conecte-se conosco


Cidades

Municípios do sul capixaba recebem equipamentos e veículos de transporte sanitário

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), realizou, nesta sexta-feira (20), a entrega de equipamentos e veículos de transporte sanitário, que atenderão 14 municípios da Região Sul da Saúde, beneficiando mais de 218 mil habitantes. O evento aconteceu no município de Guaçuí, na microrregião Caparaó.

Na ocasião, foram entregues 14 novos veículos de transporte sanitário eletivo, do tipo Van, para o município de Rio Novo do Sul, na microrregião Central Sul, e para 13 municípios da microrregião Caparaó: Alegre, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado.

Os automóveis, do modelo Ford Transit Minibus, com capacidade para até 16 passageiros, foram adquiridos pelo Governo do Estado. No total, o Estado adquiriu 89 vans, no valor de R$ 23,4 milhões, que serão destinados ao programa de apoio aos 78 municípios capixabas na melhoria do transporte eletivo. 

Ao lado dos prefeitos dos municípios contemplados, o governador Renato Casagrande falou sobre o trabalho desenvolvido pelo Estado. “Desde o início do nosso mandato estamos fortalecendo o Sistema Único de Saúde (SUS). A descentralização dos serviços de saúde é uma forma de fortalecimento. Contudo, alguns serviços ainda dependem de deslocamento, por isso esses veículos são essenciais para transportar os pacientes com mais segurança e conforto”, observou.

Leia mais:  Projeto “Empodera Elas”: Findes e Gerdau oferecem qualificação profissional para mulheres em situação de vulnerabilidade social

“O Transporte Sanitário Eletivo é uma ferramenta essencial para o acesso dos usuários do SUS no Espírito Santo, sobretudo, aqueles que se encontram em maior vulnerabilidade social. Esses veículos vão atender aos serviços prestados nas Redes de Atenção e Vigilância em Saúde, como consultas, tratamentos e exames especializados feitos, de forma agendada, em ambulatórios e hospitais”, destacou o subsecretário de Estado de Administração em Saúde, Érico Sangiorgio. 

Câmaras de refrigeração

Ainda na solenidade, Renato Casagrande anunciou a entrega de quatro novas câmaras de refrigeração (cada qual com capacidade de 280 litros) para Alegre, Iúna, Muniz Freire e São José do Calçado.

A aquisição desses equipamentos visa a estruturação de unidades de Rede de Frio nesses quatro municípios, tem como um de seus objetivos fortalecer o Programa de Imunizações do Estado, promovendo resposta qualificada e efetiva dos serviços de imunização para o enfrentamento do novo Coronavírus (Covid-19) e demais doenças.

O investimento faz parte de incentivo financeiro do Ministério da Saúde, da ordem de R$ 2 milhões, para estruturação de unidades de Rede de Frio e para Vigilância Epidemiológica da Síndrome Gripal municipais, conforme planejamento do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis.

Leia mais:  Ocupação de leitos de UTI para covid atinge 90% e governador vai definir novas restrições

publicidade

Cidades

Ranking Internacional: Vila Velha é a mais transparente da Grande Vitória

Publicado

Vila Velha é a cidade líder da Grande Vitória em transparência pública e governabilidade. O dado é da ONG Transparência Internacional, que avaliou todos os 78 municípios do Espírito Santo no Ranking Capixaba de Transparência e Governança Pública 2022, lançado nesta terça (5).

Vila Velha é o 2º lugar geral no Espírito Santo com 95,73 pontos. O município está entre os poucos com nota considerada ótima.

O objetivo é estimular essas prefeituras a melhorarem suas agendas de transparência, participação cidadã, abertura de dados, transformação digital, acesso à informação e combate à corrupção.

A escala do ranking vai de 0 a 100 pontos. A nota 0 (péssimo) significa que a prefeitura é avaliada como fechada à participação da sociedade e 100 (ótimo) indica que ela oferece alto grau de transparência e participação social.

Para se chegar ao resultado, foram avaliados os portais de transparência e sites oficiais das prefeituras capixabas, usando metodologia da Transparência Internacional – Brasil, com o objetivo de oferecer um instrumento adicional para que a sociedade, a imprensa e os próprios órgãos de controle tenham acesso à informação e monitorem as ações do poder público na promoção da transparência, da participação social e no combate à corrupção.

Leia mais:  Ecoporanga, Montanha e Barra de São Francisco recebem projeto Eficiência Solidária, da EDP, com substituição de 14 mil lâmpadas LED a moradores

O prefeito Arnaldinho Borgo disse que o município deu um salto em transparência pública e isso mostra o nível de comprometimento e respeito não só com os recursos, mas mostra para os munícipes e órgãos de controle como esses recursos voltam à sociedade. 

“Em 2020 estávamos em 23º lugar, chegamos ao 3º em 2021 e já estamos melhor colocados na avaliação da Transparência Internacional. Ou seja, Vila Velha bem avaliada por órgão internacional, se destacando e caminhando para a 1ª colocação na avaliação oficial do Tribunal de Contas, previsto para ser divulgado no próximo mês de agosto. Esse dado é muito importante, fruto de muito trabalho da nossa equipe qualificada”, avalia o prefeito Arnaldinho Borgo. 

O secretário de Controle e Transparência, Otávio Postay, ressalta que “o resultado positivo reflete o conjunto de várias ações internas voltadas para o desenvolvimento de uma gestão pública transparente, que oferece informações à sociedade, permitindo ao cidadão colaborar no controle das ações do governo e se os recursos públicos estão sendo usados como deveriam”.

Leia mais:  Ocupação de leitos de UTI para covid atinge 90% e governador vai definir novas restrições

Confira aqui o ranking completo com as notas dos municípios capixabas.

Continue lendo

Cidades

Nova carga: primeiros vagões de celulose solúvel chegam ao Portocel

Publicado

A carga, da LD Celulose, chegou por ferrovia, oriunda da fábrica que fica na região do Triângulo Mineiro

Aracruz – O Portocel, terminal portuário situado no município de Aracruz (ES), recebeu no final da última semana 62 vagões de celulose solúvel produzida pela LD Celulose, que iniciou a operação de sua fábrica instalada entre os municípios de Indianópolis e Araguari, no Triângulo Mineiro. Este é o primeiro carregamento do produto e marca o início da parceria da empresa com o Portocel, que deve exportar toda a produção da companhia – cerca de 500 mil toneladas/ano quando estiver operando a plena capacidade. 

Para operar com essa nova carga, Portocel investiu cerca de R$ 38 milhões em adequações de infraestrutura, incluindo a ampliação do ramal ferroviário e a cobertura de um trecho dos trilhos. A primeira carga, recebida na noite do dia 1º de julho, foi estocada na área de armazéns do porto, enquanto aguarda o embarque.

A LD Celulose, uma joint venture entre o grupo austríaco Lenzing e a brasileira Duratex, vai destinar a produção ao abastecimento das unidades da Lenzing, que fornece fibras celulósicas a fabricantes globais de têxteis e não tecidos. A chegada dessa nova carga está alinhada à estratégia de Portocel de atrair novos clientes e fortalecer seu posicionamento como opção logística diferenciada.

Leia mais:  Linhares recebe mais de R$ 2,6 milhões para apoio às ações de assistência social

O Terminal, controlado pela Suzano e Cenibra, é reconhecido pela excelência na movimentação de produtos florestais, e vem utilizando essa mesma excelência para atrair outros clientes e diferentes tipos de carga. Um exemplo é a movimentação de granito, iniciada no final de 2020, além de produtos siderúrgicos e outros materiais que o porto já movimenta. 

“Temos investido fortemente em modernização, com novas tecnologias e aperfeiçoamento de nossas equipes. Assim estamos fortalecendo a parceria com os atuais clientes e atraindo novas cargas. Somos um porto multimodal, podemos receber carga por ferrovia, rodovia e por cabotagem marítima, condições que nos diferenciam em logística portuária”, destaca Valeria Becalli Provete, gerente de Estratégia e Gestão de Novos Negócios de Portocel.

Sobre Portocel – Com capacidade para embarcar 7,5 milhões de toneladas/ano de cargas, Portocel é reconhecido por sua eficiência na movimentação de produtos florestais e outras cargas, dispondo de completa infraestrutura logística, instalações e equipamentos integrados a diferentes modalidades de transporte: importação e exportação, longo curso e cabotagem, cargas gerais, projetos, granéis e operações de oil & gas. O porto é controlado por dois grandes players do setor de celulose e papel: a Suzano e a Cenibra. Com localização privilegiada no município de Aracruz (ES), o terminal está conectado por malha rodoviária e ferroviária aos principais centros produtivos e de consumo do país.

Leia mais:  Bandes prorroga vencimento de contratos de setores afetados pelo coronavírus

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana