conecte-se conosco


Internacional

Noiva morre no altar e marido imediatamente troca alianças com a cunhada

Publicado

O noivo acabou trocando alianças com a cunhada no mesmo dia

Um casamento no estado indiano de Uttar Pradesh teve de ser interrompido momentaneamente por causa da morte da noiva em pleno altar. Porém, engana-se quem pensa que a cerimônia terminou. O noivo acabou trocando alianças com a cunhada no mesmo dia.

Segundo o jornal The Times of India, o caso aconteceu no último dia 27 de maio. A noiva, que não teve o nome divulgado, sentiu-se mal e caiu em frente a todos os familiares. Ela teve um ataque cardíaco e morreu.

Porém, o casamento prosseguiu. Enquanto o corpo da noiva morta estava na casa da família, todos voltaram ao outro cômodo onde acontecia a cerimônia antes mesmo de a cremação acontecer.

Ficou decidido que o noivo, Mangesh Kumar, se casaria com a irmã da morta, ou seja, sua cunhada. “Nós não sabíamos o que fazer naquela situação. As famílias se reuniram e alguém sugeriu que minha irmã mais nova, Nisha, deveria se casar com o noivo”, disse Saurabh, irmão das moças, à mídia local.

Porém, ele mostrou descontentamento pelo desfecho da história. “Foi uma situação bizarra, pois o casamento de minha irmã mais nova estava sendo solenizado enquanto o corpo de minha irmã morta jazia em outro quarto.”O casamento de ambos aconteceu imediatamente, aproveitando todos os rituais, decoração e ambiente já preparados.

“Nós, com certeza, nunca testemunhamos emoções tão agridoces. Ainda não caiu a ficha do luto pela morte dela e da felicidade pelo casamento”, disse um dos tios ao site britânico Mail Onlin

Leia mais:  Países suspendem vacina da AstraZeneca após casos de coágulos sanguíneos
publicidade

Internacional

Hospital nos EUA faz transplante de rim em paciente errado

Publicado

Um hospital de Cleveland (Ohio, EUA) reconheceu um grave erro: uma equipe médica realizou recentemente um transplante de rim em paciente errado. A fila de espera apontava outro receptor do órgão.

A direção do hospital universitário se desculpou pelo erro e informou que dois funcionários foram colocados em licença administrativa. Incrivelmente, o rim dado ao paciente errado se mostrou compatível e se espera que a pessoa que o recebeu no lugar de outra se recupere totalmente, disseram autoridades locais, segundo afiliada da rede Fox.

A cirurgia do outro paciente foi adiada. Autoridades disseram que o hospital abriu sindicância para descobrir como o erro ocorreu e evitar erros semelhantes no futuro. Os nomes dos envolvidos não fooram divulgados.

“Oferecemos nossas sinceras desculpas a esses pacientes e as suas famílias”, disse o porta-voz do hospital, George Stamatis, em um comunicado. “Reconhecemos que eles nos confiaram seus cuidados. A situação é totalmente inconsistente com 0 nosso compromisso de ajudar os pacientes a voltarem à saúde e viverem a vida plenamente”, acrescentou ele.

O hospital notificou a United Network for Organ Sharing, que gerencia o sistema nacional de transplantes e que é a responsável pela distribuição dos órgãos na fila de espera.

Leia mais:  Reino Unido: Variante Delta da covid é 60% mais contagiosa
Continue lendo

Internacional

Japão prorroga estado de emergência por covid-19

Publicado

País registra um aumento de casos da doença uma semana depois do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O Japão prorrogou nesta sexta-feira (30) a emergência sanitária por covid-19 em Tóquio e a ampliou para outras quatro regiões, após o aumento dos contágios, uma semana depois do início dos Jogos Olímpicos.

“Decretamos o estado de emergência para Saitama, Chiba, Kanagawa e Osaka”, afirmou o primeiro-ministro Yoshihide Suga, antes de acrescentar que a medida, já em vigor em Tóquio e Okinawa (sul), foi estendida até 31 de agosto.

Na quinta-feira (29), o Japão registrou mais de 10 mil casos de coronavírus pela primeira vez, o que levou autoridades e especialistas a advertirem para o risco que implica a propagação da variante Delta.

O surto no país é comparativamente pequeno. Desde o início da pandemia, foram registradas 15.000 mortes, e o governo nunca adotou medidas de confinamento rígido. Apenas 25% da população está completamente vacinada.

O recorde de casos acontece em pleno desenvolvimento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Nas últimas 24 horas, foram registrados 27 novos contágios, o maior número diário desde o início do evento esportivo, segundo o comitê organizador.

“O contágio está se espalhando a uma velocidade nunca antes vista”, especialmente dentro e ao redor da região de Tóquio, disse o primeiro-ministro Suga.

“A variante delta altamente contagiosa se impõe rapidamente e, se o aumento de infectados, não parar é possível que os hospitais fiquem lotados”, alertou.

Anteriormente, a ministra da Saúde, Norihisa Tamura, afirmou que o governo queria enviar uma “mensagem forte” ao prorrogar o estado de emergência, já que a variante Delta agora responde por “mais de 50% dos casos” em Tóquio.

O atual estado de emergência em Tóquio restringe o horário de funcionamento de bares e restaurantes e proíbe a venda de bebidas alcoólicas. Os especialistas alertam para um relaxamento de seu cumprimento e um aumento de casos entre os jovens.

Leia mais:  Bilionário vai ao espaço no domingo com transmissão via internet
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana