conecte-se conosco


Internacional

Nasa marca datas para retorno à Lua

Publicado

Segundo o novo cronograma publicado pela agência aeroespacial norte-americana, a primeira fase da empreitada será em 29 de agosto

Um dos momentos históricos que marcou o ápice da conquista humana sobre a natureza – a chegada do homem à Lua – terá um novo e empolgante capítulo. Com participação brasileira, a missão Artemis planeja levar uma nova missão tripulada para a superfície lunar em 2024.

Segundo o novo cronograma publicado pela agência aeroespacial norte-americana, a primeira fase da empreitada – que será dividida em três grandes etapas – será em 29 de agosto, com o lançamento da missão Artemis I. 

O foguete SLS (Space Launch System, ou sistema de lançamento espacial, em tradução livre) transportará o veículo Orion – projetado para levar astronautas a lugares nunca antes alcançados – pela órbita da Lua e de volta à Terra, mas sem tripulantes. Nesta primeira fase, elementos cruciais de funcionamento dos sistemas de propulsão e das rotas de viagem serão postos à prova.

A complexidade das missões aumentará à medida que o cronograma avançar. Na segunda fase, a Artemis II, que será totalmente tripulada, astronautas altamente qualificados farão testes exaustivos nos sistemas de lançamento, acoplagem, sobrevivência e transporte de carga pelo espaço.

Leia mais:  Revelação de ex-conselheiro aumenta pressão contra Trump no Senado

A missão será um marco também para o futuro da exploração espacial além da órbita terrestre e lunar: o sucesso das tecnologias garantirá a viabilidade das missões que visam chegar a Marte.

O trajeto durante a Artemis II será o maior percorrido por humanos fora da terra: cerca de 450 mil quilômetros além da órbita do planeta azul.

Prevista para 2024, a Artemis III deverá, de fato, levar astronautas para a superfície lunar. Entre eles, a primeira mulher a pisar na Lua.

Com a evolução das missões, a expectativa é que a capacidade de carga do foguete SLS combinado com a capsula tripulada Orion aumente de 26 para 45 toneladas métricas, o que deve garantir a sobrevivência da tripulação em missões no espaço profundo.

publicidade

Internacional

Casal é suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante 8 anos

Publicado

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles

Um casal foi preso suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante oito anos, na Flórida. Enquanto Christina Calello cometia o ato criminoso, seu namorado, Geoffrey Springer, filmava toda a ação.

A prisão da mulher de 36 anos e do homem de 39 anos aconteceu na terça-feira (2).

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles.

Após a prisão, o animal foi encaminhado para um hospital veterinário.

Em entrevista ao Daily Star, o Departamento do Xerife do Condado de Pinellas disse acreditar que Christina Calello “voluntariamente se envolveu em atividade s€xual com o cachorro em várias ocasiões”.

A mulher pagou sua fiança de US $5.000 (R $26.413,93) e foi libertada.

Do RIC Mais

Leia mais:  Mulher que deu à luz em coma por coronavírus abraça filha pela primeira vez
Continue lendo

Internacional

FBI faz busca e apreensão em casa de Donald Trump

Publicado

Ex-presidente dos Estados Unidos confirmou operação em breve pronunciamento, no qual relatou um grande número de agentes

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump confirmou nesta segunda-feira (8) que um grande número de agentes do FBI foi até sua casa em Mar-a-Lago, na Flórida, para cumprir um mandado de busca e apreensão.

Casa de Trump em Mar-a-Lago, na FlóridaSegundo uma filial da emissora americana CBS, Trump divulgou um breve pronunciamento, no qual criticou a ação do FBI, chamando a operação de “não necessária ou apropriada”.

“Após trabalhar e cooperar com as agências relevantes do governo, esta busca em minha casa não é necessária ou apropriada”, afirmou Trump, que atualmente é investigado pelas contribuições à invasão do Capitólio, em 2021.

Até o momento, não ficaram claras as razões pelas quais o FBI tenha realizado uma operação na casa do ex-presidente, que, de acordo com a CNN dos Estados Unidos, não estava na Flórida no momento das buscas.

O Departamento de Justiça dos EUA também está investigando se Trump levou registros considerados confidenciais para a mansão de Mar-a-Lago após o término do mandato de presidente, em janeiro de 2021.

Leia mais:  Mulher que deu à luz em coma por coronavírus abraça filha pela primeira vez

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana