conecte-se conosco


Cidades

Nova Venécia terá atividades não presenciais na Rede Municipal de Ensino

Publicado

No último dia 14 de maio foi publicada a portaria N° 3532/2020, em que apresenta as atividades não presenciais como opção para a Rede Municipal de Educação.

Segundo o secretário Municipal de Educação, Arilso Teixeira Maria, a decisão tornou possível porque o Conselho Nacional de Educação (CNE) emitiu o parecer que foi publicado no dia 30 abril, nº 5/2020, que dispõe sobre a reorganização do calendário escolar e a possibilidade de cômputo de atividades pedagógicas não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da pandemia da Covid-19.

Somente a partir dessa portaria do CNE é que as escolas da educação básica e instituições de ensino superior têm algumas diretrizes para a condução de seus trabalhos. O documento tem caráter orientador e dispõe que a competência para definir a reorganização dos calendários e a realização de atividades pedagógicas não presenciais é dos sistemas de ensino. No caso de Nova Venécia essa matéria é deliberada pelo Conselho Municipal de Educação.

Como será essa oferta das atividades não presenciais em Nova Venécia?

As atividades serão iniciadas no dia 25 de maio. As escolas ofertarão, por meio do site da Secretaria de Educação, que se encontra dentro do portal da prefeitura: www.novavenecia.es.gov.br, o link específico ‘EDUCA NOVA VENECIA’. Clicando nesse link todas as escolas da Rede Municipal estarão identificadas, aí é só escolher a unidade escolar, clicar nela e acessar as atividades daquela escola. O site foi desenvolvido por técnicos da educação, especificamente para este fim.

Educação Infantil: A lei 9394/1996 não permite atividades não presenciais. Por isso, será oferecido orientações aos pais e ou responsáveis pela criança. As atividades serão lúdicas para estimular com ênfase na vivência da própria criança trabalhando com jogos, brincadeiras, músicas de crianças, entre outras atividades no mesmo sentido.

Educação do Ensino Fundamental I (1°ano ao 5°ano): Serão ofertadas no portal da escola atividades como organização de rotina diária, vídeos de curta duração, atividades de acordo com aquilo que já foi trabalhado na escola e organização de grupos de pais por meio de aplicativos de mensagens instantâneas e outros, conectando professores e famílias.

Unidades de Ensino Multisseriadas: Serão atendidas da mesma forma, somente por meio digital. Isto pra evitar que a circulação de pessoas e condução de materiais coloquem em risco a saúde dos alunos, profissionais e responsáveis dos alunos.

Educação do Ensino Fundamental II (6° ano ao 9° ano): Atividades no portal escolar, orientações aos pais sobre organização da rotina diária, distribuição de vídeos de curta duração, estudos dirigidos, entrevistas, pesquisas, projetos, experiências, simulações, exercícios de acordo com o que já foi trabalhado na escola, organização de grupos de pais por meio de aplicativos de mensagens instantâneas e outros, conectando professores e famílias.

EJA (Educação de Jovens e Adultos): Os meios e recursos são os mesmos do ensino fundamental. No entanto, serão consideradas as particularidades apresentadas no parecer CNE/CEB n° 01/2000, que estabelece diretrizes curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos; a Resolução CNE/CEB n° 03/2010, que institui Diretrizes Operacionais para a EJA e a Resolução do CME de Nova Venécia nº 01/2007 e suas alterações. Por essas razões sua atividade difere das do Ensino Fundamental I e do Ensino Fundamental II, ora na profundidade, ora quantidade, ora na forma de apresentação, ora na forma que o aluno irá interagir com o conteúdo e com o professor.

* Em todos os níveis de ensino ofertados pelo município é de grande importância a interação virtual da família com a escola, professor e aluno nesse período.

* Devido ao avanço da pandemia, a portaria pode sofrer alterações. Inclusive, possivelmente no dia 19 de maio serão publicadas novas alterações.

Leia mais:  Inmet alerta para perigo devido a chuvas no Rio e Espírito Santo
publicidade

Cidades

VÍDEO | Casa fica destruída após celular explodir em Viana

Publicado

De acordo com uma testemunha, o incêndio teria começado após faíscas saírem de um celular

Na tarde desta quinta-feira (21), o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender uma ocorrência de incêndio no bairro Ipanema, em Viana. Os agentes conseguiram apagar as chamas que tiveram início em um dos quartos da casa e ninguém ficou ferido. 

Diversos cômodos foram atingidos pelas chamas que, de acordo com a moradora da residência, teriam iniciado no momento em que uma amiga da família estava em um dos quartos da casa mexendo no celular.

Na residência moram uma mãe com quatro filhos. Quando tudo aconteceu ela estava com três filhos na casa de parentes e não viu quando o fogo começou. 

A testemunha, que usava o aparelho, contou que o celular não estava carregando e que teria começado a soltar faíscas. Com medo, ela contou que jogou o celular pra cima e saiu correndo. Neste momento, o aparelho teria batido em um dos filhos da proprietária da casa que também estava no quarto, um adolescente de 16 anos, mas por sorte causou apenas ferimentos leves. Depois disso, o celular teria pegado fogo e as chamas se espalharam pelos cômodos.

Ainda de acordo com a testemunha, o aparelho nunca apresentou sinais de defeito, nem mesmo aumento de temperatura ou algum outro sinal de que pudesse explodir.

Ao chegar na casa e se deparar com tudo em chamas, Biala de Oliveira, mãe dos quatro filhos chegou a desmaiar. “Foi uma cena horrível que eu não vou esquecer nunca na minha vida, eu tenho 32 anos e nunca esperei passar por isso, praticamente vou começar do zero, uma cosa e que eu tanto lutei e corri atrás, e você ver o fogo acabar com tudo em minutos é muito triste”, contou a proprietária da casa em prantos. 

Atualmente Biala está desempregada, ela já estava passando por momentos difíceis e agora não sabe como vai recomeçar. Mesmo com tanto prejuízo, a família conseguiu separar o pouco que restou depois do fogo, apenas alguns objetos de cozinha e roupas

“Quem puder estar me ajudando eu agradeço pois no momento estou desempregada e agora eu não sei nem por onde começar. Por enquanto vou ficar na casa da minha irmã até conseguir me erguer”, disse.

O Corpo de Bombeiros não apresentou dados que comprovem a real origem das chamas. Todos os moradores da casa conseguiram sair do local a tempo e a família vai solicitar perícia.

Leia mais:  Coronavírus: Cafeicultores adotam medidas de prevenção no campo
Continue lendo

Cidades

Operação “Salvamar” já atendeu mais de 750 ocorrências nas praias de Linhares neste Verão

Publicado

Resgates, atendimentos hospitalares e abordagens preventivas estão entre as 750 ocorrências atendidas pela Operação “Salvamar” realizada desde o início do Verão nos balneários de Pontal do Ipiranga, Regência e Povoação. Até o momento, os profissionais do Corpo de Bombeiros não registraram nenhuma ocorrência com vítima fatal.

O trabalho conjunto, realizado pela Prefeitura de Linhares, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, em parceria com o Corpo de Bombeiros, segue no litoral do Município até o fim do Verão 2021, com a proposta de garantir mais segurança aos banhistas.

“Graças a Deus até o momento não registramos nenhuma ocorrência com vítima fatal. Vale reforçar que é sempre importante que os banhistas procurem os pontos protegidos pelos nossos guarda-vidas para entrarem na água. Com isso, as chances de continuarmos salvando vidas são maiores”, destacou o sargento do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Linhares e supervisor dos guarda-vidas, Gustavo Freitas Pires.

A Operação “Salvamar” conta com 33 guarda-vidas atuando diariamente nas três praias. Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, os profissionais também reforçam as orientações em relação às medidas de combate e enfrentamento ao vírus.

Dicas para aproveitar o verão de forma segura nas praias de Linhares:

– Evitar ficar aglomerados;

– Mantenha sempre o distanciamento social;

– Faça sempre o uso da máscara de proteção facial;

– Faça sempre a higienização das mãos com álcool em gel;

– As crianças não devem ficar longe do raio de visão. Os pais ou responsáveis devem ficar atentos a elas;

– Evitar colocar bóias em crianças e deixá-la sozinha no mar;

– Não cometer excessos na alimentação. Aguardar duas horas, no mínimo, para banhar-se;

– Ter em mente que bebida alcoólica não combina com banho de mar;

– Nadar apenas em áreas supervisionadas por salva-vidas;

– Nadar sempre em companhia de outras pessoas. Evite nadar sozinho;

– Evitar deslocar-se muito para o fundo, tendo a água na altura da cintura;

– Respeitar o limite para banhistas;

– Ter cuidado com depressões e bancos de areia.

Leia mais:  Confira as condições: crédito emergencial para empresas prejudicadas pelas chuvas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana