadores da Câmara Municipal de Colatina: Eliésio Bolzani (PP), que é presidente da Câmara; Renann Bragatto (PSB); Wanderson Ferreira da Silva (SD); e José Luiz Muniz Araújo (SD). Eles são acusados de improbidade administrativa, pelos crimes de rachid e enriquecimento ilícito. Bragatto informou que está aguardando a análise dos advogados. A coluna procurou os demais vereadores, mas não obteve retorno.

Sindipetro

O Sindicato dos Petroleiros do Estado cobrou da Petrobras medidas urgentes de prevenção contra o novo coronavírus nas áreas operacionais. “As unidades continuam com todos os trabalhadores próprios e terceirizados sendo transportados em ônibus lotados, sem orientação e sem álcool em gel para higienização. A solução seria manter apenas uma equipe reduzida para a continuidade operacional”, defendeu o sindicato. Segundo a Anvisa repassou ao Ministério Público do Trabalho, de um total de 77 trabalhadores, 61 testaram positivo para covid-19 em uma plataforma localizada no litoral de Marataízes.

Carnaval x Covid

A Leisge e Lieses não gostaram nada da comparação que o vereador Davi Esmael fez entre o valor gasto pela prefeitura para combater o novo coronavírus e o valor investido no Carnaval de Vitória. Segundo o parlamentar “desde o dia 13 de março foi investido R$ 2,2 milhões em máscaras cirúrgicas, óculos de proteção e outros equipamentos para o combate à covid-19. (…) o valor gasto na organização da folia foi também de R$ 2,2 milhões”. Ainda completou: “a festa privada de três dias custou quase o mesmo valor utilizado em mais de 30 dias na luta contra o vírus”.

Leia mais:  Governador faz entregas e visita obras em Mucurici

Resposta

As duas ligas que representam as escolas de samba da Grande Vitória pontuaram que “o Carnaval de Vitória não se resume aos três dias de desfiles apresentados na avenida, pelo contrário, é resultado de um planejamento e trabalho que é realizado ao longo de todo o ano nas comunidade. Ainda destacaram que as escolas de samba estão trabalhando na confecção de máscaras para serem distribuídas nas comunidades e para os profissionais de saúde.

Comércio

Neste sábado o governador Casagrande vai definir sobre a reabertura dos comércios. Para tomar o decisão o governo vai levar em conta, neste primeiro momento, o número de casos por município. “Na outra semana vamos incluir o número de leitos e posteriormente outras variáveis”, disse.

Professores DTs

Apoiador das pautas dos profissionais da educação, o deputado estadual Sergio Majeski (PSB) apresentou indicação para que o governo do Estado mantenha vigente o contrato de designação temporária dos profissionais da educação da rede pública estadual de ensino durante a pandemia. “A instabilidade de trabalho vivida por essas pessoas já é rotina, mas tende a aumentar nesse período de calamidade pela crise do coronavírus”, avaliou.

Leia mais:  A Eficiência na Administração Pública Brasileira

publicidade

Política e Governo

Ramalho decide disputar a Câmara Federal

Publicado

Após ser rifado pelo partido na disputa do Senado e ter desabafado que o “sistema” tinha retirado o seu sonho, o ex-secretário da Segurança Pública Coronel Alexandre Ramalho (Podemos) vai disputar uma vaga de deputado federal. Ele vai se somar à chapa que já tem o ex-prefeito Gilson Daniel e o vice-prefeito de Vila Velha, Victor Linhalis, entre outros.

A decisão foi divulgada em nota na tarde desta quinta-feira (11), por sua assessoria. O comunicado diz que a homologação da candidatura foi deferida pelo prefeito de Viana, Wanderson Bueno, que representou a Executiva estadual.

Nos bastidores, a ida de Ramalho para a chapa federal do Podemos dá mais tranquilidade aos candidatos que temiam não alcançar nenhuma das 10 vagas. Agora, os cálculos dão conta da possibilidade de conquistar até duas cadeiras, segundo analistas políticos. O Podemos faz parte da base aliada do governo e vai apoiar a senadora Rose de Freitas (MDB) à reeleição.

Leia a nota na íntegra:

“Nesta quinta-feira (11), após refletir sobre a negativa da homologação da sua candidatura ao Senado, o Coronel Ramalho, ex-secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo, decidiu continuar na disputa eleitoral de 2022, agora como candidato a deputado federal.

Sua candidatura foi homologada pelo prefeito de Viana, Wanderson Bueno, que representou a Executiva estadual do Podemos, que também o orientou e motivou a permanecer com seu nome à disposição da sociedade capixaba.

A decisão foi tomada após ouvir sua família, amigos e principalmente as pessoas que o incentivaram a continuar lutando por uma vaga no Congresso Nacional. A deliberação final foi pautada ainda na possibilidade concreta de ser o único candidato com experiência e propostas efetivas no campo da segurança pública.

Ramalho continuará defendendo a modernização e adequação da Legislação Penal Brasileira, que no seu entender, não atende aos anseios dos operadores de segurança pública e das famílias brasileiras, que sofrem nas mãos dos criminosos e não são devidamente alcançados e punidos”.

Leia mais:  Casagrande critica negativa de Bolsonaro a compra de vacina chinesa
Continue lendo

Política e Governo

Profissionais da Educação do ES vão receber bônus de até um salário a mais este mês

Publicado

Segundo a Sedu, recebem o Bônus Desempenho todos os profissionais da Educação (efetivos, comissionados e de Designação Temporária)

Conforme divulgado pelo governador do Estado, Renato Casagrande, por meio das redes sociais, nesta quarta-feira (10), o “bônus desempenho”, benefício pago aos profissionais ativos da educação, referente ao exercício de 2021, será pago na folha de pagamento de agosto deste ano.

Sobre o assunto, a Secretaria de Educação (Sedu) informou, em nota, que a concessão do bônus por desempenho para profissionais ativos da Educação é um direito e um reconhecimento do trabalho dos professores e servidores, regulamentado pela Lei Complementar nº 504 e pelo Decreto nº 2761-R, alterado pelo Decreto 3949-R e Lei Complementar 887, que concede aos profissionais ativos no âmbito da Secretaria da Educação (Sedu), sendo que o período de avaliação é de acordo com o calendário escolar.

Leia mais:  Governador inaugura urbanização de ruas e anuncia novos investimentos em Vila Velha

Também segundo a Sedu, recebem o Bônus Desempenho todos os profissionais da Educação (efetivos, comissionados e de Designação Temporária). Ao todo, serão beneficiados 12.975 profissionais neste ano.

A bonificação é concedida anualmente aos profissionais que atuam em escolas e outras unidades da Sedu e é calculada com base em indicadores coletivos e individuais. Desse modo, o profissional pode receber até um salário a mais, conforme os resultados apurados pela unidade de ensino onde exerce suas funções.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana