conecte-se conosco


Internacional

Mulheres só reclamam de assédio de homens feios, diz presidente do Equador

Publicado

‘Assédio é quando se trata de uma pessoa feia, mas se a pessoa é bem apresentada de acordo com os padrões, ela geralmente não pensa necessariamente que é um assédio’, afirmou Lenín Moreno.

O presidente do Equador, Lenín Moreno, fez declarações machistas durante um encontro com investidores na sexta-feira (31) e depois foi às redes sociais para pedir desculpas.

“Os homens são constantemente sujeitos a acusações de assédio. Vejo que as mulheres frequentemente denunciam assédio, é verdade, é bom que o façam, mas às vezes vejo que estão com raiva dessas pessoas feias”, disse o presidente mais cedo na sexta-feira (31) durante uma reunião com investidores na cidade de Guayaquil.

“Isso quer dizer que o assédio é quando se trata de uma pessoa feia, mas se a pessoa é bem apresentada de acordo com os padrões, ela geralmente não pensa necessariamente que é um assédio”, acrescentou.

“No meu comentário sobre assédio, [eu] não pretendia minimizar um assunto tão sério como violência ou abuso. Peço desculpas se foi entendido dessa maneira. Rejeito a violência contra as mulheres em todas as suas formas!”, disse o presidente na noite da própria sexta-feira (31).

Equatorianos criticam o presidente

Moreno enfrenta uma onda de críticas nas redes sociais por causa das declarações.

No sábado (1), a ativista de direitos humanos Lolo Miño rejeitou as expressões de Moreno e questionou sua capacidade de governar.

“É uma questão de saber se uma mulher se sente à vontade com a abordagem, não se o cara é bonito ou não. Às vezes duvido que ele (o presidente) seja capaz de administrar o país. Que vergonha”, afirmou Miño.

publicidade

Internacional

Estudante rejeita herança de R$ 22 bilhões

Publicado

Marlene disse que não é justo receber um dinheiro pelo qual nunca trabalhou para ter. A jovem já é notícia em vários jornais nacionais e internacionais

Uma jovem está chamando atenção nas redes sociais e na mídia em vários lugares do mundo. 

A estudante de literatura de Viena, Marlene Engelhorn, de 30 anos, rejeitou uma herança de R$ 22 bilhões.

De acordo com informações publicadas pela News Rebeat, Marlene disse que não merece receber um dinheiro pelo qual não trabalhou para ter. 

A herdeira dos fundadores da Basf, uma das maiores empresas químicas do mundo, disse que vai rejeitar 90% da herança de 4,2 bilhões de euros.

Ao  jornal alemão Der Standard, Marlene contou que acha que não poderia ser feliz de verdade caso aceitasse o dinheiro.

“Quando o anúncio [da partilha da herança] foi feito, eu percebi que não poderia ser realmente feliz. Pensei comigo mesma: Algo está errado”.

E você? Aceitaria?

Leia mais:  Qatar abre 7718 vagas para brasileiros trabalharem nos hotéis durante a Copa do Mundo de Futebol
Continue lendo

Internacional

Casal é suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante 8 anos

Publicado

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles

Um casal foi preso suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante oito anos, na Flórida. Enquanto Christina Calello cometia o ato criminoso, seu namorado, Geoffrey Springer, filmava toda a ação.

A prisão da mulher de 36 anos e do homem de 39 anos aconteceu na terça-feira (2).

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles.

Após a prisão, o animal foi encaminhado para um hospital veterinário.

Em entrevista ao Daily Star, o Departamento do Xerife do Condado de Pinellas disse acreditar que Christina Calello “voluntariamente se envolveu em atividade s€xual com o cachorro em várias ocasiões”.

A mulher pagou sua fiança de US $5.000 (R $26.413,93) e foi libertada.

Do RIC Mais

Leia mais:  Após testes, Rússia diz que aplicará vacina contra covid-19 em outubro
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana